4

Enquanto isso, Weverton segue em frente…

Líder em todas as pesquisas de intenção de votos, com base partidária e estrutura consolidadas, pré-candidato do PDT acompanha em silêncio as últimas movimentações na base do governo Flávio Dino sobre as eleições de 2022

 

Weverton com Lula; o PT do maranhão pode se movimentar do jeito que quiser, mas a decisão é do ex-presidente e da cúpula nacional

Ensaio

Desde que se reuniu com o ex-presidente Lula (PT) em um hotel de Brasília, na semana passada, dois dias antes de inaugurar o Hospital de Amor – maior empreendimento de saúde já construído a partir da iniciativa de um parlamentar na história do Maranhão – o senador  Weverton Rocha (PDT) viu um turbilhão de idas e vindas surgir na base do governo Flávio Dino (PSB).

E ele acompanha em silêncio toda essa movimentação.

Weverton viu surgir – de uma hora para outra – a candidatura do secretário Felipe Camarão pelo PT, viu petistas lançarem esta candidatura em Pedreiras, o deputado Josimar de Maranhãozinho (PL) partir para cima de Flávio Dino e o vice-governador  Carlos Brandão (PSDB) mostrar insatisfação com a chegada de Camarão ao jogo eleitoral.

Viu também Flávio Dino demitir o titular da Agricultura – que, embora indicado por Maranhãozinho já havia declarado apoio a Brandão – para em seu lugar nomear um petista que já havia declarado a preferência do PT ao seu nome.

E Weverton acompanha em silêncio toda a movimentação.

O senador do PDT lidera todas as pesquisas de intenção de votos dentre os candidatos da base governista; tem em seu palanque o maior conjunto de partidos; e tem no movimento “Maranhão Mais Feliz” o maior número de prefeitos participantes.

Weverton Rocha também já sabe que, tanto Lula quanto a cúpula do PT nacional, já definiram que o apoio do partido no Maranhão é para sua candidatura; mas já disse ao próprio Lula que, político que é, saberá entender as contingências da política.

Por isso o pré-candidato do PDT acompanha em silêncio todo o turbilhão de idas e vindas do governo.

Weverton segue em pré-campanha com o movimento “Maranhão mais Feliz”, que tem sua próxima edição em Peritoró

Weverton Rocha é o único candidato a governador na base do governo Flávio Dino que depende apenas se si próprio para entrar ou não na disputa de 2022.

Por isso é que acompanha à distância o turbilhão de idas e vindas de Flávio Dino.

À distância e em silêncio…

Marco Aurélio D'Eça

4 Comments

  1. WR não será o Governador do MA. Quando a campanha começar a rejeição dele sobe. Aí é Brandão ou Edvaldo Jr, sendo que este último sairá de slz com expressiva votação.

  2. Não quero nem imaginar, um ladrão desses no comando do estado. Ai mesmo que o estado vai ficar mais pobre.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *