1

Simplício lamenta dependência do Brasil de insumos da China

O secretário de Indústria e Comércio Simplício Araújo (Solidariedade) enfatizou a dependência do Brasil de insumos da China na fabricação de vacinas para a CoVID-19.

“O País neste momento está inteiramente dependente da China para garantir mais vacinas à nossa população. Achincalhada por @jairbolsonaro, o governo federal espera que a China envie mais insumos ao @butantanoficial para a coronavac, a vacina do Brasil. Enquanto os cães ladram…”, disse Simplício.

O atraso na chegada do Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA), que causa a demora no início da produção da vacina contra a Covid-19. De acordo com relatório da Anvisa, publicado em outubro de 2020, 95% dos insumos usados para produção de remédios no Brasil vêm do exterior.

A maior parte vem da Índia (37%), que trava a liberação de doses da vacina de Oxford compradas pela Fiocruz, e da China (35%), que produz a matéria-prima das duas vacinas aprovadas neste domingo (17).

Marco Aurélio D'Eça

One Comment

  1. Acorda alice. O brasil é exportador de commodites e importador de insumos desde sempre. Mal tinha a merk para isso, mas foi embora.
    Agora quer culpar o governo federal. Este é o nível dos secretários de dinoquio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *