1

Yglésio segue puxando o debate sobre os problemas de São Luís…

Deputado estadual pedetista é o único dos pré-candidatos a prefeito a buscar uma polarização, seja com críticas ao favorito Eduardo Braide, seja apontando problemas e soluções para a cidade na gestão de Edivaldo Júnior

 

YGLÉSIO É O ÚNICO PRÉ-CANDIDATO QUE FORÇA O DEBATE SOBRE SÃO LUÍS, tanto com o atual gestor quanto com os adversários que também querem governar a capital

O deputado estadual Dr. Yglésio (PDT) tem sido o único dos pré-candidatos a prefeito de São Luís a puxar o debate sobre os problemas da cidades e apontar soluções, inclusive com desafios a outros candidatos.

Neste domingo, em artigo no jornal O Imparcial, ele fez duras críticas ao trabalho das secretarias municipais de Obras e de Trânsito e Transporte, ao lembrar que “São Luís não é para amadores”.

– Criou-se a falsa premissa que fazer política de mobilidade urbana em São Luís é substituir frota de ônibus velho por veículos com ar-condicionado. Misto de engano com propaganda ruim – disse ele, sobre a SMTT.

Ao lembrar que Edivaldo Júnior (PDT) fez um gol de placa ao viabilizar R$ 250 milhões para ações em São Luís, Yglésio critica o prefeito, alertando que o gestor erra, ao não anunciar um plano de obras para esses recursos.

E é igualmente duro com o titular da Semosp, Antonio Araújo:

– A gestão nanica da SEMOSP dos últimos anos será agora testada. Sinceramente, não creio que o atual titular da pasta seja o homem para conduzir um programa de tal magnitude.

Mas o deputado do PDT aponta equívocos e polariza também com os próprios adversários.

Já polarizou com o também deputado Duarte Júnior (PCdoB), com quem está em guerra aberta na Assembleia e nas redes sociais; e radicaliza diretamente com o favorito na disputa em São Luís, o deputado federal Eduardo Braide (PMN).

Neste aspecto, Yglésio tomou de Braide uma de suas principais bandeiras, a luta pela sustentabilidade do Hospital do Câncer Aldenora Bello.

Foi de Yglésio, e não de Braide, a iniciativa para garantir que  cada um dos 42 deputados liberassem R$ 100 mil em emendas para a Fundação Antonio Jorge Dino, o que garantiu nada menos que R$ 4,2 milhões em recursos.

É claro que a liberação do dinheiro depende da boa vontade do governo Flávio Dino (PCdoB), mas o momento crítico e a repercussão social da medida devem forçar naturalmente esse repasse.

Embora tenha chegado só agora no debate sobre a sucessão em São Luís, Dr. Yglésio vai, ao poucos, mostrando que tem preparo intelectual para o enfrentamento.

E mostra também independência em relação ao governo e à prefeitura, fundamentos necessários a alguém que se propõe suceder o atual prefeito.

É, portanto, um candidato de peso na disputa…

Marco Aurélio D'Eça

One Comment

  1. Não tem a mínima chance, só quem deve polarizar é Duarte Jr que teve 45 mil votos só na capital

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *