1

Brandão mostra forte incômodo com Felipe Camarão e mente sobre relação com o vice…

Governador-tampão afastado tenta forçar a barra e mostrar plena saúde para evitar o clima de troca de sua candidatura pelo ex-secretário de Educação; e na tentativa de desqualificar o próprio companheiro de chapa, diz ter sido o responsável pela aproximação do petista de Flávio Dino

 

Ainda bastante abatido pela doença nos rins, Brandão tenta, diariamente, mostrar força para encarar a dura campanha que tem pela frente

O governador-tampão afastado Carlos Brandão (PSB) acabou cometendo uma injustiça contra o seu futuro companheiro de chapa, Felipe Camarão (PT).

Em mais uma das entrevistas quase diárias à rádio Mirante AM – mostrando forte incômodo com o clima de substituição de sua candidatura pela de Camarão – o Tampão acabou mentindo sobre a história do seu pré-vice.

– Eu que levei Felipe ao Flávio, que não o conhecia. Isso tudo é estratégia da oposição para tentar desestruturar a minha pré-campanha – afirmou Brandão, em entrevista republicada no blog do radialista Jorge Aragão. (Leia aqui)

O governador-tampão mentiu sobre o companheiro de chapa.

Na verdade, ele, Brandão, é que não conhecia o próprio vice, que já convivia com o ex-governador Flávio Dino (PSB) desde a época de faculdade; Felipe foi aluno de Flávio Dino na faculdade de Direito da Universidade Federal do Maranhão, desde quando o comunista ainda nem sonhava ser governador.

O ex-secretário de Educação foi indicado ao ex-governador pelo hoje desembargador federal Ney Bello.

Ele faz parte do chamado “Time do Ney” no governo Dino, formado por um grupo de ex-alunos da dupla Dino e Belo, que tem ainda Diego Galdino, Duarte Júnior e outros jovens garotos hoje no governo Brandão.

Camarão tem sido mostrado ao eleitor maranhense no interior quase que como o futuro governador, o que incomoda fortemente Brandão

Mas a declaração de Brandão à Mirante revela forte incômodo do governador-tampão com a movimentação do companheiro de chapa.

Doente, internado há quase 40 dias, Brandão vê crescer entre aliados um clima de substituição do seu nome pelo de Felipe Camarão; e usa a mídia alinhada ao Palácio dos Leões para tentar, diariamente, mostrar condições de saúde para encarar a dura campanha que vem pela frente.  

– Quando eu chegar ai eu vou mostrar à oposição como se faz política com respeito e com trabalho – afirma o governador, quase como um mantra repetido por blogs alinhados.

Mas não é a primeira vez que Brandão manda recado a Flávio Dino e Felipe Camarão.

Na semana passada, ele postou foto ao lado do ex-governador Jackson Lago (PDT) com uma declaração enigmática: “Jackson vive”.

Na época, ficou claro o incômodo com a movimentação de Felipe Camarão, apresentado como candidato a grupos de políticos do interior.

Mesmo forçando a barra pela manutenção da candidatura, porém, Brandão não sabe quando retorna ao Maranhão.

– Eu costumo não cravar data até porque não depende de mim – admitiu, na mesma entrevista…

Marco Aurélio D'Eça

One Comment

  1. Essa turma de direito que infestou o governo estadual era como se tivesse somente semi-deuses. Uma pose, um orgulho, uma superioridade infundada e inexistente. Acreditavam que, por serem advogados, eram infalíveis e se encerrasem em si. Acabaram com o MA. Capitaneados pela porca gorda.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *