1

Eles não desistem de Flávio Dino, mas são ignorados por Weverton Rocha…

Pré-candidatos mais bem posicionados na base do governo comunista, Neto Evangelista e Duarte Jr. disputam espaços na agenda do governador em busca de apoio para o projeto eleitoral em São Luís; mas estão distantes do principal ator no processo

 

NETO DE UM LADO, DUARTE JR. DE OUTRO: candidatos da base governista não desistem do aval de Flávio Dino, mas o caminho a seguir é outro

A imagem acima foi capturada nesta terça-feira, 17, durante inauguração de um dos centros de hemodiálise inaugurados pelo governador Flávio Dino (PCdoB).

Nela, aparecem em destaque os deputados estaduais Neto Evangelista (DEM) e Duarte Jr. (PCdoB) em sugestiva pose atrás do comunista.

Pré-candidatos da base do governo mais bem posicionados nas pesquisas de intenção de votos para as eleições de 2020, Evangelista e Duarte tentam convencer o governador – e as lideranças do grupo – a apostar em seus projetos.

Eles não têm conseguido chamar a atenção de Dino, que dá mostras de preferência pelo secretário de Cidades, Rubens Pereira Jr. (PCdoB); e mesmo se conseguissem, ainda estariam distante de outra liderança, esta o principal ator em relação a 2020.

O senador Weverton Rocha (PDT) tem sido o principal condutor do debate sobre a opção do grupo para São Luís; e deixou claro que quer o presidente da Câmara Osmar Filho (PDT) como candidato.

Quem acompanhou a coletiva de imprensa de Weverton semana passada – quando praticamente desdenhou das intenções de votos de Evangelista, Duarte, Rubens & Cia – entendeu que será o senador o fiador da escolha do oponente de Eduardo Braide (PMN), até agora o favorito na disputa.

Seu objetivo é levar Osmar Filho ao segundo turno, na confiança de que o elegerá contra Braide.

COM A FORÇA DO GRUPO QUE CONSTRUIU, WEVERTON NÃO APENAS AVALIZOU OSMAR FILHO como também descartou Yglésio Moyses e minimizou as chances de Duarte, Evangelista e Rubens Jr

O comandante pedetista não apenas ratificou a candidatura do vereador como desautorizou o deputado Yglésio Moyses a tratar do tema no PDT, assim como descartou Neto Evangelista, Duarte Júnior e Rubens Júnior.

Diante deste quadro, os dois deputados governistas podem até continuar a buscar aval de Flávio Dino para 2020.

Mas precisam compreender uma situação: assim como foi em 2016, Weverton é quem será o comandante do processo em 2020 na capital maranhense.

E sem ele e seu grupo, será difícil chegar a algum lugar…

Leia também:

O articulador Weverton Rocha…

De como Weverton constrói seu time para 2022…

Sem imposições, Weverton consolida grupo político…

Com apoio de Weverton, Osmar Filho avança projeto 2020…

Marco Aurélio D'Eça

One Comment

  1. Deviam dar graças a Deus serem ignorados por esse comunista e esse senador posudo! Sigam outro cacaminho, deixem esse comunista petulante se ferrar sozinho. “Diga-me com quem andas , que te direi quem és!” É isso aí!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *