2

Os sem programa…

Os candidatos Hertz Dias, Sílvio Antonio e Jeisael Marx não podem participar da propaganda eleitoral gratuita no rádio e na TV, que continua mantendo o tempo do Solidariedade, mesmo após desistência de Carlos Madeira

 

A propaganda eleitoral no rádio e na TV privilegia candidatos, mantendo alguns fora do ar

Três dos candidatos a prefeito de São Luís estão fora da propaganda eleitoral, mesmo em plena campanha.

Hertz Dias (PSTU), Sílvio Antonio (PRTB) e Jeisael Marx (Rede) não tiveram tempo algum no horário eleitoral sob alegação de que suas legendas não têm participação no Congresso Nacional.

Os sem-programa utilizam de estratégias nas redes sociais e nas ruas para se tornar conhecidos do eleitor.

Por outro lado, a Justiça Eleitoral continua mantendo o tempo do Solidariedade, cujo candidato, Carlos Madeira, desistiu da disputa antes mesmo do início do horário eleitoral.

Os poucos segundos do Solidariedade são preenchidos com a inscrição “Tempo reservado ao Solidariedade”.

Numa disputa que já teve 12 postulantes, apenas sete aparecem na propaganda.

São eles: Eduardo Braide (Podemos), Duarte Júnior (Republicanos), Neto Evangelista (DEM), Bira do Pindaré (PSB), Rubens Júnior (PCdoB), Dr. Yglésio (Pros) e Franklin Douglas (PSOL).

Marco Aurélio D'Eça

2 Comments

  1. *PSTU aciona Justiça para garantir tempo de TV para candidatos a prefeito e vereador em São Luís-MA*

    O presidente do Diretório Municipal do PSTU em São Luís, Saulo Arcangeli, ajuizou ação na 2ª Zona Eleitoral de São Luís questionando a exclusão do Partido da distribuição do tempo de propaganda eleitoral no rádio e na televisão.

    Em audiência realizada no TRE-MA no início do mês para definir as regras da propaganda eleitoral, os partidos sem representação no Congresso, como é o caso do PSTU, não foram incluídos na distribuição na propaganda no rádio e na TV com base em uma resolução do TSE.

    Contudo, o partido alega que a Lei das Eleições (9.504/97) assegura que o percentual de 10% (dez por cento) do tempo deverá ser distribuído igualitariamente entre todos os partidos e coligações que tenham candidato e que tal regra não poderia ser alterada por uma resolução do TSE.

    Além disso, trata-se de uma violação ao princípio democrático a exclusão de posições políticas, especialmente de oposição e enfrentamento como a do PSTU, do debate eleitoral em nossa cidade.

    Já não bastasse o bloqueio da grande mídia, agora mais uma vez a falta de democracia promove a exclusão do PSTU da propaganda eleitoral no rádio e na TV. Não podemos nos calar perante tamanha injustiça. Apoie esta causa democrática e venha exigir conosco tempo de propaganda para Hertz Dias e os vereadores do PSTU.

    Segue número do processo: 0600050-85.2020.6.10.0002

  2. ESSE CARLOS MADEIRA TÁ DE BRICADEIRA!!! NÃO TEM VOTO NA ILHA E É MELHOR FICAQUIETO! ENQUANTO ISSO NETO EVANGELISTA CRESCE E ENFRENTS ESSE BRAIDETE!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *