5

Às vésperas da reunião com Flávio Dino, 7 partidos fecham com Weverton

Líderes nacionais e estaduais de PDT, DEM, PSB, PSL, PRB, Cidadania e PP reúnem-se com o chefe da Casa Civil, Marcelo Tavares, e confirmam que apoiam a pré-candidatura do senador pedetista ao Governo do Estado

 

Gil Cutrim, Cléber Verde e o presidente nacional do PRB, Marcos Pereira, com o senador Weverton no jantar de homenagem a Marcelo Tavares

Embora não tenham sido pauta do jantar de apoio à indicação do deputado Marcelo Tavares ao Tribunal de Contas do Estado, sete representantes partidários reafirmaram como posição política, na última terça-feira, 25, em Brasília, o apoio à candidatura do senador Weverton Rocha (PDT) a governador, em 2022.

Os  presidentes do DEM, Juscelino Filho; do PRB, Cléber Verde; do PSL, Pedro Lucas Fernandes e do Cidadania, Eliziane Gama, disseram a Tavares – atual chefe da Casa Civil do governo Flávio Dino (PCdoB) – que estão fechados com Weverton e vão defender a unidade em torno do nome do pedetista dentro da base governista.

Além deles, apoia Weverton Rocha o presidente do PSB, Luciano Leitoa, que não esteve no encontro de Brasília.

Todos eles estarão na próxima segunda-feira, 31, na reunião convocada por Flávio Dino para discutir as eleições de 2022; Dino também quer a unidade da base.

A novidade no encontro com Marcelo Tavares foi a presença do deputado federal André Fufuca (PP), acompanhado do presidente nacional da legenda, senador Ciro Nogueira (PI), outro a hipotecar apoio a Weverton Rocha.

Osmar Filho teve importante papel na articulação do apoio a Marcelo Tavares, que resultou no jantar de terça-feria, em Brasília

Além dos sete partidos que estão com Weverton, outras cinco legendas já têm definição eleitoral no grupo de 16 agremiações que compõem a base de Flávio Dino.

Três dessas legendas – o PL, o Patriotas e o Avante – fecham com a candidatura do deputado federal Josimar de Maranhãozinho. O Solidariedade tem a candidatura de simplício Araújo; e o PSDB vai com o vice-governador Carlos Brandão.

Apenas PCdoB, PT, PTB e PROS ainda não tomaram posição; e nem devem definir até segunda-feira, dia do encontro com Flávio Dino.

Mas esta é uma outra história…

Marco Aurélio D'Eça

5 Comments

  1. O dia q eu sair da minha casa pra votar num indivíduo da ESTIRPE desse sujeito chamado Weverton Rocha, pode me internar no Nina Rodrigues q estarei DOIDO.

  2. Se juntarem os sete em um liquidificador não dá um inteiro nessa campanha.Os eleitores do Maranhão,em particular os servidores públicos , juntos com seus amigos e familiares ,que estão esquecido há anos, somam uma quantidade expressiva de votos que podem decidir o pleito em2022. Nas próximas eleições,não é partido ou partidos que decidirão o vencedor,visto que,ninguém vota em partido e sim em candidato. Temos o exemplo do passado ,onde o povo votou no Lula e não no PT,o partido dos trabalhadores sempre foi e é até hoje,coadjuvante do Lula. A população está descrente com os atuais políticos e poucos tem credibilidade,o que leva dizer que,o carisma,a simpatia, a humildade fará muita diferença, independente de quem já guarda uma fortuna para comprar votos ,principalmente no interior. Outra coisa importante,será a escolha do vice nas candidatura, muitos são indicado por acordo e as vezes mesmo no meio ,não são novidades e quando falam cansam o povo com gritos e promessas mentirosas.O povo sofre e quer esperança,novidade,sangue novo,honestidade,homens cultos e os grupos que se formam,a maioria tem um passado político duvidoso. Então, se continuar essas mesmice de sempre,ela vai voltar com força total em 2022,que é a abstenção. Rogo ao pai todo poderoso,que nos ilumine e mostre alguém que possa conduzir esse estado que a cada dia fica mais pobre .

  3. Essa pseudo pressão não resolverá a situação entre os dois postulantes. O jogo é bruto. Doido é FD se deixar-se guiar por vontade de líderes partidários que não representam ninguém.

  4. É triste ver um blogueiro, que já teve alguma credibilidade, a serviço de um fora-da-lei.

  5. Marcos vc é acertivo em suas postagens, existe um racha na base Flavio Dino… Agora o palanque multiplo pode até acontecer, mais Governo Brandão membros da Oposição do Grupo Weverton Rocha não terão vez… Vai ter de enfrentar os Leões …. E ai os.menudos vão insistir rm vôo solo?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *