0

Oito dos 13 candidatos disputarão prefeitura de forma isolada

A menos que ocorram reviravoltas de última hora, Wellington do Curso, Dr. Yglésio, Jeisael Marx, Carlos Madeira, Bira do Pindaré, Adriano Sarney, Franklin Douglas e Saulo Arcangelli terão apenas os seus próprios partidos em seus palanques em São Luís

 

Dr. Yglésio, Saulo Arcangelli, Franklin Douglas, Adriano Sarney, Jeisael Marx, Bira do Pindaré, Carlos Madeira e Wellington do Curso ainda não têm coligação em São Luís

Nada menos que oito dos 13 candidatos a prefeito de São Luís devem entrar na disputa sem nenhum outro partido além do seu próprio.

São eles: Wellington do Curso (PSDB), Dr. Yglésio (PROS), Jeisael Marx (REDE), Carlos Madeira (Solidariedade), Bira do Pindaré (PSB), Adriano Sarney (PV), Franklin Douglas (PSOL) e Saulo Arcangelli (PSTU).

A falta de coligação dificulta a montagem de chapa e a formação de nominata para candidatos a vereador, além de dificultar o acesso à propaganda eleitoral, o que praticamente inviabiliza a candidatura.

Dr. Yglésio, por exemplo, que só tem o apoio oficial da direção do Pros, será candidato sem nem mesmo a chapa de vereadores; e terá que encontrar um vice dentro da própria legenda.

De todos os candidatos isolados, apenas Carlos Madeira ainda pode atrair novas legendas – inclusive algumas com candidato em disputa – já que tem forte articulação nos bastidores.

Adriano Sarney, por sua vez, ainda sonha com o apoio do MDB, que conversa com vários candidatos; Bira do Pindaré aposta no apoio do PT, que tem encaminhamento quase fechado com Rubens Pereira Jr. (PCdoB).

O comunista já tem o apoio do Cidadania.

A candidatura de Wellington ainda é vista com reservas no PSDB, que pode abrir mão da disputa em favor de Eduardo Braide (Podemos), já com o apoio do PSD, do PMN e do PSC.

Eduardo Braide, Neto Evangelista, Duarte Júnior e Rubens Júnior, além de Detinha, devem ter coligações fortes para a disputa

Braide, inclusive, deve disputar a maior coligação com Neto Evangelista (DEM) – que já tem PDT e PSL e espera o MDB e o PTB.

Se for mesmo candidata, a deputada estadual Detinha (PL) terá o apoio do Avante e do Patriotas; Duarte Júnior (Republicanos) já tem o PTC.

De todos os partidos em disputa, apenas MDB, PTB e PT ainda não definiram rumo eleitoral, o que poderia fortalecer alguma das candidaturas soltas.

Mas estas legendas são cobiçadas também por candidatos já com coligação sólida…

Marco Aurélio D'Eça

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *