5

Braide já trabalha para ter Duarte como adversário no segundo turno…

Líder nas pesquisas sabe da dificuldade de enfrentar Neto Evangelista ou Rubens Pereira Júnior – que agregariam a maior parte da base do governo Flávio Dino e da gestão de Edivaldo Júnior -; e atua para ter o adversário do PRB, que tem dificuldades de juntar aliados

 

Sabendo da dificuldade de Duarte Júnior de unir a base de Flávio Dino e atrair Edivaldo pro palanque, Braide torce parta tê-lo como adversário no segundo turno

Análise de conjuntura

A pesquisa do Ibope, divulgada nesta sexta-feira, 23, expôs um estratagema que é trabalhado diuturnamente na campanha do favorito nas pesquisas, deputado Eduardo Braide (Podemos).

Com forte queda nas pesquisas, ele já tem consciência de que, dificilmente, teria condições de vencer em primeiro turno.

Mas escolheu quem quer enfrentar no segundo turno: o deputado estadual Duarte Júnior (PRB).

Esta torcida já foi revelada em vários textos no blog Marco Aurélio D’Eça, como se pode relembrar aqui e aqui.

A estratégia da campanha de Braide envolve não apenas o seu comitê de campanha, mas setores da imprensa, institutos de pesquisa e lideranças políticas de todos os partidos.

A escolha de Braide tem um elemento obviamente prático: ele sabe que é mais difícil vencer Neto Evangelista (DEM) ou Rubens Pereira Júnior (PCdoB) em um segundo turno, pelo fato de que estes dois adversários conseguem unir, se não a totalidade, ao menos a maior parte da base do governo Flávio Dino (PCdoB) e da gestão do prefeito Edivaldo Júnior (PDT).

Duarte não tem essa força; ficará isolado e forçará até mesmo aliados da base a cerrar fileiras em torno de Braide.

Por isso a campanha do candidato do Podemos, inteligentemente, atua nos bastidores, influenciando pesquisas, lideranças políticas e sobretudo a imprensa.

Braide não quer repetir o erro de 2016, quando perdeu para as duas máquinas em São Luís.

E Duarte é para ele a tempestade perfeita…

Marco Aurélio D'Eça

5 Comments

  1. Não é só o Braide. O Neto e o Rube s Jr também e muito mais nós que estamos trabalhando para o Duarte chegar ao segundo turno, pois aí venceremos as eleições.
    São Luís é 10.

  2. Nem precisa aglutinar outros políticos no segundo turno quando há uma tendência FORTE e CONSTATADA de Braide, provocada por um discurso vazio e por se constatar que este candidato não oferece nada de novo, a não ser o continuismo do “mais do mesmo”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *