7

Dívidas de R$ 4 milhões devem tirar Wellington da disputa de 2020…

Parlamentar vem enfrentando insolvência financeira desde as eleições de 2016, quando perdeu a disputa pela Prefeitura de São Luís; credores – a maior parte agiota – agora começam a cobrar as faturas

 

Wellington chegou a figurar entre as principais lideranças de São Luís, mas sucumbiu a credores que podem tirá-lo da disputa de 2020

Segundo colocado em praticamente todas as pesquisas de intenção de votos na sucessão do prefeito Edivaldo júnior (PDT), o deputado estadual Wellington do Curso (PSDB) vive um drama que pode afastá-lo da disputa.

Ele deve cerca de R$ 4 milhões a empresários e agiotas, que ameaçam cobrar a fatura de forma mais dura, após inúmeras ações de protesto e de renegociações.

O blog Marco Aurélio D’Eça teve acesso a uma série de cheques em nome do parlamentar e de pessoas ligadas a ele – todos nominais a supostos empresários que teriam emprestado dinheiro em suas campanhas – além de cópias de Registro de Protestos em valores altíssimos, que, superam os R$ 4 milhões.

O drama financeiro do deputado começou em 2016, quando ele disputou entre os favoritos a eleição para prefeito de São Luís – e acabou derrotado, em terceiro lugar.

De lá para cá, fechou unidades de sua rede de escolas preparatórias para concursos e foi acumulando dívidas, sobretudo pelo risco de não se reeleger em 2018.

Com as empresas em risco de insolvência, dívidas acumuladas na seara pessoal e sem perspectiva partidária para as eleições de 2020, o mais provável é que Wellington do Curso acabe desistindo da disputa em São Luís.

É aguardar e conferir…

Marco Aurélio D'Eça

7 Comments

  1. Ronalldo Lopes Lima assessor do prefeito atual emprestou 2 milhões pra ele !!! Tá no furo

  2. Com que ele deve ter gasto esses R$ 4 milhões, só com campanhas eleitorais? E os seus cursos preparatórios a concursos públicos eram deficitários, que diabo de empresário era esse que supostamente trabalhava no vermelho só pra dizer que estava trabalhando? Será se era um perdulário, um gastador inveterado com farras ou com festas e putas da periferia?

  3. tem até funcionário do Banco do Brasil na capital envolvido no esquema de agiotagem , vai dar o que falar

    • Tem um ex contratado deleda AL chamado Vitor que nem de casa sai mais , já foi até ameaçado pelos que foram convocados enganados, ele pede empréstimo a mando de Wellington

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *