19

A estranha postura de César Bombeiro…

8123-7881 116

A seta vermelha indica César Bombeiro entre sua turma; perceba Flávio Dino no centro da imagem, com uma criança

Diante da crise da Segurança Pública – que mobiliza opiniões e movimentos políticos no Maranhão e fora dele – a estranha postura de um de seus atores tem chamado a atenção deste blog.

César Bombeiro – que apesar do nome é agente penitenciário e um dos comandantes do sindicato da categoria – tem ação abertamente política e de enfrentamento ao governo e ao sistema prisional.

Seja nos bastidores da atividade no Complexo de Pedrinhas, seja no envolvimento com partidos e líderes políticos.

César Bombeiro é ligado ao PT – partido pelo qual foi candidato a vereador –  e ao PCdoB.

Na campanha de 2012 apoiou o então candidato Edivaldo Holanda Júnior (PTC) sob orientação do chefão comunista Flávio Dino. Chegou a posar com o dois em várias imagens.

E estava na reunião do controverso Comitê Militar de apoio a Holandinha, que quase levou às favas a candidatura do atual prefeito.

http://blog.jornalpequeno.com.br/johncutrim/files/2013/08/bombeiro.jpg

O militante sinical como candiato a vereador

Mas a ação do sindicalista é muito mais intensa no ambiente turbulento de Pedrinhas do que se imagina.

Foi César Bombeiro, por exemplo, quem repassou ao juiz Douglas Martins o vídeo fraudulento de um suposto detento de Pedrinhas com a perna rasgada, citado no relatório do juiz ao CNJ, e que acabou por desmoralizar o documento.

Recebi as imagens do César Bombeiro e, para não correr o risco de pecar por omissão, coloquei-as no relatório – disse o juiz ao jornal O Imparcial.

Foi o sindicato controlado por Bombeiro quem também repassou ao jornal Folha de S. Paulo o vídeo com imagens de presos mortos e decapitados dentro do complexo.

E aí vem o detalhe que chama a atenção: o vídeo, segundo a própria Folha de S. Paulo, foi feito pelos próprios detentos. (Leia qui)

Pergunta-se: como César Bombeiro teve acesso a um vídeo feito por detentos? E quem deu o celular aos detentos para fazer a filmagem?

Pelo que se lê no jornal paulista, os presos tinham mesmo a intenção de fazer o vídeo para ser divulgado. Tanto que uns orientam os outros sobre enquadramento, o que sugere uma orientação externa para a filmagem.

César Bombeiro, o servidor público penitenciário,  ativista sindical, o militante político, tem, portanto, que explicar claramente como se movimenta dentro do Complexo de Pedrinhas.

E é a partir dele que se poderá encontrar as causas das ações marginais no presídio.

É simples assim…

Leia também:

Sindspen precisa explicar como teve acesso a vídeo feito por presos de Pedrinhas

E agora, o que acontece com César Bombeiro???

 

1

E agora, o que acontece com César Bombeiro?

O juiz Douglas Martins, responsável pelo envio do vídeo falso ao Conselho Nacional de Justiça havia dito que o agente penitenciário César Bombeiro forneceu o vídeo.

Recebi as imagens do César Bombeiro e, para não correr o risco de pecar por omissão, coloquei-as no relatório – disse ele, como relata o Jornal O Imparcial.

Errou.

O vídeo está há cverca de dois anos na Internet, e foi usado como sendo de um preso de Pedrinhas para desmoralizar o sistema de Segurança.

Mas é também preciso que César Bombeiro seja responsabilizado pelo fornecimento do vídeo.

Fica agora a espera por medidas mais enérgicas do Governo do Maranhão…

0

Assembleia realiza sessão solene proposta por César Pires em homenagem ao CFO

Os 25 anos de fundação do Curso de Formação de Oficiais (CFO), implantado na Universidade Estadual do Maranhão (Uema) em parceria com a Polícia Militar (PMMA) foram comemorados quinta-feira na Assembleia Legislativa, em sessão solene proposta pelo deputado César Pires.

Cadetes, oficiais e outras autoridades da PM, do Corpo de Bombeiros do Maranhão e da Uema lotaram a galeria e o plenário Deputado Nagib Haickel, numa das mais concorridas solenidades realizadas no Legislativo estadual.

César Pires salientou a importância do reconhecimento à contribuição que o CFO tem dado ao Maranhão, por meio da formação de oficiais para a Polícia Militar e Corpo de Bombeiros.Embora tenha sido criado em gestão anterior, somente no período em que César Pires ocupou o cargo de reitor é que o CFO foi reconhecido e equiparado aos demais cursos de nível superior, dando aos seus alunos a oportunidade de acesso a outros níveis de formação acadêmica.

“Tenho o orgulho de ter contribuído para a consolidação dessa importante iniciativa, pois o CFO foi reconhecido pelo Conselho Estadual de Educação em 2000, durante a minha gestão como reitor da Uema. Não há como negar a excelência da formação que têm recebido todos aqueles que concluíram esse curso, ao longo desses 25 anos”, ressaltou César Pires.

O reitor da Uema, professor Gustavo Pereira da Costa, parabenizou a Assembleia Legislativa e, em especial, o deputado César Pires, pela iniciativa de comemorar o aniversário de fundação do Curso de Formação de Oficiais. De acordo com informações do reitor, o CFO foi reconhecido por meio da Resolução 195/2000-CEE, de 25 de maio de 2000, fruto do convênio UemaA/PMMA/CBM. Tem duração de quatro anos, com carga horária de 4.860 horas aulas.

Ao término do CFO, atendendo a todos os requisitos e exigências legais, o cadete PM é declarado aspirante a Oficial PM, recebendo a estrela de aspirante Oficial como símbolo da autoridade e da responsabilidade que terá diante da sociedade no sentido de defendê-la e promover todos os esforços para o seu engrandecimento, tendo a honra de pertencer à Polícia Militar do Estado.

“O Maranhão rompeu com as tradições históricas de outros estados. Oficialatos daqui do Maranhão se deslocavam para Natal e para o Rio de Janeiro, e a Uema abriu este horizonte permitindo que hoje grande parte dos tenentes-coronéis, dos coronéis, dos majores, dos capitães fosse formada pelo CFO. Hoje muitos mestres, alguns estão fazendo doutorado”, discursou César Pires.

0

César Pires destaca importância do CFO na formação de oficiais militares…

César Pires se orgulha de, como reitor da Uema, ter criado o CFO

O deputado César Pires destacou nesta terça-feira a história do Curso de Formação de Oficiais (CFO), implantado na Universidade Estadual do Maranhão (Uema) em parceria com a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros do Maranhão, que este ano completa 25 anos de existência. Ele propôs a realização de uma sessão solene, a ser realizada em março, para homenagear e reconhecer a importância do CFO para a formação dos oficiais que hoje integram as duas corporações.

Reconhecendo que não foi ele o responsável pela criação do CFO, César Pires disse ter orgulho de, como reitor da Uema, ter obtido a autorização (Resolução nº 161, de 1998) e o reconhecimento do curso pelo Conselho Estadual de Educação, por meio da Resolução nº 1195/2000, sem o que não se poderia emitir a diplomação.

“Antigamente, nossos oficiais eram formados no Ceará e no Rio Grande do Norte, até que em 1992, quando eu ainda era pró-reitor da Uema, foi criado o CFO. Posteriormente coube a mim, já como reitor, a responsabilidade de obter o reconhecimento do curso, permitindo que o oficialato egresso daquela academia possa hoje ingressar em qualquer outro curso de nível superior”, relembrou ele.

Citando vários oficiais da Polícia Militar formados pelo CFO, entre eles os tenentes-coronéis Jinkings, Santana, Diógenes e Sales Neto, e os majores Chagas e Silva Castro, que colaram grau com o então reitor César Pires, o deputado ressaltou que o reconhecimento do curso qualificou a formação desses oficiais. E acrescentou que muitos deram continuidade à sua história acadêmica, como o tenente-coronel Frank e o coronel Leite, que ingressaram no mestrado.

Sempre enfatizando ter orgulho do seu legado acadêmico, César Pires defendeu que a Assembleia Legislativa faça um reconhecimento público da importância do CFO.

“Por isso propus a realização de uma sessão solene dia 22 de março, para homenagear os que construíram essa história, pois hoje nós é que estamos formando oficiais para outros estados. Ninguém pode negar a importância dessa formação para uma corporação milenar, com quase 10 mil pessoas, cujo oficialato, em sua grande maioria, tem nível superior graças ao CFO. Por isso fico muito feliz de ter podido contribuir com a formação desses oficiais”, declarou o ex-reitor.

Segundo informou César Pires, hoje a procura pelo CFO é muito maior que pelo curso de Medicina, e alguns abandonam outros cursos para ingressar no CFO. Ele destacou a grandeza do curso ao enfatizar que ao longo desses 25 anos vem sido coordenado por mestres ou doutores.

“É um trabalho feito pelo cérebro, pelo talento, por pessoas capacitadas que estão formando oficiais qualificados para as nossas corporações”, finalizou.

2

César Pires na luta contra adulteração de bombas de combustíveis…

cesarpires1O deputado César Pires (DEM) voltou ao tema da adulteração das bombas de combustíveis no Maranhão, assunto que já rendeu, inclusive, forte repercussão na mídia nacional.

Por intermédio da Assembleia Legislativa, o parlamentar pediu informações ao Instituto de Metrologia e Qualidade Industrial do Maranhão (INMEQ).

– Pedimos que seja detalhado nome, endereço e o número das bombas dos postos de combustíveis autuados ou interditados pela fiscalização da Força Tarefa – ressaltou o deputado.

Segundo César Pires, uma Força Tarefa composta pela Agência Nacional do Petróleo (ANP), Secretaria de Estado da Fazenda, Corpo de Bombeiros e Polícia Militar do Maranhão detectou irregularidades em 69 postos de combustíveis, numa fiscalização efetuada em São Luís.

De acordo com o deputado, estes fatos foram noticiados na imprensa local e foi motivo de pronunciamento proferido por ele, na tribuna da Assembleia Legislativa.

4

Presença de lideranças em ato reafirma a força de Eduardo Braide em São Luís

Filiação do deputado federal ao Podemos exibiu o favoritismo de sua candidatura na disputa pela Prefeitura de São Luís, reforçou sua independência política e mostrou que será muito difícil vencê-lo em 2020

 

Juntamente com Marcial Lima, Braide exibe a ficha de filiação ao Podemos, partido pelo qual vai disputar a eleição em São Luís

Nada menos que 13 vereadores de São Luís estiveram presentes: Marcial Lima, Aldir Júnior, Antônio Garcês, César Bombeiro, Estevão Aragão, Francisco Chaguinhas, Genival Alves, Josué Pinheiro, Marquinhos, Melk, Pereirinha, Sá Marques e Umbelino Júnior.

A filiação de Eduardo Braide ao Podemos reuniu também o senador Roberto Rocha (PSDB0, os deptuados federais pastor Gildenemyr e Júnior Lourenço, e o deputado estadual Hélio Soares.

“Hoje é um dia de muita alegria em nossa caminhada. Mas sobretudo, é um dia de gratidão por tanto apoio nessa minha escolha. A nossa ida para o Podemos significa a continuidade da nossa independência, do nosso objetivo de trabalhar por uma São Luís diferente, por um Maranhão melhor. Nós podemos e juntos vamos fazer a diferença!”, destacou o deputado Eduardo Braide.

A multidão de lideranças que foi à filiação do deputado mostra o tamanho de sua liderança hoje no Maranhão

Mas a força do deputado na disputa em São Luís pôde ser vista também na presença do ex-governador José Reinaldo Tavares  e de vários ex-deputados federais e estaduais e ex-vereadores, como Aderson Lago, Sebastião Madeira, Jaime Santana, Júnior Verde, Roberto Rocha Júnior e Marlon Garcia.

Braide reafirma sua candidatura a prefeito e mostra sua independência política filiando-se ao Podemos.

E será muito difícil vencê-lo em 2020…

5

Direita maranhense confirma Allan Garcês como opção em São Luís…

Médico recebeu a chancela do movimento para concorrer à prefeitura, em encontro que reuniu cerca de 300 pessoas, entre empresários, políticos e populares

 

GARCÊS FEZ CONTUNDENTE DISCURSO, em encontro coma presença de vereadores, prefeitos e lideranças empresariais de direita em São Luís

O médico Allan Garcês (PSL) recebeu neste domingo, 19, a chancela da União da Direita Maranhense (UDM) para concorrer à Prefeitura de São Luís em 2020.

Em encontro com cerca de 300 pessoas – entre elas os vereadores Ricardo Diniz, César Bombeiro, Joãozinho e Antonio Garcês – o próprio Allan reafirmou seu desejo de candidatar-se.

O AUDITÓRIO DO LOCAL DO EVENTO FICOU LOTADO para ouvir as propostas do candidato a prefeito de São Luís

– São Luís precisa de um choque de mudança e gestão, principalmente no campo da Saúde e da Educação, áreas que atuo profissionalmente há muitos anos e conheço profundamente a realidade da capital. Destaco ainda a necessidade de melhorias na mobilidade urbana, na segurança; e projeto uma “São Luís Inteligente”, com uso da tecnologia de informática afim de colocar a capital no patamar de desenvolvimento de cidade grandes – discursou.

OS CHAMADOS PATRIOTAS COMPUSERAM A MESA DOS TRABALHOS, com forte presença de políticos maranhenses

Ligado ao presidente Jair Bolsonaro, Garcês é membro do governo do capitão e filiado ao PSL.

Com a chancela da UDM, precisará agora convencer a direção partidária.

Ou rumar para outra legenda…

0

Assis Filho lança Inova Jovem em três cidades do Maranhão e no Piauí…

Em sua passagem pelo Maranhão, o Secretário Nacional de Juventude, Assis Filho, lançou o projeto Inova Jovem, ação que faz parte do Novo Plano Juventude Viva, em três municípios maranhenses: São Luís, Timon e Caxias. Já no Piauí, Assis Filho realizou o lançamento em Teresina. Em todos os municípios, o secretário se colocou à disposição da juventude e reafirmou o compromisso com as prefeituras para que os jovens tenham a oportunidade de empreender e alcançar sua autonomia financeira.

O Inova Jovem é um projeto que surgiu em resposta ao Índice de Vulnerabilidade Juvenil à Violência (IVJ), que trouxe à tona dados alarmantes sobre a realidade dos jovens negros, moradores de periferias e municípios vulneráveis. Ele traz dados como mortalidade por homicídios, de mortalidade por acidentes de trânsito, de frequência à escola e situação de emprego, de pobreza e de desigualdade, além de analisar a situação de vulnerabilidade para as 27 unidades da federação com base nos mesmos indicadores utilizados no município. Além disso, acrescenta o componente de desigualdade racial, onde o estado do Maranhão ocupa o 6º lugar no ranking. Caxias aparece em 27º lugar no ranking geral de vulnerabilidade, São Luís em 38º e Timon em 56º.

Este é um projeto nacional voltado para os jovens negros e negras que moram em comunidades e sonham em mudar de vida por meio do empreendedorismo, abrindo seu próprio negócio. O curso será presencial, com duração de 30 horas. Os jovens que participarem do programa vão aprender como abrir sua própria empresa, cuidar da parte financeira, da gestão de pessoas, além de orientação sobre marketing para o seu negócio ficar conhecido e ter sucesso. Após a certificação, o Inova Jovem ainda vai fazer um acompanhamento técnico por três meses, para garantir que os empreendimentos sejam rentáveis e virem fonte de renda para a moçada. 

Confira como foram os lançamentos pelo Maranhão e no Piauí:

SÃO LUÍS
O lançamento do projeto aconteceu na manhã da última sexta-feira, 27/04, no Conselho Cultural Comunitário do Bairro da Liberdade, considerado o maior quilombo urbano do Maranhão. 

A cerimônia contou com a presença do secretário nacional de juventude, Assis Filho, do secretário adjunto extraordinário de Juventude do Estado, Paulo Romão, do deputado Estadual e presidente das Comissões de Educação da Assembleia Legislativa do Maranhão, Roberto Costa, do deputado Federal, José Reinaldo Tavares, dos vereadores de São Luís Antônio Garcez e César Bombeiro, dos membros do Conselho Nacional de Juventude Hyago Andrade, Derick Passos e Valber Neto, do superintendente da Fundação Nacional da Saúde do Maranhão (FUNASA – MA), André Campos, do coordenador municipal de Juventude de São Luís, Ulysses Fernandes e do presidente do Centro de Integração Socio Cultural Aprendiz do Futuro (CISAF), Maycon Lopes.

CAXIAS
Em parceria com a coordenação de Juventude da Prefeitura de Caxias, a Secretaria Nacional de Juventude fez o lançamento do Inova Jovem em Caxias, no Maranhão. A cerimônia, que aconteceu no auditório da Escola Municipal Antônio Rodrigues Bayma, contou com a presença do secretário nacional de juventude Assis Filho, do prefeito de Caxias, Fábio Gentil, da primeira dama e secretária Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social, Letícia Gentil, do vice-prefeito Paulo Marinho Junior, do vereador Ximenes, do coordenador Municipal de Juventude, Análio Junior e do diretor da Escola Municipal Antônio Rodrigues Bayma, Raimundo Nonato.

TIMON
Na última parada da caravana do Inova Jovem no Maranhão, o secretário nacional de juventude Assis Filho lançou, também na segunda-feira (30), o projeto em Timon. O evento aconteceu na Câmara dos Vereadores e, além do secretário, contou com a presença das vereadores professora Cláudia Regina, professora Socorro, dos vereadores Helber Guimarães, Henrique Junior, Anderson Pêgo, do secretário municipal de Juventude, Rafael Plenitude, da representante da juventude rural do povoado de Piranha, Jhened Costa, do representante da juventude no Novo Tempo Anderson e do pastor João Pedro. O evento contou ainda com apresentação musical de representantes da juventude timonense.

TERESINA
Em seu terceiro lançamento do dia, o secretário nacional de juventude Assis Filho, lançou na noite de segunda-feira (30) o projeto em Teresina, Piauí, município que está em 70º lugar no Índice de Vulnerabilidade Juvenil à Violência (IVJ).

A cerimônia de lançamento aconteceu no Parque Lagoas do Norte e contou com a presença do prefeito de Teresina, Firmino Filho, do secretário Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas, vereador Samuel Silveira, do secretário Municipal de Juventude, vereador José Gomes Filho e da integrante da escola de capoeira Naginga, Júlia Maria dos Santos. O lançamento também contou com apresentações culturais de capoeira e maculelê.

1

Wellington articula ações de melhorias para a área Itaqui-Bacanga…

Parlamentar coordena o projeto “Conversando com a comunidade”, que leva o Parlamento até à população dos bairros

 

AÇÕES. Wellington fala aos moradores da área Itaqui-Bacanga, em reunião que teve a presença de outras autoridades

O deputado estadual Wellington do Curso (PP) participou de reunião com representatividade da comunidade da área Itaqui-Bacanga.

Ao ouvir os membros do Movimento Comunitário e Articulação (MACAIB) e moradores dos bairros, o deputado Wellington tomou ciência de uma série de reivindicações, principalmente, quanto à falta de infraestrutura, ao transporte deficiente na região e, ainda, falta de escolas e hospitais para garantir os direitos básicos como saúde e educação.

Wellington coordena o proejto “Conversando com a Comunidade”, que leva o Parlamento aos bairros.

– Sabemos que essa responsabilidade para efetivar políticas públicas não cabe ao deputado estadual. A minha função é a de legislar e fiscalizar. É o que tenho feito. No entanto, não poderia me omitir e, por isso, todas essas solicitações, inclusive quanto ao Fundo Social, iremos encaminhar às autoridades competentes, sejam elas vereadores, secretários ou até o próprio Prefeito. Esse é o objetivo do nosso mandato popular: levar as reivindicações da população até quem pode, de fato, resolver – disse o parlamentar.

Estiveram presentes o líder comunitário Sebastião Santos e também os vereadores Francisco Chaguinhas (PP) e César Bombeiro (PSD); além do representante do Sindicato dos Usuários do Transporte Público e do representante da SEMCAS; bem como o presidente da Feira do Anjo da Guarda e membros da Comissão da OAB-MA.

Como um dos encaminhamentos, agendou-se uma audiência pública no mês de junho, que acontecerá na Câmara Municipal de São Luís.

4

Dimas Salustiano comemora “unanimidade na estadual do PT”…

Dimas quer PT forte

O professor Dimas Salustiano avaliou que a decisão unânime do diretório estadual do PT em favor de sua filiação é uma prova de que “há alternativas no PT além de Washington [Oliveira] e [Domingos] Dutra”.

Além de Salustiano, o PT regional aprovou a filiação de todo o seu grupo, que inclui o cantor Fauzy Beydoun, o técnico Sandow Feques, o sindicalista César Bombeiro e o militante Arimatéa Machado.

Todos eles tiveram a filiação negada no Diretório Municipal.

– Um PT tísico, sem forças, só interessa à manipulação da direita ou da esquerda. O PT precisa ser forte para decidir seu próprio futuro – pregou o professor.

Dimas Salustiano negou que sua filiação tenha a ver com candidatura a vereador. Segundo ele, o projeto é coordenar as campanhas deste grupo que sew filiou ontem.

– Vou trabalhar pelas candidaturas de Sandow, Fauzy, César e Machado. Um grupo que vai fortalecer o PT. Não sou candidato – garantiu.

Com a decisão do PT estadual, o PT municipal terá que acatar a filiação dos novos petistas…