0

Brandão publica contrato com Eduardo DP no mesmo dia da prisão do empresário

Tido pela Polícia Federal como “chefe de uma organização criminosa” especializada em fraudar contratos públicos,  tem ligações históricas com o governo comunista do Maranhão, de onde já levou mais de meio bilhão de reais em contratos

Flávio Dino e Márcio Jerry nunca tiveram constrangimento em posar com o Imperador “chefe de organização criminosa”, como apontou a Polícia Federal

No momento em que estava sendo preso pela Polícia Federal, nesta quarta-feira, 20, o empresário Eduardo DP, “apontado como “chefe de uma organização criminosa” especializada em fraudar contratos públicos, tinha mais motivos para sorrir.

Mesmo diante da prisão, o governo Carlos Brandão (PSB) publicava mais um contrato de R$ 22 milhões abocanhado pelo empresário, cujo apelido, Imperador, ajudou a batizar a operação da PF.

Eduardo é velho conhecido do governo comunista desde os tempos de Flávio Dino (PSB).

Cleyton Noleto chega a lamber os beiços diante de contrato de mais de R$ 200 milhões celebrados com as empresas de Eduardo DP

Tem contratos milionários na Secretaria de Infraestrutura e na Secretaria de Cidades, chefiadas pelos candidatos a deputado federal Cleyton Noleto e Márcio Jerry.

Nem Jerry, nem Noleto, e muito menos Dino e Brandão se importavam em posar para fotos com o empresário, que, não de hoje, vem sendo investigado pela Polícia Federal.

E o próprio governo Flávio Dino já realizou operação policial contra Eduardo DP.

Depois, todos se sentaram na mesma mesa dos escarnecedores.

E fazem até hoje a festa com dinheiro público…

Sem categoria

Marco Aurélio D'Eça

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *