38

Abraço de afogados! Afonso Manoel e José Reinaldo se penduram um no outro para evitar a derrota…

Afonso Manoel, José Reinaldo e Helena Duailibe

Em vias de perder o mandato, o deputado estadual Afonso Manoel (PMDB) declarou apoio hoje a outro pré-derrotado, o ex-governador José Reinaldo Tavares (PSB), que concorre ao Senado.

A declaração se deu em reunião com a presença de outro derrotado, o ex-prefeito de São José de Ribamar, Julinho Matos (PDT). (Veja aqui)

A aliança com José Reinaldo é uma postura infiel de Afonso, mas faz parte da sua trajetória política.

Afonso Manoel foi o mais votado deputado do PSB, em 2006, após longo flerte com o grupo Sarney e de ter pulado de mala e cuia para o jackson-reinaldismo.

Em 2008, então jackista de quatro costados, primeiro resolveu apoiar a candidatura de Flávio Dino a prefeito. Depois, correu para João Castelo (PSDB), a quem indicou a mulher Helena Duailibe (PSB), como candidata a vice.

O namoro com Castelo só durou até a posse. Demitida da Secretaria de Saúde, Duailibe rompeu com o prefieto e entrou no ostracismo.

Em busca de sobrevivência política, Afonso Manoel recorreu então à governadora Roseana Sarney, que acabara de asumir o governo. Sonhou com a mulher na pasta da Saúde, mas não conseguiu seu intento.

Se dispôs até a trocar o PSB pelo PMDB, e nada.

Perambulou pelo governismo até não vê mais saída e se juntar aos cacos do reinaldismo, mesmo sabendo que sua posição representa infidelidade partidária, que pode resultar em mais ostracismo.

Nada de mais para quem teve 79 mil votos em 2006 e pretende repetir a dose em 2010…

5

Roberto Rocha nega responsabilidade sobre panfleto em que aparece com Dilma

Roberto Rocha reafirma apoio a Serra e Jackson

O candidato a senador e presidente do PSDB no Maranhão, Roberto Rocha, encaminhou nota ao blog em que nega a participação na confecção de santinho em que aparece ao lado de Dilma Rousseff (PT), José Reinaldo Tavares (PSB), Flávio Dino (PCdoB), Ribamar Alves (PSB) e Stênio Rezende (PMDB).

– Tal peça eleitoral deve ser obra daqueles que querem, de alguma forma, prejudicar a campanha vitoriosa de Roberto Rocha, que não para de crescer em todas as regiões do estado – diz a nota, assinada pelo jornalista Marcelo Coelho.

O candidato reafirma ainda que apoia e vota no candidato José Serra à presidência da República, e Jackson Lago (PDT), para governador.

– É um candidato que tem lado e compromisso com o seu partido, a coligação ” O Povo É Maior” e com os seus candidatos a deputado estadual e federal.

O candidato faz ainda ilações com relação a repasses de dinheiro para a campanha do PSDB no Maranhão. Como, no entanto, este blog apenas reproduziu matéria do blog do jornalista Décio Sá, considera a primeira parte da nota necessária.

De qualquer forma, a integra do documento encaminhado pela assessoria de Rocha está publicada em forma de comentário no texto anterior sobre o assunto.

21

Presidente do PSDB mararanhense, Roberto Rocha abandona Serra e faz campanha colado à petista Dilma Rousseff

O santinho mostra os "candidatos do pe´no chão" aliados de Roberto Rocha

Ele é o presidente do PSDB no Maranhão, portanto o representante principal do tucanato maranhense. Além disso, é candidato a senador, com as bênçãos da cúpula nacional do partido.

Cúpula de onde já veio, inclusive, dinheiro para a campanha, segundo revelou o blog de Décio Sá. (Releia aqui)

Mas Roberto Rocha faz campanha mesmo é para o PT no interior do Maranhão, como mostra este santinho a que o blog teve acesso.

Para o PT, o PSB e até o PMDB, todos partidos da base do presidente Luís Inácio Lula da Silva (PT).

Nem aí para o tucano José Serra (SP). Nem aí até mesmo para o seu candidato a governador, Jackson Lago (PDT).

esta é a cola distribuída no interior, ensinando a votar nos candidatos de Rocha

No panfleto, que tem ainda o peemedebista Stênio Rezende, Rocha está ao lado de Ribamar Alves (PSB), José Reinaldo Tavares (PSB), Flávio Dino (PCdoB) e – pasmem, senhores! – Dilma Rousseff (PT).

Segundo apurou o blog, foram confeccionados cinco mil destes santinhos, em empresa cujo CNPJ é 69.419.877/0001-18 .

E tem até uma cola, atrás, ensinando o eleitor a votar: no próprio Roberto e nos “seus candidatos” – Flávio, Dilma José Rinaldo e Stênio.

Sem dúvida nenhuma uma forma de escapar à guerra que é a busca pelo voto, embora escorada em alta traição.

Sobretudo por ser ele o próprio presidente da legenda que trai…

Saiba aqui como nem os tucanos  acreditam mais na vitória de Serra
7

STF extingue processo contra Roriz e dá sobrevida a Jackson Lago…

Jackson respira aliviado...por enquanto

(15h00) – O Supremo Tribunal Federal decidiu extinguir hoje, por seis a quatro, o processo que decidiria se a aplicação da Lei da Ficha Limpa valeria para as eleições deste ano.

Os ministros entenderam que, com a desistência da candidatura de Joaquim Roriz (PSC) ao Governo do Distrito Federal, houve a perda do objeto do processo que tramitava na corte.

Na prática, significa dizer que o candidato do PDT ao governo maranhnse, Jackson Lago, está livre para disputar as eleições – pelo menos por enquanto.

O registro da candidatura de Jackson ainda será analisado pelo Tribunal Superior Eleitoral, mas, mesmo que seja declarado inelegível, ele ainda poderá recorrer ao mesmo Supremo.

Outra hipótese é o STF julgar, antes, o recurso contra a candidatura senatorial do deputado Jáder Barbalho (PMDB-PA). Como os ministros já chegaram ao consenso de que uma decisão de qualquer caso referente à Ficha Limpa terá repercussão geral, significa dizer que uma decisão contrária a Barbalho atingirá também Jackson.

Mas como os processos não têm prazo para serem juglados, tudo estará no campo das hipóteses e Jackson pdoerá disputar normalmente a eleição.

Perdendo ou não os votos mais tarde…

42

Apenas igual aos outros…

Como ex-juiz, Flávio Dino acostumou-se a impor seu pensamento

Muita gente falou sobre o debate da TV Mirante apontando o candidato Flávio Dino (PCdoB) como o grande destaque. Não foi, mas não seria inesperado que fosse.

Ora, Dino foi forjado exatamente nas lides jurídicas, como causídico e juiz. Seria obrigação –  profssional até – que ele tivesse capacidade de argumentar e de impor seu pensamento.

É isto que faz um advogado, um juiz.

A candidata Roseana Sarney (PMDB), por sua vez, não é uma debatedora, assim como o médico Jackson Lago (PDT). Ela é uma gestora, uma tocadora de obras, uma administradora de carisma.

Mas o que ficou claro no debate é que, a despeito de sua impostação, de seu currículum e de sua formação profissional, Flávio Dino revelou uma característica ao ser acuado por Saulo Arcangeli:

No fundo, no fundo – como político – ele é somente igual a qualquer um.

Com as mesmas demagogias e hipocrisias…

17

A voz das ruas sobre o debate…

Este blog tirou a média dos mais de 50 comentários nos três posts sobre o debate, filtrou paixões, recalcques, mágoas e ressentimentos, e publica, abaixo, a síntese do que entende ser a voz de todos os que participam aqui, manifestada por três opiniões distintas:

Primeiro, o leitor que se identificou por Menahen, de Imperatriz: 

Resumo da ópera: Roseana – Nervosa, aflita, mal-assessorada. Porém, conseguiu se defender com alguma eficácia, como bem voce destacou. Entretanto, foi melhor do que se ela tivesse preterido o debate.

Flávio – Professor de Deus, mesmo…. Ainda assim, pode ter angariado muitos votos ali.

Jackson – Vai pra casa, Padilha! – cheguei a comentar lá em casa. Discurso velho, surrado, vitimizador….. Enfim, o mesmo de sempre. Foi muito bem encurralado pelo Saulo

Saulo – Ultra-esquerda, sim, mas com conteúdo e preparo. Gostei das intervenções dele no debate. Só escapou o Marcos Silva.

Marcos – Discurso tão velho e ultrapassado e idealista desse extremo esquerdista!!! Sei que o Maranhão possui ainda várias dificuldades, porém as propostas de Marcos Silva são mais retrocedentes do que as de Jackson Lago.

Resultado: quem já sabe que vai voltar em qualquer um dos cinco, não mudará o seu voto. O máximo que pode haver ocorrido ali foi o Flávio Dino ou o Jackson Lago ter conquistado alguma coisa entre os indecisos. Afinal, ainda teremos as pesquisas IBOPE, ESCUTEC, DATA MÉRITA, OPINARE, etc. para aferir isso.
Por último, hoje é do dia D do Ficha Limpa. Ou vale ou não vale, independentemente das boas intenções da Lei!!! Se valer, adeus Jackson e o PDT haverá de colocar a D. Clay para que os votos de Jackson sejam válidos, ao contrário do que ocorrera em 2002, inclusive relembrado pelo próprio JL ontem no debate.

Em seguida, a opinião da leitora identificada por Brava: 

Roseana se saiu bem no debate, para quem foi atacada de todos os lados.

FD teve um discurso muito técnico muita gente não entendeu o que ele disse, gesticulava muito, talvez para o povo entender através de mimica. Ao calar sobre o amigo HC, deu a entender que o dinheiro da Saúde de Caxias é desviado para FundaçãoHC.

Dr.Jackson teve o pior desempenho pq foi advertido diversas vezes, demonstrando que não respeita regras. Manteve a mesma choradeira de sempre pq foi cassado. Chato.

O MS aliviou para FD e JCK e bateu Roseana. Chega a ser engraçada suas idéias.
Quem roubou a cena foi o Saulo que constrangeu até o “professor de deus” quando falou da saúde de Caxias e o fez desconversar por duas vezes, deve ser pq ela financiou sua campanha a dep fed. daí amarelou. Quando falou da “lei do cão” colocou numa saia justa o JCK, que fez ele dizer que se tiver opotunidade faz de novo, já FD,surpreso com a acusação, pulou longe, negando que tivesse ficado contra os professores. Criticou o governo de Roseana, mas disse que Jck e FD, em alguns momentos da política do Maranhão, andaram lado a lado com os sarneys. Disse que JCK teve oportunidade e nada fez por SL durante 16 anos.

Por fim, Roseana teve oportunidade e não o fez, acusar ZR (governador), aliado de FD, do escândalo da Gautama.
Saulo pegou todos de surpresa e, foi quem deu emoção ao debate com suas perguntas desconcertantes -, esperava-se que ele poupasse FD e JCK , como fez MS.

E por último a avaliação de Dorgival Menezes: 

Marcos Silva (nota 5) É fraquinho. Teve oportunidade de fazer uma pergunta importante ao Jackson e não o fez (sobre o Ginásio Costa Rodrigues).
Roseana Sarney (nota 6) Até certo ponto aguentou a pressão, mas não é boa em debates.
Saulo Arcangeli (nota 7) fustigou os debatedores, mas não sabe qual é o plural de arranha-céu.
Jackson Lago (nota 4) Esqueceu-se de falar do Costa Rodrigues, quer fazer reforma agrária numa ilha onde nada se pode plantar e só se lembra do que fez quando foi prefeito.
Flávio Dino (nota 7) Claramente o mais preparado de todos para um debate, mas ainda assim deixou a desejar. Não respondeu sobre se agirá na saúde da mesma forma que faz o seu co-piloto Humberto Coutinho.

49

Debate nada acrescentou à campanha; veja o desempenho de cada um

Não houve fatos que pudessem levar a uma mudança na tomada de posições do eleitor durante o debate de ontem na TV Mirante, embora tenha havido alguns momentos tensos – protagonizados sobretudo, pelo candidato do PSOL, Saulo Arcangeli, que teve a melhor performance.

Abaixo, o desempenho de cada participante:

Roseana Sarney (PMDB): Conseguiu escapar do encurralamento que era esperado com apresentação de fatos e números do seu governo. Não se intimidou com as provocações, deu respostas firmes – inclusive contaprondo Jackson Lago (PDT) e Flávio Dino (PCdoB) – e conseguiu tirar o foco de si, passando ao largo das polêmicas. Encerrou de forma contundente, ao fazer questão de destacar, nome a nome, cada um dos membros de sua família.

Saulo Arcangeli (PSOL): teve o melhor desempenho. Conseguiu polarizar com o comunista Flávio Dino – que não conseguiu responder a uma pergunta sobre o aliado Humberto Coutinho(PDT) – e ainda demarcou claramente sua diferença em relação a todos os demais candidatos. Bem articulado e provocador, só poupou o colega de ultra-esquerda, Marcos Silva (PSTU), que já não tem o brilho de outrora.

Flávio Dino (PCdoB) – o candidato não conseguiu esconder o ar professoral, que passa a idéia de pedantismo. Talvez, por isso, tenha recuado na performance em comparação com o brilhantismo de 2008, que soou arrogante aos eleitores da época. Bateu bola com Jackson Lago o tempo inteiro, mostrando claramente que poupou o adversário do PDT. Embora incomodado com algumas provocações, mostrou preparo e conhecimento dos problemas do Maranhão, além de fazer considerações finais capazes de ter melhorado a sua performance.

Marcos Silva (PSTU) – Irremovível a imagem de linha auxiliar do PCdoB e do PDT que impregnou a participação de Silva no debate. O socialista teve, pelo menos, duas oportunidades de contrapor-se ao discurso de Jackson Lago, mas recuou – uma delas, na pergunta sobre Esporte, quando poderia questionar sobre o desmonte do Ginário Costa Rodigues. Com Flávio teve a mesma complacência, o que lhe deu um papel de mero batedor da governadora Roseana Sarney.

Jackson Lago (PDT) – O ex-governador dá mostras cada vez mais evidentes de que está perdido no tempo e no espaço político do estado. Ele já não consegue concatenar as idéias de forma clara, titubeia nas respostas e se alonga em delongas, a ponto de estourar o tempo das internvenções. Foi a dvertido pelo mediador em todas as participações. Nem o surrado “amigo, amiga” conseguiu dar credibildiade ao balanço que fez das realizações do seu governo, objetivo principal de sua participação no pleito.

20

Roseana: “a mulher maranhense é valente!”

A candidata do PMDB, Roseana Sarney, disse não temer a ameaça de que serão quatro homens contra uma mulher, hoje, no debate da TV Mirante com os candidatos a governador.

– Tudo pode acontecer, mas a mulher maranhense é valente- dise ela, ao chegar à sede da emissora, agora há pouco.

Os candidatos Marcos Silva (PSTU) e Saulo Arcangelli (PSOL) minimizaram a especulação de que irão se unir a Jackson Lago (PDT) e Flávio Dino (PCdoB) para atacar Roseana.

– Ela é o alvo por estar na frente – justificou o candidato do PSOL.

– Não estou armado, vou discutir idéias – falou Silva, embora tenha reclamado apenas da “militância do 15” ao chegar à portaria.

Jackson Lago foi o único candidato que entrou mudo na sede do Sistema Mirante. Ele chegou ao local tendo o primo, Aderson Lago (PSDB), como motorista.

Último a chegar, Flávio Dino disse apenas que quer discutir o Maranhão e fazer críticas verdadeiras.

O debate está marcado para logo após a novela Passione.

8

Debate: torcidas fazem festa democrática em frente à Mirante

Roseanistas agitam bandeiras em frente à Mirante

Torcedores dos candidatos Roseana Sarney (PMDB), Jackson Lago (PDT) e Flávio Dino (PCdoB) estão desde o início da noite em frente ao prédio do Sistema Mirante, em uma festa de espera dos participantes do debate, marcado para as 22 horas.

Torcedores de Flávio Dino na chegada ao local

A reunião das torcidas transcorre em clima de absoluta alegria e paz, com militantes dos três candidatos se divertindo juntos.

Jackistas procuram lugar para se posicionar na Mirante

Diferente daquele clima de 2006, quando a tensão marcava qualquer reunião dos dois candidatos na disputa do segundo turno.

Os primeiros a chegar foram os torcedores de Roseana. Em seguida, os flavistas se posicionaram próximos.

Por volta das 19 horas, a militância de Jackson Lago chegou de uma caminhada pelo bairro da Ilhinha, nas próximidades da Mirante.

A previsão é que os candidatos só comecem a chegar por volta das 21 horas.

Além de Roseana, Jackson e Flávio Dino, vão participar do debate os candidatos Saulo Arcangelli (PSOL) e Marcos Silva (PSTU).

1

Supremo vai retomar “Ficha Limpa” nesta quarta-feira…

O Supremo Tribunal Federal voltará a analisar amanhã o recurso contra a Lei da Ficha Limpa, cujo julgamento foi suspenso semana passada sem decisão formal.

De acordo com o relator do caso, ministro Carlos Ayres Brito, os membros da Corte têm-se reunido para encontrar uma solução para o impasse.

Quarta-feira passada, ao julgar recurso do então candidato ao governo do Distrito Federal, Joaquim Roriz (PSC), o STF empatou em cinco a cinco e não chegou a uma decisão sobre a validade da Ficha Limpa nestas eleições.

Agora, como Roriz já reunciou, os ministros podem se reunir apenas para declarar a perda do objeto do processo.

Se isso ocorrer, apenas quando outros casos concretos chegarem ao STF, eles poderão se reunir para avaliar a constitucionalidade da Lei.

Há alguns processos de Ficha Limpa ainda pendentes no TSE – como o do candidato a governador maranhense, Jackson Lago (PDT). Se o TSE declarar a inlegibildiade de Jackson, ele também recorrerá ao Supremo abrindo novo debate sobre o caso.

De qualquer forma, ainda há um impasse em relação às eleições maranhenses, que podem continuar sub judice, independente do resultado do primeiro turno…