1

PCdoB vai “centralizar” interessados em disputar as eleições de 2020…

Partido do governador Flávio Dino vai determinar candidatos nos principais colégios eleitorais, com a garantia de que os não escolhidos – como Duarte Júnior em São Luís, e Clayton Noleto, em Imperatriz – sigam nas fileiras comunistas

 

RUBEM JÚNIOR DEVE SER O ESCOLHIDO DO PCDOB EM SÃO LUÍS; E Duarte Júnior terá que permanecer na legenda

A expressão entre aspas no título deste post é oriunda do próprio PCdoB, que usa o centralismo democrático como prática política.

Por este conceito, as decisões partidárias são tomadas pela cúpula, com a exigência de que todos os camaradas sigam a determinação sem questionamentos, sob pena de expulsão.

O PCdoB vai usar o centralismo democrático para enquadrar interessados em disputar as eleições que não estejam dentro do interesse da cúpula, a exemplo do deputado estadual Duarte Júnior e do secretário de Infraestrutura, Clayton Noleto.

CLAYTON NOLETO JÁ ATÉ DESISTIU DE PEITAR O PCDOB E ABRIU MÃO DA CANDIDATURA; vai apoiar o deputado estadual Marco Aurélio

Duarte pretende disputar as eleições em São Luís – e é o melhor membro da base no confronto com o favorito Eduardo Braide (PMN) – mas a cúpula já se decidiu por Rubens Pereira Júnior.

Noleto, por sua vez, pretendia concorrer em Imperatriz, mas já até desistiu do projeto, em favor do camarada deputado Marco Aurélio.

Centralizados, nem Duarte Júnior, nem Noleto deverão deixar o partido; e seguirão sob orientação do Palácio dos Leões.

Caso contrário, serão expulsos – e com a expulsão, as consequências político-eleitorais.

Marco Aurélio D'Eça

One Comment

  1. Um exemplo de partido “democrático”.
    Agora imagina um partido desse mandando no país?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *