0

Empresas de Transporte em crise de comando em São Luís

Diretores do sindicato que reúne dos donos de ônibus na capital maranhense questionam a legitimidade do presidente Gilson Neto, o Gilsinho, e querem eleição para escolha do novo comando da entidade

 

Gilsinho (de branco) mostra aplicativo de transporte a usuário em Imperatriz; categoria tenta destituí-lo do SET

Às vésperas do fim da atual gestão na prefeitura de São Luís, o Sindicato das Empresas de Transportes (SET) vive crise sem precedentes.

A entidade, que reúne os donos de ônibus que fazem o transporte coletivo na capital maranhense – modernizada na gestão do prefeito Edivaldo Júnior (PDT) – não reconhece a legitimidade do presidente Gilson Neto, o Gilsinho.

GIlson – que chegou ao cargo sem votação da categoria, por decisão do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) – é acusado, inclusive a compra fraudulenta de créditos de transporte.

São as empresas de transporte, que controla, por exemplo – e deveria mantê-lo em condições de uso – os terminais de integração de São Luís, alguns com riscos de desabamento.

Para tentar destituir o presidente, diretores do SET tentam o apoio de toda a categoria.

Antes mesmo do fim da gestão Edivaldo Júnior…

Marco Aurélio D'Eça

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *