4

Tudo dentro do previsto na pré-campanha…

Movimentos do vice-governador Carlos Brandão após ser apontado como “escolha pessoal” do governador Flávio Dino foram desenhados pelo senador Weverton Rocha pelo menos três meses antes; até as ações midiático-policiais contra o deputado Josimar Maranhãozinho estavam dentro do script das eleições de 2022

 

Na conversa de Barreiri9nhas, em setembro, Weverton traçou, com precisão milimétrica, ao titular do blog todos os acontecimentos eleitorais deste fim de ano

Análise de conjuntura

 

No dia 2 de dezembro, o blog Marco Aurélio D’Eça publicou  o post “Inseguro como candidato de Dino, Brandão contabiliza até partidos adversários…”

No texto, o titular do blog revelou uma conversa sua com o senador Weverton Rocha (PDT), em Barreiri9nhas, ainda em setembro, quando lhe foi exposto exatamente tudo o que está ocorrendo nesta fase da campanha.

À época, Weverton apontou que, em novembro – como, de fato, ocorreu – Flávio Dino (PSB) iria anunciar seu “apoio pessoal” ao vice Carlos Brandão (PSDB); e que, após isto, uma série de de ações midiáticas tentariam gerar fatos positivos em torno do tucano.

– A partir de então, passaremos a sofrer uma inclemente onda de notícias negativas, apontando nosso esvaziamento e até uma debandada geral da nossa campanha; isso tudo deve durar em torno de 30 a 45 dias, e precisamos suportar esta pressão e controlar a ansiedade, já que está tudo dentro do script – disse Weverton, exibindo um impressionante controle da situação e uma forte segurança em seu projeto.

Tudo está acontecendo exatamente como previu o senador.

A onda de notícias dando conta de apoios a Brandão – muitos dos quais de gente que já estava com ele desde o início – é uma forma de estabelecer consistência à candidatura do vice, que ainda patina nas pesquisas, mesmo quase 15 dias depois da declaração de apoio do governador.

Mas não apenas a onda de notícias em torno de Brandão e Weverton era esperada para esta fase da pré-campanha; os “ataques” midiático-policiais contra o deputado federal Josimar de Maranhãozinho (PL) também está dentro do script traçado pelos estrategistas de campanha desde o início do ano.

O uso da máquina do governo Flávio Dino contra Maranhãozinho foi prevista, sobretudo, pela parte da mídia alinhada ao Palácio dos Leões; e estes mesmos veículos dizem que assim será também com Weverton.

Na conversa de Barreirinhas com o titular do blog Marco Aurélio D’Eça, Weverton Rocha estabeleceu também que a partir do fim de dezembro a realidade da campanha irá se impor ao projeto Flávio Dino/Brandão.

Realidade que já começa a se desenhar nos bastidores e envolve figuras de peso da política, além de personagens da linha de frente das eleições.

Mas esta é uma outra história… 

Marco Aurélio D'Eça

4 Comments

  1. Queria entender o q o Senador espera para se aproximar de Roseana para ser a senadora do seu grupo já q Flávio Dino não o quer como candidato e pq não chama Josimar para indicar Detinha como você aí já era papai já era Flavete

  2. Em Barreirinhas? Foi na mansão cinematográfica dele, que tem até bar flutuantes sobre o Rio Preguiças?

  3. Falou, falou e não disse nada.

    É fácil falar do que já aconteceu, difícil é falar do que está por vir. Escreve aí quais os próximos desdobramentos, quem mais vai romper, quais os secretários vão sair, o que vai acontecer em janeiro e qual vai ser o destino de Weverton

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *