2

Ecoponto muda conceito de destinação de lixo em São Luís…

Espaço construído pela Prefeitura de São Luís fomenta a cultura da coleta seletiva e leva o cidadão a trabalhar sua própria concepção de resíduos sólidos; mas a população precisa se educar

 

Os ecopontos têm funcionários o dia inteiro para receber os resíduos descartado por residências e que não são recolhidos na coleta regular

Já são 17 estruturas em funcionamento em São Luís; outras três estão em construção para entrega ainda em 2019.

E desde que foram instalados, os Ecopontos – espaços destinados ao recebimento de resíduos não-recolhidos pela coleta regular de lixo –  mudaram o conceito de coleta e destinação de resíduos sólidos.

projeto da prefeitura, em parceria com a São Luís Ambiental (Slea), empresa que cuida da coleta e destinação do lixo na capital maranhense, o ecoponto tem o objetivo de fomentar a cultura da coleta seletiva.

Mas é preciso educação da própria população .

Os pontos de recebimento de resíduos sólidos – restos de construção, podas de árvores, móveis velhos e caixas de papelão, latas e vidros – estão instalados em bairros que atendem também outras comunidades adjacentes.

Basta levar os resíduos e entregar no ponto.

É preciso orientar, sobretudo os carroceiros, da importância de saber destinar as sobras de material de construção e de árvores, resíduos que sujam espaços públicos e terrenos baldios

Ainda é possível se vê, no entanto, cidadãos ditos ciosos do seu dever despejarem sobras de material em terrenos vazios ou espaços públicos, mesmo nas proximidades das instalações dos ecopontos.

Com a conscientização da população e campanhas sistemáticas da prefeitura, São Luís pode ser uma cidade do futuro, com qualidade de vida e limpeza urbana.

E tudo isso com pouca tecnologia…

Marco Aurélio D'Eça

2 Comments

  1. Parabéns Prefeitura ! bola dentro !!! nesse aspecto ninguém pode criticar a prefeitura…

  2. A iniciativa é muito boa mesmo e vc tá certo quando diz que a população precisa se educar…mas a prefeitura tá pecando seriamente na conscientização, fiscalização e punição. É muito comum as pessoas ainda jogarem lixo nas ruas (muitas vezes ao lado dos ecopontos) e não ter nenhum tipo de punição por parte da Prefeitura, além dos proprietários de terrenos não murados não serem obrigados a cercar as áreas pra evitar o surgimento dos lixões.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *