2

O desafio de Edivaldo Júnior…

Com forte popularidade ao fim do mandato, prefeito de São Luís terá que ter muito mais que um legado de peso para superar a revolta do PCdoB e de setores mais radicais do governo Flávio Dino com sua neutralidade nas eleições de 2020

 

Edivaldo deixa mandato com forte aceitação popular, mas precisará de um grupo forte para consolidar-se no anos afastados do poder se

O prefeito Edivaldo Júnior (PDT) entra no último mês do seu mandato como o prefeito mais bem avaliado da história de São Luís; com indiscutível popularidade e um legado marcante de obras e serviços, ele encerra a gestão consolidado como liderança política.

Mas não pode contar, no entanto, apenas com seu legado e sua popularidade para se manter em evidência nos próximos anos, sobretudo se sonha com voos mais altos na política.

Para superar a revolta de setores mais radicais do governo Flávio Dino – e sobretudo do PCdoB – com sua neutralidade nas eleições de 2020, Edivaldo vai precisar de um grupo que lhe dê sustentação política, principalmente por que permanecerá anos sem mandato.

O legado é fundamental como história; a popularidade garante o recall eleitoral em uma eventual candidatura, mas é o grupo político que garante a proteção contra ataques e a sustentação do nome entre a população.   

Se perdeu parte da base mais ligada ao governador Flávio Dino, com sua postura, Edivaldo consolidou-se na base do PDT e ganhou novos defensores dentro do grupo que elegeu Eduardo Braide (Podemos).

Há quem inclua o prefeito de São Luís no rol dos possíveis candidatos ao governo na eleições de 2022.

A relação com Eduardo Braide, que agradeceu publicamente sua postura eleitoral, pode ser um gatilho para essas pretensões.

Mas esta é uma outra história…

Marco Aurélio D'Eça

2 Comments

  1. E Sarará tu insiste em dizer que teu Prefeito está com a popularidade em alta? Camarada, só acho que se ele está tão bem assim perdeu a chance de eleger o candidato de Flávio Dino.

    Resp.: Mas por que ele teria que eleger o candidato de Flávio Dino? Ele teria que eleger o candidato dele, não? Flávio Dino que tente eleger o seu, não?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *