6

Flávio Dino manda recado a Edivaldo Jr: “não apoiaremos bolsonaristas”

Em entrevistas ao “Forum Onze e Meia”, da revista Forum, governador estabeleceu novos critérios para escolha do seu candidato ao governo e adiou para novembro a decisão, exatamente como o blog Marco Aurélio D’Eça já havia adiantado

 

Após oito anos juntos, Flávio Dino e Edivaldo começam a se afastar; Dino não apoia bolsonaristas, segmento com o qual Edivaldo vem flertando

O governador Flávio Dino (PCdoB) praticamente descartou o ex-prefeito Edivaldo Júnior (sem partido) como candidato da sua base em 2022, caso ele mantenha diálogo com grupos bolsonaristas no estado.

– Não apoiaremos bolsonaristas – descartou Dino, ao falar dos critérios para escolha do candidato de suia base.

Após passar quase oito anos flertando com o comunismo e se posicionando com as pautas da esquerda, Edivaldo Júnior deixou o PDT no início do ano e passou a se aproximar de grupos mais próximos ao presidente Jair Bolsonaro.

Evangélico, passou a dialogar com líderes deste segmento; e recebeu o convite público da deputada Mical Damasceno, que hoje controla o PTB maranhense e é abertamente bolsonarista. 

Critérios

Na entrevista, Dino mudou novamente os critérios de escolha do candidato – ele já havia descartado as pesquisas de intenção de votos – e agora mostra pouca importância também aos partidos políticos.

– Respeito os partidos, obviamente a vontade soberana do povo, mas no primeiro momento a pergunta é: qual o candidato que eu vou apoiar? Aí os critérios são esses, mas a gente vai caminhar para decidir isso – ressaltou Dino. (Ouça aqui a entrevista)

Assim como já havia adiantado o blog Marco Aurélio D’Eça, Flávio Dino prorrogou para dezembro a escolha do candidato que terá os eu apoio, diante da dificuldade de unificar a base.

Decisão esta que pode ser adiada para abril do ano que vem, segundo o próprio governador deixou a entender ao 

– Tem vários nome se colocando, o prazo de filiação vai até abril. A princípio, acho que o ideal mesmo é até o fim do ano para poder chegar ao nome, a partir desses critérios – disse o governador.

Marco Aurélio D'Eça

6 Comments

  1. Mesma coisa te falamos comunista, não votaremos em esquerdopatas, portanto, tu és carta fora do baralho.

  2. Espero que Edvaldo corra pra longe desse comunista. Gostaria muito era de ver o Edvaldo como vive do Lahesio Bom fim..

    • Torço para esse Lahesio sair candidato, vai ter tão pouco voto que talvez saia logo da politica.

  3. Quando sair do governo Flávio Dino não vai apitar mais nada. Bom lembrar que sua excelência tirou a voz de todos ao assumir o governo, até de quem ele devia o cargo. Em 2022 não será a hora de dá o troco?

  4. Para Edivaldo e Weverton, uma vez que através de seu compadre, Dep. Juscelino Filho, ambos mantém boa relação com o núcleo Bolsonarista. Não é atoa as torneiras abertas da CODEVASF

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *