8

Governo Bolsonaro aprova privatização das BRs 135 e 316…

Para o deputado estadual Zé Inácio, a entrega das rodovias que cortam o Maranhão à iniciativa privada implicará em cobrança de pedágio, o que gerará custos elevados a quem precisa de constantes deslocamentos entre o interior e a capital

 

Um dos trechos da BR-135 a ser privatizado pelo Governo Federal vai de Bacabeira à localidade Outeiro

O deputado estadual Zé Inácio (PT) criticou nesta quarta-feira, 10, em suas redes sociais, a aprovação da privatização das BRs 135 e 316 pelo Governo Jair Bolsonaro.

– É mais uma etapa do plano entreguista do governo Bolsonaro de privatizar bens públicos – afirmou Inácio,.

A privatização das duas rodovias que cortam o Maranhão foi aprovada no Conselho do Programa de Parceiras e Investimentos (CPPI).

 

Zé Inácio esteve por várias vezes em vistoria à BR-135, acompanhado de deputados federais e estaduais

Para o deputado maranhense, a privatização gera pedágios e onera motoristas que precisam de constantes viagens pelo interior do Maranhão.

– Sobretudo para quem precisa sair ou chegar à capital maranhense, já que a BR-135/316 é a única via de acesso terrestre a São Luís – ponderou Inácio.

Após aprovação no CPPI, a privatização seguirá para as próximas etapas, até ser incluída em leilão…

Marco Aurélio D'Eça

8 Comments

  1. E os impostos que pagamos que destinados à conservação dessas estradas? Não vão mais ser cobrados?
    Governo metendo a faca no povo, mais uma vez.

    • Excelente questionamento, privatização de BR mostra a incompetência desse e de governos anteriores, para ter estradas boas é preciso pagar, assim como escola para os filhos, saúde, etc, cadê o retorno do imposto pago, cadê punição para empreiteiros que fazem serviço porco, que com duas chuvas tá só buraco de novo.

  2. É uma beleza, o estado toma o dinheiro dos contribuintes e constrói as estradas, depois de tudo pronto aparece os tais “investidores” que tomam dinheiro na vaca leiteira, o BNDES, monta as praças caça níquel e cobram dos usuários pedágios por preços escorchantes.
    O Contribuinte é lesado duas vezes.
    Marcos, nenhuma citação ao deputado Hildo Rocha, que é um dos entusiasta defensor do desgoverno, digo, “governo” Bolsonaro. Faça o serviço direito, dê nome aos bois.

  3. Notícia excelente…os prejuízos de alinhamento e balanceamento, pneus estourados e suspensões quebradas, e o pior, vidas ceifadas, são muitos mais caros…

  4. Graças a Deus, só assim nos vamos poder trafegar em uma rodovia bem conservada, mais como sempre esse Zé Idiota petralha safado é do contra. Ainda bem que esse será o ultimo mandato desse parasita.

    • Paga-se pedágio sim, porém, não teremos essa situação de abandono existente que só serve para quebrar nossos veículos e segurança na estrada, em fim, boas estradas é sinalização de progresso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *