2

Segundo turno é hipótese cada vez mais provável em São Luís

Números do Ibope mostram que a diferença entre o favorito Eduardo Braide e a soma dos demais candidatos é hoje de apenas 2 pontos percentuais, abaixo da margem de erro, de 3 pontos, o que permite apontar dois turnos na capital maranhense

 

Favorito para vencer em primeiro turno, Braide tem visto sua diferença cair em relação aos demais candidatos, o que deve se intensificar durante a campanha eletrônica

A vitória do deputado federal Eduardo Braide (Podemos) no primeiro turno das eleições de São Luís é hoje uma hipótese quase descartada pelos analistas políticos.

E os números do Ibope divulgados nesta segunda-feira, 21, confirmam a tendência de dois turnos.

A diferença entre o percentual de intenção de votos de Braide – que já foi de quase 15 pontos percentuais – caiu hoje para apenas dois pontos percentuais, índice abaixo da margem de erro de 3 pontos percentuais da pesquisa.

No atual momento das eleições na capital maranhense, Braide teria entre 40% e 46% das intenções de votos; já os demais candidatos somados teriam percentual variando entre 39% e 45%.

Isso caracteriza um empate técnico entre a chance do favorito vencer logo em 15 de novembro e a possibilidade de ir para uma segunda rodada de votações em 29 de novembro.

Disputa acirrada

Duarte Júnior e Neto Evangelista travam uma batalha dura pela chance de disputar um eventual segundo turno contra o favorito Eduardo Braide

A disputa é acirrada também entre os dois principais adversários de Braide pela vaga no segundo turno.

Duarte Júnior (Republicanos) com índice entre 11% e 17%, e Neto Evangelista (DEM) variando entre 7% e 13% estão também empatados em segundo lugar.

Nesta disputa, é possível afirmar também momento de melhor desempenho do candidato do DEM, que diminuiu a diferença entre uma e outra pesquisa Ibope. 

O blog Marco Aurélio D’Eça já havia previsto este acirramento entre os dois principais adversários de Braide, no post “Polarização Neto X Duarte achatará índice dos demais candidatos…” 

E a tendência é que este acirramento se intensifique a partir do início oficial da propaganda no rádio e na TV…

Marco Aurélio D'Eça

2 Comments

  1. Pelo viso, o candidato que aparece no topo das intenções de votos não liga muito para os ensinamentos de Por Quem os Sinos Dobram.
    “…nunca se vence uma guerra lutando sozinho, evita um aperto de mão de um possível aliado..’.
    Dizem por aí que um raio não cai duas vezes no mesmo lugar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *