6

Paulo Guedes apenas expôs o pensamento comum no Brasil de hoje…

Ao ironizar a presença de empregadas domésticas na Disney em época de dólar baixo, ministro da Economia tornou público o que pensa a elite branca, rica, hétero, homofóbica, racista e cristã, empoderada por Bolsonaro

 

O Brasil que levou o presidente Jair Bolsonaro ao poder, em 2018, é um Brasil que odeia a ideia de que preto, pobre, gay e favelado também possam viajar de avião.

O Brasil que votou em Bolsonaro é um Brasil que não admite empregados terem filhos estudando na mesma “escola de patrão”.

Ao se eleger, Bolsonaro empoderou uma elite branca, rica, hétero, homofóbica, racista e cristã, que estava no armário e sem poder de voz – e agora pode gritar contra pobres, contra negros, contra gays e contra nordestinos.

E é para esta gente “fina, elegante e sincera” que o ministro da Economia Paulo Guedes falou ao criticar o fato de que o dólar baixo no Brasil permite que até empregadas domésticas tenham condições de viajar à Disney.

Guedes apenas expressou o sentimento comum no Brasil de hoje.

Um Brasil em que o machismo é visto como expressão da força masculina; um Brasil em, que xingar gays, ridicularizar mulheres, atacar nordestinos, segregar negros e pobres são formas de “melhorar o nível”.

O Brasil estupidamente religioso empoderado por Bolsonaro é o Brasil que odeia pobre, que odeia negro, que odeia gays e que diminui a mulher.

E foi exatamente esse Brasil que Paulo Guedes expressou em sua estupidez.

Por que o resultado de um estúpido no comando do país é a estupidez generalizada.

Simples assim…

Leia também:

Insensatez e estupidez assolam o país…

O direito dos gays e o dia a dia no Brasil…

Perseguição aos nordestinos…

A nova face do preconceito…

Marco Aurélio D'Eça

6 Comments

  1. “O Brasil que votou em Bolsonaro é um Brasil que não admite empregados terem filhos estudando na mesma “escola de patrão”.”
    – Eu não sabia que no Brasil tinha tanto rico e patrão assim.
    Bolsonaro eleito com mais de 50 milhões de votos. E todas essas pessoas são racistas, heteros, homofóbicos e ricos.
    Eita análise com fundamento científico. Fonte: Minha cabeça esquerdista.

  2. Quem é mais estúpido? o que fala ou o que mantém estas “minorias” no seu poder e as usa como ferramenta política, mantendo suas vidas na merda e dizendo que melhorou? O pt passou mais de uma década no poder e estes coitados (pobres, pretos, gays, dométicas, etc.), se iludiram com o consumo e se endividaram até a alma. Ficaram mais pobres e excluídos do que já eram, mas a esquerda quer enfiar na cabeça que a situação era melhor. Pobre carniça.

    PS: por falar em machismo, alguma palavra sobre o que zé de abreu falou de regina duarte e de todas as mulheres que não são da esquerda? sobre a lésbica que defende bolsonaro e foi agredida por militantes? e por aí vai.

  3. Pelo contrário, os incautos desprovidos de conhecimento econômico, não fazem idéia do que acontecia no passado, é argumentam uma fala distorcendo-a com o unico objetivo: atacar um governador legítimo que nao doa o dinheiro do povo para bandidos se locupletarem em nome da mentira, ou seja, falta teta, sobra mentiras.

  4. A estupideza da imprensa é a prova inequívoca de que o Brasil está no rumo certo.

    • Marcus, a,população brasileiro sofreu um processo de lavagem cerebral, tudo culpa do PT
      SOMPLES ASSIM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *