1

Dr. Yglésio denuncia humilhação da Uniceuma a professor de 83 anos…

Deputado estadual contou na tribuna da Assembleia que universidade humilhou o médico Francisco Amazonas, retirando-o de sala para favorecer uma aluna que o desrespeitava sistematicamente e é sobrinha da reitora Cristina Nitz

 

O deputado estadual Dr. Yglésio (PDT), que também é médico, denunciou nesta quinta-feira, 7, na Assembleia Legislativa – e apresentou nota de repúdio – a perseguição da Universidade Ceuma a um professor, também médico, de 83 anos.

De acordo com o deputado, o Ceuma afastou o médico da sala de aula para beneficiar uma aluna que o desrespeitava sistematicamente e é sobrinha da atual reitora.

– Ele poderia estar em casa curtindo a sua aposentadoria, mas preferiu estar sem sala de aula, para ser desrespeitado por uma aluna que, de forma recorrente, tem feito isso na universidade, por ser sobrinha da atual reitora do Ceuma, a senhora Cristina Nitz – denunciou Yglésio.

Ao lembrar que o professor Amazonas é fundador do curso de Medicina do Ceuma, Yglésio leu seu vasto currículo na tribuna. E contou que ele pediu demissão por não sentir-se amparado pela coordenação do curso diante das agressões da aluna.

– Agora, por conta da repercussão do caso, por estar sendo bombardeada nas redes sociais, Ceuma está correndo atrás do professor para ele rever o caso. Eu quero saber da Universidade Ceuma é o que vai ser feito para desagravar o professor Amazonas – desabafou o deputado.

Contra o Ceuma, Yglésio apresentou nota de repúdio pela omissão e pela negligência com que a universidade tratou o caso…

Marco Aurélio D'Eça

One Comment

  1. Isso não é um caso isolado. Professores são ma tratados e desrespeitado sistematicamente no país inteiro. Nenhuma surpresa sermos um país de ignorantes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *