0

Críticas a Flávio Dino vêm desde 2020, diz Weverton

Senador diz que seu apoio ao prefeito Eduardo Braide nas eleições municipais já havia deixado claro que ele já não concordava com os métodos políticos usados pelo comunista no Maranhão

 

Weverton ressaltou nesta quinta-feira, 14, pontos de sua atuação política de diálogo com todas as correntes políticas

O pré-candidato do PDT ao Governo do Estado, senador Weverton Rocha (PDT), explicou hoje que suas divergências com ex-governador Flávio Dino (PSB) quanto aos métodos políticos usados no Maranhão se arrastam desde 2020.

Naquela época, foi exatamente por discordar da política de imposições usadas por Flávio Dino, que o pedetista decidiu apoiar a eleição do prefeito Eduardo Braide (sem partido).

O mesmo método de 2020 Flávio Dino tentou usar em 2022, ao tentar impor à base sua “escolha pessoal” pelo vice Carlos Brandão (PSB).

Segundo Weverton, essa forma autoritária do comunista se impor politicamente prejudicou fortemente o Maranhão, com a polarização desnecessária com o Governo Federal.

Não tenha dúvida de que, eleito, eu vou bater na porta do presidente para buscar ajuda para o Maranhão, independentemente do resultado das eleições afirmou o senador, em entrevista ao programa Bastidores, da TV Mirante.

A mesma relação de parceria o senador pretende, no governo, manter com as prefeituras maranhenses, a exemplo do que já ocorre com São Luís.

Weverton tem destinado recursos federais para a gestão de Eduardo Braide, que já reconheceu seu gesto e declarou apoio à candidatura do senador.

Braide é o principal eleitor da capital maranhense e terá forte influência no processo eleitoral de outubro.

 

 

Sem categoria

Marco Aurélio D'Eça

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *