6

José Reinaldo quer reaproximar Brandão da velha guarda sarneysista

Ex-governador sabe que não terá a base do governo Flávio Dino na campanha do vice-governador; e tem usado a aproximação com o comunista para acenar a deputados, ex-deputados, prefeitos e ex-prefeitos de sua geração, como João Alberto, Hildo Rocha, Arnaldo Melo, Tatá Milhomem, Aderson Lago e Marcone Farias

 

A missão de José Reinaldo é criar uma base partidária para Brandão; como a de Dino está com a juventude, saída é buscar velha guarda, mas identificada com o vice

O vice-governador Carlos Brandão (PSDB) já sabe que não terá o apoio da base do governador Flávio Dino (PCdoB), formada em sua maioria por jovens deputados, prefeitos e vereadores, com dinâmica política diferente da sua.

Este grupo, que tem hoje o controle dos principais partidos no estado, se alinha ao projeto do senador Weverton Rocha (PDT) ou ao do deputado federal Josimar de Maranhãozinho (PL); e deve influenciar diretamente a decisão de Dino sobre o candidato da base.

Foi o próprio Flávio Dino quem disse que iria ouvir os “14 ou 15 partidos da base” para decidir sobre candidaturas em 2022.

Brandão tem dificuldade de se aproximar da ala mais jovem dos aliados de Dino por que é, ele próprio, um político de outra geração. (Entenda aqui,  aqui e também aqui)

Para tentar fazer contraponto a esta força, o ex-governador José Reinaldo Tavares entrou em cena, para reaproximar antigas lideranças do chamado grupo Sarney – e a velha guarda da política sarneysista ainda em atividade – com os quais o próprio Brandão conviveu durante décadas.

Por isso buscou a reaproximação entre Flávio Dino e o ex-governador José Reinaldo Tavares.

O vice-governador já conversou com o ex-senador João Alberto, com o ex-secretário Ricardo Murad e já tentou, inclusive, aproximação com a ex-governadora Roseana Sarney (MDB).

Ele conta também com políticos da velha guarda sarneysista ainda em atividade, como os deputados Hildo Rocha (MDB), César Pires (PV) e Arnaldo Melo (MDB).

A todos, garante espaço de poder assim que assumir o governo, em abril de 2022.

José Reinaldo trabalha não apenas em aproximar Brandão de sarneysistas, mas busca também seus próprios aliados das antigas, como os ex-deputados Sebastião Madeira, Jaime Santana, Marcone Farias e Aderson Lago.

O próprio Brandão sempre foi mais próximo desses políticos, uma vez que fez parte do grupo Sarney durante anos.

E é com este pessoal que quer governar e viabilizar sua candidatura ao governo…

Marco Aurélio D'Eça

6 Comments

  1. Hipocrisia pura blogueiro!!está ficando ridículo essa sua parcialidade contra Brandão!!o PMDB através do Dep RC,não é quem tá doido pra fechar com FD??

    • Marco, a vez é do Brandão e, com humildade e gestos de amizade sincera, irá ganhar a eleição, não só a velha guarda, mas a nova geração de bons políticos, como Felipe Camarão, Duarte Jr. estarão com ele.. assim como esperamos que vc também venha fazer parte, para o bem do povo maranhense.

  2. Só o Flavio Dino tem esse direito de ir ao encontro dos Sarney? Brandão não tem. Blog parcial.

    • Que burro. Dá zero para ele. Brandao não existe, é só uma marionete nas mãos de FD. Caso esse inepto ganhe o governo em 2022, dinossauro seria a eminência parda mais que total e irrestrita a dar as cartas no governo. Por enquanto, a sarneylhada, louca pelo poder (vide gastao, pedro fernandes e ze reinaldo), foi o que restou para FD, os políticos jovens estão pulando do barco.
      Maragatuno e josimar são duas bostas, mas pelo menos são autênticos. De qualquer forma, o MA esta f* e mal pago.

Deixe um comentário para José Samaritano Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *