5

Obsessão de Flávio Dino é superar votação de Weverton ao Senado

Governador convive há quatro anos com o incômodo de ter visto o senador pedetista chegar a quase 2 milhões de votos nas eleições de 2018; e faz agora qualquer negócio para sair das urnas com votação ainda maior

 

Flávio Dino não suportou ver Weverton Rocha superar sua própria votação em 2018; e agora faz qualquer negócio para superar 2 milhões de votos de outubro

Um dos maiores incômodos causados pelo senador Weverton Rocha (PDT) no governador  Flávio Dino (PSB) foi a sua eleição ao Senado, em 2018, quando o pedetista obteve quase 2 milhões de votos, superando a votação do próprio Dino.

Há quatro anos Dino convive com esta “inveja”.

E é com isso na cabeça que o governador trabalha de todas as formas, negocia o governo de todas as formas, e faz alianças de todas as formas, para superar a votação do “aliado”.

Em outubro, Dino espera com incontida ansiedade superar a casa dos 2 milhões de votos.

Mas este sonho parece cada vez mais distante para o governador.

Mesmo com o apoio de quatro candidatos a governador  – o próprio Weverton, que lidera as pesquisas, o vice-governador Carlos Brandão (PSDB), o ex-secretário Simplício Araújo (solidariedade) e o ex-prefeito Edivaldo Júnior (PSD) – Dino ainda não conseguiu atingir a maioria absoluta dos votos, ficando sempre abaixo dos 50% na preferência do eleitorado.

O fracasso do governo comunista em áreas importantes como o combate à pobreza e o desenvolvimento econômico do estado pesam na cabeça do eleitor contra Flávio Dino.

Além disso, ele convive com a ameaça constante de outros candidatos, como o senador Roberto Rocha (PSDB) ou o deputado federal Josimar Maranhãozinho (PL), que, embora possam não fazer frente ao comunista, têm força para polarizar a disputa senatorial.

Estaria nesse desejo incontido de superar Weverton Rocha o andar atabalhoado de Flávio Dino em busca de alianças em todos os níveis, capazes de dar a votação que ele espera em outubro.

Flávio Dino não quer apenas a eleição de senador, mas a superação da votação de Weverton.

E é com esta coisa na cabeça que ele vai dormir todas as noites…  

Marco Aurélio D'Eça

5 Comments

  1. O Brandão vai dar o troco no Flávio Dino depois da sua vitória. Até hoje esse gordo não permitiu que o seu vice sentasse logo como governador,´para poder agradar o Weverton e não demitir os apadrinhados do PDT. Muda Brandão! Dê o mesmo remédio para esse governador deu ao José Reinaldo,Raiva.

  2. O momento e o tempo são outros e esse governador,traiu o seu povo,falo dos milhões de servidores públicos,que tinha nele a esperança de dias melhore ,mas foi uma decepção geral. O Flávio ficou por oito anos no governo e o o que deixará como lembrança para esses guerreiros,é a pobreza onde muitos não poderão se aposentar,por não ter reaberto o PGCE e um endividamento desses pobres com empréstimos consignados para poder comer. Ele esquece que perdeu milhões de voto e nunca poderá ultrapassar o seu apadrinhado weverton problemático

  3. Deixa ver se entendi, quer dizer que a “obsessão” do Criador é superar o Monstro que ele mesmo criou ?? E eu querendo saber que D.R.O.G.A. é essa que o blogueiro usa pra noiar a mente ??!!

  4. Balela essa estória de recordista. Eram duas vagas em disputa. E a eleição de WR ele deve a Dino que colocou ele nas costas, como vai fazer com Brandao que vai ganhar tranquilo a eleição

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *