0

Ministério Público cobra de Soliney Silva desvio de R$ 300 mil na AL…

Promotores questionam na Justiça nomeação de funcionária fantasma no gabinete do ex-deputado, no período de 2003 a 2008, em ação semelhante a que levou outros parlamentares à Justiça

 

SOLINEY SILVA, NA ÉPOCA EM QUE ERA DEPUTADO ESTADUAL, ainda no prédio antigo da Assembleia Legislativa

O Ministério Público do Maranhão acionou o ex-deputado estadual Soliney Silva cobrando a devolução de R$ 300 mil supostamente desviados da Assembleia Legislativa.

O ex-parlamentar é acusado de nomear a dona de casa Rita Filomena Santos Cruz como assessora em seu gabinete, para dividir com ela os salários pagos pela Casa.

No total, segundo o Ministério Público, foram pagos a Santos Cruz o equivalente a R$ 300.804,76.

A ação contra Soliney Silva é igual a outras ações do próprio Ministério Público contra outros parlamentares, acusados de nomear servidores fantasmas na Assembleia para ficar com parte do salário.

Tanto o MP estadual quanto o federal têm ações contra deputados que vêm desde 1999.

O próprio Soliney Silva – que elegeu-se a primeira vez em 1998 – também é citado nessas ações.

Marco Aurélio D'Eça

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *