0

Roberto Costa e Governo do Estado assinam termo de reforma da Fábrica de Artes do Centro Histórico

O termo de assinatura de reforma da Fábrica de Artes “Os Cara de Onça” foi assinado pelo deputado estadual Roberto Costa (MDB), o secretário de Cultura do Estado, Diego Galdino e o secretário da Sinfra, Clayton Noleto. A solenidade aconteceu na última quarta-feira (19), no Centro Histórico de São Luís. O documento da ordem de mais de 1 milhão e setecentos mil reais para a reforma, ainda foi assinado pelo presidente da Associação Cultural José Preguinho e o padrinho do projeto André Campos.

Diante disso, os membros do grupo procuraram o deputado Roberto Costa, que prontamente atendeu a solicitação. Em reunião realizada na última segunda-feira, dia 17, com o secretário Diego Galdino, foi dada a garantia de que, após a reforma, o casarão será cedido ao grupo cultural “Os Cara de Onça”.

Roberto Costa destacou a importância da mobilização feita pela comunidade.

“Nós fizemos uma reunião na Assembleia Legislativa, representando o presidente Othelino Neto e, por orientação dele, conseguimos esse entendimento. Mas quero destacar a sensibilidade do governador Flávio Dino em compreender a importância do grupo “Os Cara de Onça” que tem trabalhos culturais na comunidade do Desterro. Agora, além de reformar, o governo irá devolver o espaço ao grupo para que possa continuar a fazer o trabalho cultural e social, agora com uma infraestrutura renovada. Só temos que agradecer ao governador Flávio Dino pelo empenho e dedicação em investir na cultura do Maranhão e aos secretários Diego Galdino e Clayton Noleto, quem ganha com todo esse investimento é o povo do Maranhão”, destacou Roberto Costa.

Na oportunidade, o secretário Diego Galdino falou da importância da reforma e, principalmente, do incentivo do governo estadual ao projeto cultural que desenvolve atividades sociais na comunidade do Desterro.

“Por meio do diálogo chegamos ao consenso de que esse local acomodará o grupo após a reforma. Precisamos reformar devido ao estado insalubre que ele se encontra e o governador Flávio Dino, via Sinfra, nos apoiou nessa missão, nos dando autorização para que, depois de pronto, o grupo ocupe esse espaço que, sem dúvida”, enfatizou Galdino.

“Nós vamos ter uma revitalização completa, que permitirá o uso adequado desse local. Missão importante, onde o governo Flávio Dino tem feito investimentos significativos. Tudo isso tem uma grande importância cultural e para o turismo da Ilha e, também, para o Maranhão. Nós vemos aqui a comunidade feliz por esse diálogo permanente, não apenas para que seja feita a revitalização, mas, também, para que o uso seja feito pela comunidade. Vamos trabalhar com muito afinco para que, em breve, possamos ter uma nova festa de inauguração desse espaço”, afirmou o secretário Clayton Noleto.

De acordo com o padrinho do grupo, André Campos, o prédio estava abandonado e, além de lixos e entulhos, ainda tinha homicídios.

“Agora o prédio tem vida, ou posso dizer que está respirando sem aparelhos, mas, após restaurado, terá vida. Será um espaço que irá abrigar o projeto de trabalhos culturais e sociais voltados para crianças, jovens, adultos e idosos, era um casarão abandonado, de propriedade do Governo do Estado. Agora, será restaurado e entregue novamente aos “Cara de Onças”, só temos que agradecer ao Governado e secretário Diego Galdino e o deputado Roberto Costa que está nos ajudando muito”, disse André Campos.

O presidente do grupo, José Preguinho,  falou de sua satisfação em saber que o local será reformado e que o grupo voltará após a conclusão dos obras.

“Para nós, é gratificante saber que temos bons aliados, como  o deputado Roberto Costa, André Campos e o secretário Diego Galdino. É muito bom saber que o trabalho e o esforço que tivemos durante esses quase dois anos aqui dentro da ocupação serão reconhecidos com o nosso retorno após a reforma desse local. Eu só tenho a agradecer de coração o empenho de Roberto Costa, pois aqui nós desenvolvemos várias oficinas que beneficiam a comunidade”.

Segundo o secretário Diego Galdino, a reforma deverá começar no fim deste mês, e a previsão é que seja concluída em oito meses.

Marco Aurélio D'Eça

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *