0

Fábio quer acompanhamento da Câmara no caos do ferry boat…

Em forte discurso sobre o legado de Flávio Dino nestes 100 dias de governo Brandão, vereador pedetista diz que a intervenção comunista perpetrada pelo ex-governador Flávio Dino sucateou o transporte entre São Luís e Cujupe e deixou o Maranhão mais miserável

 

Apenas duas embarcações estão operando no serviço de ferry boat entre São Luís e Cujupe, o que aumenta o caos deixado após intervenção de Flávio Dino

O vereador Fábio Câmara (PDT) voltou nesta terça-feira, 12, a discursar sobre o legado de Flávio Dino (PSB) ao Maranhão, após sete anos de governo; e apontou um rosário de fracassos e miséria, a exemplo do sucateamento do ferry boat, do apodrecimento da Lagoa da Jansén e do aumento do número de pobres no estado.

Curiosamente, nesta terça-feira, 12, também deveria ser comemorado os primeiros 100 dias de mandato-tampão do sucessor Carlos Brandão (PSB), mas a data passou em branco pela falta de ações e de projetos.

– Hoje, 12 de Julho de 2022, a Agencia Estadual de Mobilidade Urbana anunciou que apenas duas embarcações estarão fazendo a travessia Ponta da Espera/Cujupe por conta de necessária manutenção. E o tal ferry que foi propagado como “novo” foi reprovado; e os problemas seguem mantidos e estendidos a afligirem a capital, a baixada e os baixadeiros sofridos sem que qualquer solução definitiva seja efetivamente apontada – discursou Câmara.

Em um discurso polêmico, com forte repercussão em plenário – e tentativas de aliados de defender o governo-tampão – Câmara destrinchou o legado deixado por Flávio Dino, de miséria e fracassos.

– Flávio Dino assumiu o governo do Maranhão fazendo o que ele faz de melhor – criticando os outros – e prometendo qualificar o serviço. Operavam no sistema 6 naus! O arauto das mudanças decreta intervenção no serviço e desde então a qualidade só deteriora e abre-se uma contagem regressiva cruel: de 6 ferrys reduz-se para 5; de 5 para 4 e agora no desgoverno Brandão Júnior, de 3 só restam duas embarcações operando – destacou.

Fábio Câmara lembrou que a desgraça no ferry boat maranhense foi gerada por Flávio Dino, que deixou um legado de fracassos para Brandão

Nesta terça-feira, 12, ao completar 100 dias de governo, Brandão anunciou que vai à Justiça para tentar fazer navegar o ferry velho que trouxe do Pará e que foi condenado pelo Ministério Público Federal e estadual e proibido de operar pela Capitania dos Portos.

– justiça se faça a Brandão Júnior! O pai dessa criança doente e problemática chamada de transporte de ferry boat no Maranhão é Flávio Dino interventor! O menino adoentado e problema tem registro etário de 7 anos com Dino e mais 50 e tantos com os Sarney, que Dino outrora criticava e a quem hoje se alia descaradamente – lembrou o vereador do PDT.

Há dois dias no Parlamento Municipal, Câmara promete usar o período parlamentar para destrinchar o legado de fracasso e miséria deixado por Flávio Dino.

O que tem incendiado a Câmara Municipal…

Sem categoria

Marco Aurélio D'Eça

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *