1

A inglória, mas cativante, luta pela causa animal no Maranhão…

Sem apoio do poder público, sem nenhum aparelho estatal preparado para ações de proteção, voluntários que se aventuram na tentativa de garantir qualidade de vida a esses seres sofrem o descaso e a ridicularização do próprio semelhante

 

Há quem ache ridículo alguém se mobilizar para defender essas criaturinhas indefesas; e o poder público não está nem aí

Desde que surgiu, em setembro de 2016, o blog Marco Aurélio D’Eça assumiu a causa que já fazia parte do cotidiano do seu titular: a defesa dos direitos plenos dos animais. (Relembre aqui, aqui, aqui e aqui)

Passados quase 15 anos, a percepção é de que a luta é inglória.

Não há nenhuma ação do poder público que valorize esta causa; não há nenhum equipamento público que posa garantir vida plena a animais desgarrados e abandonados.

Falta, por exemplo, um centro público de castração animal, o que garantiria qualidade de vida a cães e gatos e diminuiria a população de rua. Alguns parlamentares até destinaram emendas e recursos para a viabilização deste equipamento, mas o  dinheiro se perdeu na burocracia e na corrupção estatal.  

Os poucos voluntários que se aventuram na missão de dar direitos aos animais, são ridicularizados pelos próprios agentes públicos.

O amor pelos animais e a garantia de seus direitos é exemplo claro do avanço da civilização moderna; se opor a isso mostra atraso mental e social  

Um exemplo é a Delegacia do Meio Ambiente. (Entenda aqui)

O único período em que o setor destinado à proteção animal funcionou plenamente foi quando o titular era o delegado Sebastião Uchôa, ele próprio um defensor dos animais. Desde que Uchôa deixou a delegacia, no entanto, a especializada se transformou em uma espécie de mero cartório para licenças e autorizações.

No mundo moderno, a civilização que não respeita seus animais não evoluiu no conceito de civilização; e os dias sombrios em que vivemos, torna ainda mais incerto o futuro desta causa.

Mas, ainda assim, desistir jamais…

Leia também:

Carta aberta da Causa Animal a Flávio Dino…

Roberto Costa e o Código de Proteção Animal…

Bancada maranhense se posiciona a favor da vaquejada…

Fábio Câmara destina R$ 1 milhão para Centro de Zoonoses…

Neto Evangelista tem proposta para substituição de carroças no Maranhão…

Marco Aurélio D'Eça

One Comment

  1. Deça, sua luta não é anônima. És reconhecido como um grande amigo da causa animal. Suas palavras são extremamente oportunas para esse momento. Poder Público não pode tratar os animais como se fossem um nada. O mundo mudou. Não adianta o legislativo se mobilizar apenas no momento em que maus tratos a animais virem casos públicos e notórios, como o caso manchinha e o caso percival aqui em São Luis ( o caozinho queimado com agua quente), pois de nada vale uma reação legislativa inócua e tardia. É preciso mto mais. E os políticos tem o dever civico e moral de também melhorarem o pouco que se tem. No mais, todos os voluntários, como você, que fazem desta causa uma bandeira de luta estão de parabéns. É admirável.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *