7

“Sistema” encontra em Eduardo Leite a terceira via de 2022

Governador do Rio Grande do Sul é apoiado por setores importantes da economia e tem a simpatia da Rede Globo, que já trabalha no debate presidencial uma pauta de inclusão de movimentos LGBTQIA+, de negros e do feminismo

 

Branco, bonito, gay e com índices de eficiência exemplares no Rio Grande do Sul, Eduardo Leite se encaixa no padrão 2022 da “terceira via” na corrida presidencial

Ensaio

A declaração pública sobre sua sexualidade no programa “Conversa com Bial”, da Rede Globo, elevou o governador do Rio Grande do Sul (PSDB) à condição de potencial “terceira via” nas eleições de 2022.

Há tempos o sistema procura uma alternativa à polarização radical entre o atual presidente Jair Bolsonaro (Sem partido) e o ex-presidente Lula (PT); entenda-se por sistema o tripé formado por mercado, Judiciário e grande mídia – Rede Globo à frente.

Está claro que o “sistema” não suporta Bolsonaro; tampouco morre de amores por Lula.

A opção Eduardo Leite começa a ser construída partir de uma pauta pré-estabelecida, incluindo no debate questões como a dos LGBTQIA+, o movimento negro e o feminismo, em voga nas redes sociais.

Ao declarar-se gay em plena semana do “Orgulho LGBTQIA+ – e em um programa como o de Pedro Bial, com forte repercussão entre os formadores de opinião – Eduardo Leite correu um risco calculado.

E foi amplamente amparado pela própria pauta global, que vem dando abertura sistemática às questões gay, aos negros e às mulheres.

Para os incentivadores da “terceira via” a repercussão foi a melhor possível.

Apesar das piadinhas de grupos radicais de ultradireita, a declaração de homossexualidade de Eduardo Leite foi recebida com respeito por candidatos de centro-esquerda, enroscados na própria pauta progressista.

A Rede Globo e seus satélites trataram de manter o assunto em pauta nos dias seguintes, incluindo em horário nobre um programa exclusivo para tratar das “falas de orgulho” de gays, lésbicas, transsexuais, intersexuais e assexuais.

A TV Globo ampliou fortemente a pauta LGBTQIA+ em 2021, numa espécie de ensaio para 2022, onde o tema estará na agenda presidencial

Primeiro candidato a presidente assumidamente gay na história das eleições brasileiras – e ancorado em bons resultados do seu governo no Rio Grande do Sul – Eduardo Leite pode conquistar eleitores à esquerda e à direita.

E tem poder para calar vozes contrárias entre militares e no movimento evangélico, escaldados pelo fracasso da aposta no tresloucado Jair Bolsonaro.

E assim se constrói uma terceira via eleitoral…

Marco Aurélio D'Eça

7 Comments

  1. Pior mesmo é saber que tem gente que defende Lula E Bolsonaro, dois ladrões.

  2. Ó fim mesmo! Primeiro vieram com a historia que o Brasil nunca tinha sido governado por uma mulher. Ai colocaram a guerrilheira terrotista e burra. Olha a merda que deu. Miseria, Corrupção dinheiro desviado dos cofres publicos para financiar ditaduras pelo mundo, 15 milhoes de desempregados e etc. Agora aparece esse blogueiro querendo que um viado seja presidente do Brasil. Imagina o puteiro que isso aqui vai virar. Eu não vejo a hora do presidente decretar intervenção militar nesse pais. Dissolver congresso que é cheio de ladrão, fechar stf, fechar esses meios de comunicação que so vivem do dinheiro publico, para promover viadagem e lesbianismo. e de uma vez por todas acabar com essa pouca vergonha. Mais isso acontecerá muito em breve, e esse bloguim vai deixar de existir. Mais te uma 4ª via pra voces comunistas vagabundos. Voces podem ir embora pra Cuba, Venezuela, Corea do Norte ou China, por que lá vcs são livres pra escrever e falar o que quiserem inclusive fazer propaganda de viadagem e lesbianismo. Ou será que não?

    • Esse tipo de comentário só mostra como os apoiadores de Bolsonaro são a parte podre da espécie humana. O cara critica Cuba, Venezuela, Corea do Norte e China mas apoia a implantação de uma ditadura no Brasil com fechamento do STF e Congrasso… Não tem nem como argumentar com asnos, é perda de tempo… hahahhaha

  3. O brasil não é uma propaganda do boticário ou de outra que satura os comercias com lacração gay ou racial idiota (pleonasmo vicioso). E a globo não é mais o que era anos atrás dona da verdade e das vontades. O brasil é conservador por natureza e um viado nutela não cola. Se fosse pelo menos um clodovil da vida. ..
    E corrigindo: e o sistema não suporta bolsonaro. Ele é como tu e dinóquio que odeiam o presidente e nada com ódio tem bom resultado. E nao adianta atribuir aos outros.

  4. Sem piadinhas é lógico, mas quem é apoiado por uma emissora como a Rede Globo nem merece ser colocado como terceira via. Sinceramente não me importo com a orientação sexual de quem quer ser candidato à Presidência ou a qualquer outro cargo público, respeito o ser humano, mas com esse apoio…, será cobrado caso consiga chegar lá…

    • E o governador do nordeste e do sudeste que também dão ré no kibe? Por que só o do sul pode? Só porque os caras são baixinhos, gordos, feios e ridículos? Sacanagem. Isso sim é preconceito.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *