2

“Não é momento de flexibilizar uso de máscara”, diz Carlos Lula

Secretário de Saúde do Maranhão, que também preside o Conselho Nacional de Secretários de Saúde, alerta para o alto número de casos e de mortes por  CoVID-19 para orientar o ministro da Saúde a não seguir os arroubos do presidente Jair Bolsonaro

 

Marcelo Queiroga já ouviu a posição do Conass, de Carlos Lula, sobre a sandice de Bolsonaro de retirar as máscaras

O secretário de Saúde do Maranhão, Carlos Eduardo Lula, fez um alerta ao ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, sobre os riscos de flexibilizar o uso de máscaras pela população.

– Ministro, com quase 60 mil casos novos e 1800 mortes por dia, não é momento de flexibilizar o uso de máscaras – disse Lula.

Queiroga foi praticamente intimado pelo presidente Jair Bolsonaro, nesta quinta-feira, 10, a dispensar do uso de máscaras todas as pessoas já vacinadas ou que já tiveram coVID-19.

A nova sandice de Bolsonaro é uma afronta a todos que lutam contra a coVID-19 no Brasil; e mais um desrespeito ás famílias enlutadas

A repercussão de mais essa sandice do presidente foi imediata; mas Queiroga, que demonstra absoluta falta de autonomia no ministério, admitiu estar estudando a determinação .

– Não permita que o não uso de máscaras faça com que nossos terríveis números piorem ainda mais – alertou Lula, que também preside o Conselho Nacional dos Secretários de  Saúde (Conass).

A retirada das máscaras parece mais uma afronta de  Bolsonaro a todos que lutam contra a  CoVID-19 no Brasil…

Marco Aurélio D'Eça

2 Comments

  1. governo Genocida agora quer acabar com a obrigatoriedade das máscara. se com a obrigação muita gente que segue este negacionista não qer usar, imagina sem!….

  2. Só uma perguntinha. Esse pateta é medico, infectologista ou alguma coisa parecida: Esse vagabundo e o pilantra do chefe dele deveriam era dizer onde estão as vacinas que receberam do governo federal e não liberam para população. e se tu fosse um jornalista de verdade, era isso que tu deveria fazer, cobrar desses canalhas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *