3

Coronavírus: deputados propõem redução de 50% nos próprios salários

Daniela Tema, Duarte Júnior, Fábio Macedo, Felipe dos Pneus e Mical Damasceno pretendem usar os recursos para ações de combate ao coronavírus e para ajudar pessoas que perderam renda durante a quarentena

 

Os deputados estaduais Daniela Tema, Duarte Júnior, Fábio Macedo, Felipe dos Pneus (todos do PRB) e Mical Damasceno (PTB) devem oficializar hoje à Assembleia Legislativa o pedido de desconto em 50% dos seus sala´rios parlamentares.

A iniciativa visa destinar os recursos para ações de combate ao coronavírus e beneficiar trabalhadores que possam perder renda durante o período de isolamento social.

– Estamos propondo a redução de 50% dos nossos salários para o financiamento das ações de combate ao CoVID19 e para o auxílio daqueles que perderam suas rendas ou o emprego em razão da epidemia. A situação exige sacrifícios, menos palavras e mais ações concretas – afirmou Duarte Júnior. 

O grupo de deputados deve fazer o pedido conjunto ao presidente da Casa, Othelino Neto (PCdoB).

Marco Aurélio D'Eça

3 Comments

  1. Também vão abrir mão das demais verbas de caráter indenizatório? Devem pensar que no Maranhão só tem ignorante .

  2. Gostei da Proposta: Porem a curiosidade me remeteu ao portal da transparência da casa do povo, logo quis saber quanto entraria nos cofres da saúde para combater o COVID-19.

    Vamos à matemática:
    Cada Deputado na atual legislatura tem um salário de “apenas” R$ 25.322,25. (bem menos do que ganha o secretário geral da mesa). Veja lá http://transparencia.al.ma.leg.br:8080/portal/contas/prestacao-de-contas

    42 x R$ 25.322,25 = R$ 1.063.534,50 /2= R$ 531.767,25.
    Cada deputado tem a disposição 19 assessores com salários que chegam a 17.668,79. Logo o parlamentar administra mensalmente uma folha equivalente a R$ 300.000,00.

  3. A pegadinha é até legal, mas faço uma proposta melhor. Vamos manter os salários e ZERAR as verbas de gabinete.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *