1

Delegado Ney Anderson antecipou até o nome da operação contra Astro…

Dois meses antes da ação policial, delegado revelou em depoimento à Câmara Federal que a operação “Constelação” visava atingir o vereador; e ressaltou que a espionagem contra o parlamentar se deu por determinação de Jefferson Portela

 

Partes do vídeo do depoimento do delegado Ney Anderson Gaspar dado à Câmara Federal em 2 de julho, foi divulgado durante o fim de semana; e é mais uma prova inequívoca das ações de espionagem denunciadas por ele e pelo também delegado Thiago Bardal.

No vídeo, Gaspar não apenas revela o serviço de espionagem e investigação contra o vereador Astro de Ogum (PL), como antecipa, com mais de dois meses de antecedência, até mesmo o nome da operação.

– Tem uma operação que estava em andamento, chama-se constelação. Constelação remete a Astro, não é? Vocês concordam? Astro de Ogum é um dos políticos de maior expressão em nosso estado. O vereador mais votado. Com pretexto de investigar suposto crime de pedofilia, o secretário de Segurança mandou abrir uma interceptação telefônica onde inseriu o número do celular do vereador e o seu filho, chamado  Rangel – revelou Ney Anderson. (Veja o vídeo acima)

Segundo ele, esta operação contra Astro de Ogum havia sido abortada após ele iniciar as denúncias contra Portela. Mas o que se viu no dia 12 de setembro foi a polícia pondo em prática a “Operação Constelação”, que levou Astro à Seic. (Relembre aqui)

De acordo com o delegado, Jefferson Portela queria com a espionagem contra Astro “manter o vereador subjugado a ele”.

No depoimento aos deputados e senadores, Ney Anderson alertou, inclusive, para outros adversários e aliados do governo Flávio Dino também com números grampeados por Portela.

E pelo que aconteceu com Astro, é preciso que estes também ponham as barbas de molho…

Marco Aurélio D'Eça

One Comment

  1. Só com a federalizacao das investigações sobre a espionagem saberemos a verdade.
    Aqui no Maranhão está tudo dominado pelos comunistas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *