8

Brandão abriga em secretaria pastora bolsomínion intolerante religiosa…

Ao emitir Nota de Solidariedade em favor de um pastor-agressor amigo, titular da Secretaria de Relações Institucionais, pastora Sílvia Carla Ferreira, agride a Casa Fanti-Ashanti, vítima de ataques de grupos evangélicos igualmente intolerantes

 

A nota da pastora, com chancela da pasta e do governo Brandão

Ligado historicamente aos valores da extrema-direita reacionária, o governador-tampão Carlos Brandão (PSB) acabou por abrigar em seu govenro uma secretária bolsomínion abertamente intolerante religiosa e sectária.

Trata-se de Sílvia Carla Ferreira, titular da Secretaria de Relações Institucionais.

Em sua primeira chamada pública a um posicionamento, a secretária, que é pastora evangélica, acabou por reforçar a intolerância religiosa cometida por evangélicos contra a Casa Fanti-Ashanti, tradicional espaço de candomblé no Maranhão.

No dia 24 de abril, membros da Igreja Ministério Gideões Casa de Oração, liderados pelo pastor Charles Douglas Santos, foram para a frente da Casa Fanti-Ashanti promover um culto  com provocações e agressões aos membros da religião africana.

E o que fez a secretária-pastora Sílvia Carla Ferreira? emitiu nota em nome de sua secretaria no governo Brandão para defender, não o terreiro atacado, mas o pastor agressor.

A pastora-secretária e o marido com o pastor José Coutinho: intolerância religiosa com carimbo oficial do governo Brandão

A nota repercutiu negativamente em todo o Maranhão, o que levou Sílvia Carla a apagá-la.

A pastora-secretária herdou do marido o posto no governo, o também pastor Enos Ferreira.

Depois da nota intolerante, ela se calou sobre o assunto… 

Sem categoria

Marco Aurélio D'Eça

8 Comments

  1. Adorei saber desse termo,Seus bostas que enganam o homem,mas não engana a DEUS

  2. Mas, caro jornalista, não é o seu estimado Weverton quem anda colado em pastores bolsonaristas, aqueles do Ministério da Educação?

  3. Essa matéria com pastores corruptos não merecem destaque e famíla que vive unida vence unida e paga no futuro unida. Deus não dorme! Uma vergonha para a ASSEMBLEIA DE DEUS!

    • Caro jornalista, o sr acusa a secretária de intolerância e age da mesma forma com quem é contrário à sua visão.
      Esse é um dos problemas da esquerda: faça o que digo, mas não faça o que faço.

  4. Analfabeto de questões sacerdotais. Não precisa usa foto alheia e comentar o que tu não sabe rapá. Na igreja dela nao existe o termo Pastora e essa mulher tem caráter, respaldo e boa reputação. Diferente de ti covarde. Porque apagou o outro comentário?

  5. Você além de despreparado, é analfabeto sobre algumas questões hierárquicas. Na igreja dela não existe o termo pastora e pior seria se ela, como cristã, não se posicionasse. Acredito que tua deves está sem conteúdo e provavelmente sem ter o que fazer.
    A Silvia tem caráter e reputação, diferente de tu.

  6. Boa Noite,
    Posta algo sobre o politico Weverton Rocha, para assim me posicionar contra a pré candidatura do mesmo,.

    Respo.: Há diversos posts sobre o senador neste blog. Pesquise e encontrará.

  7. blogueiro, usar o termo bolsominion , seja lá para quem for, vindo de um dos pilares da inforção politica do MA, é algo deplorável e incompativel com a etica(?) jornalistica. Isso atitude anti-democratica classica, pois para que chama-la de Bolsominion? Só pq o presidente não se encaixa nos “padrões” para aglutinar forças para seus desejos convenientes?? Seja lá quais forem os motivos, tenha o minimo de compustura jornalistica.

    Resp.: Bolsomínion é o termo usado pelo próprio Bolsonaro para designar seus seguidores. Não fui eu quem criou, foi o presidente. Aliás, ele usou termos ainda mais pesados para tratar seus apoiadores “Seus bostas”, por exemplo, foi um deles.

Deixe um comentário para Aragão Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *