4

Flávio Dino erra na província, mas acerta nacionalmente…

O governador que anuncia R$ 140 milhões abertamente para a campanha de um aliado a prefeito é o mesmo que foca corretamente no ex-juiz Sérgio Moro, que, aos poucos, vai se tornando uma figura tão patética quanto o seu patrão-presidente

 

FLÁVIO DINO FAZ DAS SUAS LOCALMENTE, MAS APOSTA CORRETAMENTE NO DESGASTE DE SÉRGIO MORO diante das provas irrefutáveis de sua ação para condenar Lula

O governador comunista do Maranhão Flávio Dino é uma figura contraditória em sua própria natureza.

Ele é capaz de brandir contra as ditaduras militares no Brasil e na América Latina ao mesmo tempo em que defende ditaduras de esquerda em países como Venezuela, Cuba e Coreia do Norte.

Mas o mesmo Flávio Dino que anuncia escancaradamente a antecipação de um crime eleitoral – ao liberar R$ 140 milhões para seu pupilo Rubens Pereira Júnior (PCdoB) fazer campanha a prefeito –  acerta em cheio o alvo nacional, ao virar sua mira do presidente Jair Bolsonaro (PSL) para o ministro da Justiça e ex-juiz da Lava Jato, Sérgio Moro.

Dino, a história, o país inteiro e os bolsomínions sabem que o patético presidente eleito não tem vida política para além dos seus quatro anos de mandato.

É um natimorto, obviamente.

Mas Sérgio Moro teria, se não tivesse pelo caminho as conversas reveladas pelo site The Intercept, que cedo ou tarde serão analisadas como as provas do maior crime judicial já ocorrido no país.

Inculto e despreparado, Moro estava passando, mesmo assim, como um herói para história, até ser abatido pela desmoralização, que o obrigou a expor ao país toda sua incapacidade técnica, intelectual e cultural.

E Flávio Dino sabe que, à medida que The Intercept for revelando as estripulias do ex-juiz, mais ele vai se tornando uma figura tão patética quanto seu patrão-presidente.

É, portanto, alvo fácil na desconstrução que a própria história se encarregará de fazer.

Sérgio Moro como alvo é tão evidente que até o próprio Bolsorano já percebeu e se encarregou de desdizer sua promessa de campanha e fazer uma espécie de pré-lançamento de sua reeleição. (Saiba mais aqui)

E é bem aí que Flávio Dino entra.

Se com Sérgio Moro, contemporâneo de concurso e colega de toga, Flávio Dino se preparava para nadar de braçadas à medida que o ex-juiz fosse derretendo, imagine como se dará a batalha contra o incapaz do Bolsonaro?

Aí é barbada para o comunista maranhense…

Leia também:

Flávio Dino e Bolsonaro: dois lados de uma mesma moeda…

Flávio Dino atribui interesse político a Sérgio Moro…

O projeto nacional de Flávio Dino…

Marco Aurélio D'Eça

4 Comments

  1. Além de patética essa matéria, possui erros grotescos de pontuação. Um jornalista fanfarrão.

  2. Matéria mais patética que já fez em seus 25 anos de jornalismo kkkkkkkk seja menos por favor.

    • Eu acho é pouco esse tal de Sérgio moro vai se ferrar condenou o lula injustamente e hoje serve de palhaço , Deus vê tudo. Lula vai vim como o Nelson Mandela brasileiro e Flávio Dino mais uma vez acertou nas suas previsões e conhecedor da justiça. Vamos vê de camarote a derrocada do Bozo e seu pupilo juuzeco de merda

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *