10

O correto jogo presidencial de Flávio Dino…

Independentemente de viés ideológico, governador maranhense tem condições de surgir como contraponto ao governo de Jair Bolsonaro, sobretudo em um cenário de incertezas e de falta de lideranças consistentes na oposição

 

Dino com Boulos em almoço de sexta-feira; aos poucos, comunista vai entrando no cenário nacional

Os dois últimos episódios políticos envolvendo o governador Flávio Dino (PCdoB) – a recepção “presidencial” de estudantes em Salvador (BA) e o encontro com o ex-candidato a presidente Guilherme Boulos (PSOL) (Leia aqui) – mostram o caminho que o comunista maranhense pretende trilhar a partir de agora.

A despeito do que podem pensar os que torcem o nariz, Flávio Dino está, sim, na corrida pela sucessão do presidente Jair Bolsonaro (PSL).

E tem condições plenas de se estabelecer, senão como o líder da oposição, pelo menos como a opção das esquerdas brasileiras.

O comunista maranhense vai crescer em uma parte do eleitorado como contraponto a Bolsonaro, independentemente do sucesso do Governo Federal.(Veja vídeo abaixo)

Se Bolsonaro tiver bom desempenho – com Lula (PT) preso e Ciro Gomes (PDT) cada vez mais destrambelhado – o comunista maranhense será a única opção da esquerda para marcar posição em 2022.

Se, por outro lado, Bolsonaro fizer um governo ruim, Dino cresce como a principal opção de oposição à medida que os anos avançarem até o próximo pleito.

Ele, portanto, está fazendo o jogo correto do ponto de vista político ao buscar cada vez mais a exposição nacional – positiva ou negativamente.

E não é cedo para isso, como alguns podem pensar.

O ciclo eleitoral de 2022 já começou…

0

Leonardo Sá estreia na tribuna da Assembleia e fala sobre sua trajetória política

Leonardo Sá na tribuna da Assembleia: histórico da carreira

Pela primeira vez o Deputado Estadual Dr. Leonardo Sá (PR), usou a tribuna da casa Legislativa do Maranhão na sessão ordinária de hoje 07, dirigindo-se ao povo como deputado eleito, reafirmando seu compromisso com a população Maranhense e prometendo ser atuante em busca de desenvolvimento para o estado.

O jovem médico contou um pouco sobre sua trajetória política, e suas disputas no município de Pinheiro localizado na região da Baixada Maranhense, onde foi vereador por dois mandatos consecutivos e disputou como candidato a prefeito nas eleições de 2016.

Dr. Leonardo Sá foi votado em mais de 20 municípios pelo Maranhão, só em Pinheiro obteve mais de 11 mil votos, demonstrando liderança e força na Baixada, sendo eleito para o mandato de 2019 a 2022.

Em seu discurso enfatizou não aceitar imposições que não sejam de acordo com seu caráter.

“Sou uma pessoa de bom trato e bom relacionamento, com facilidade de firmar compromissos através de conversas e entendimentos salutares ao parlamento e as causas Maranhenses. Gosto de respeitar a todos, o espaço e a forma de pensar, justamente por isso tenho extrema dificuldade em aceitar imposições que venham de cima para baixo, que não batam de acordo com meu caráter”, esclareceu.

Falou também sobre o seu comprometimento e a sua vontade de trabalhar pelo povo.

“Chego a esta casa com muita vontade de trabalhar pelo povo do meu estado, trazendo na bagagem um aprendizado que adquiri nesses meus 15 anos trabalhando como médico, que para mim é primordial, cuidar das pessoas”.

2

O precoce desgaste de Duarte Júnior na Assembleia…

Jovem parlamentar parece sem clima entre os colegas de parlamento – nem tanto pelo ataque grosseiro ao colega César Pires, mas por causa de ações ainda da campanha – e corre risco de perder a posição que mantém no Procon-MA

 

EU ESTOU AQUI! Bordão de Duarte Júnior em sua estreia na Assembleia provocou reações de parlamentares

Tido como revelação da política maranhense, após sua midiática atuação no Procon-MA, o deputado estadual Duarte Júnior (PCdoB) vive um precoce desgaste entre os próprios aliados na Assembleia Legislativa.

Desde sua estreia no debate – com agressões gratuitas ao veterano César Pires (PV) – Duarte viu o tamanho do seu prestígio entre os membros da própria base governista, quando nenhum dos colegas saiu em sua defesa na Casa.

Além disso, o deputado comunista começa a ver sair de suas mãos o controle do Procon-MA, hoje comandado por sua parceira Karen Barros.

De acordo com o blog do Jorge Aragão, deputados de alto coturno cobraram do governador Flávio Dino (PCdoB) o fato de Duarte ser o único da base a manter posições no governo, mesmo após eleger-se.

TERRITÓRIO OCUPADO. Flávio Dino entre Karen e seu companheiro Duarte; Procon-MA é alvo de aliados

E o colega Diego Emir revelou que a atual diretora do Detran-MA, Larissa Abdalla, é cotada para assumir o órgão que hoje está sob controle do deputado comunista. (Leia aqui)

A solução para alguns aliados de Dino, era voltar o próprio Duarte Junior para o comando do Procon-MA, mesmo que, para isso, o órgão ganhe status de secretaria.

Assim, Duarte manteria sua posição no governo e a Assembleia se livraria dele.

Triste começo para um jovem que pretende renovar a política…

0

Marcelo Tavares diz que especulações erram sobre mudanças no governo…

Deputado estadual confirmou que reassumirá a chefia da Casa Civil – abrindo vaga para Edivaldo Holanda na Assembleia – mas diz que os demais nomes já ventilados estão equivocados

 

O deputado estadual Marcelo Tavares (PSB) comentou nesta terça-feira, 5, em uma roda de conversas com jornalistas, que “quase tudo o que já se publicou” sobre mudanças no governo Flávio Dino está errado.

Quando instado a confirmar impressão de um dos interlocutores, de que um desses erros seria a citação de Raimundo Curtrim (PCdoB) para a Secretaria de Administração Penitenciária, Tavares foi lacônico.

– Não vou comentar nomes para não parecer que não gostamos de a ou de B; mas garanto que quase tudo está errado no que diz respeito às mudanças no governo – afirmou.

O deputado confirmou apenas que irá mesmo voltar à chefia da Casa Civil, o que garantirá novo mandato na Assembleia ao suplente Edivaldo Holanda (PTC).

Ele entende que, “já na próxima semana”, estará de volta ao governo…

1

Glalbert Cutrim agora é o 1º vice da Assembléia…

A eleição do deputado estadual Glalbert Cutrim (PDT), como 1º vice-presidente da mesa diretora da Assembleia Legislativa, mostrou o peso político conquistado pelo parlamentar durante seu primeiro mandato.

Neste biênio, o deputado terá a responsabilidade de substituir, sempre que solicitado, o presidente Othelino Neto (PCdoB), eleito por unanimidade, na sexta-feira, 01.

Aos 30 anos, Glalbert chega a 1º vice após ocupar os principais cargos no Legislativo Estadual.

No inicio de seu primeiro mandato, foi eleito 2º vice-presidente na chapa do saudoso deputado Humberto Coutinho (PDT).

Também presidiu as duas mais importantes comissões do Poder Legislativo, a primeira, Comissão Orçamento, Finanças, Fiscalização e Controle e por último, Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania.

Fora do Legislativo, foi indicado para compor a Direção Nacional do PDT, conquistou espaço no partido e teve participação importante na articulação que elegeu o prefeito Erlânio Xavier na eleição da Famem, no último dia 30.

0

Edilázio toma posse na Câmara Federal…

Edilázio Júnior: agora deputado federal

O deputado federal Edilázio Júnior (PSD) tomou posse há pouco na Câmara Federal, em Brasília. Eleito em outubro do ano passado com mais de 106 mil votos, ele se junta a outros 17 deputados federais e 3 senadores na composição da bancada maranhense no Congresso Nacional.

Ao tomar posse, Edilázio assegurou compromisso com o mandato e prometeu honrar o povo maranhense. Ele afirmou que trabalhará arduamente em busca de recursos e de ações que promovam o desenvolvimento do Maranhão.

A sessão de posse dos 512 deputados federais do país foi conduzida pelo deputado Rodrigo Maia. Ele fez a leitura do compromisso solene dos parlamentares, previsto no Regimento Interno da Câmara Federal:

– Prometo manter, defender e cumprir a Constituição, observar as leis, promover o bem geral do povo brasileiro e sustentar a união, a integridade e a independência do Brasil.

Edilázio fez o juramento e depois recebeu familiares e lideranças políticas.

2

Com apenas 30 anos, Neto Evangelista assume terceiro mandato de deputado estadual

Parlamentar chega à nova legislatura da Assembleia Legislativa com um dos mais robustos currículos da Casa, mais experiente que muitos veteranos e pronto para alçar voos ainda mais altos

 

Neto Evangelista: aos 30 anos, mais experiências que muitos veteranos de parlamento

Considerado um dos mais experientes da nova legislatura, Neto Evangelista (DEM) será empossado hoje como deputado estadual pela terceira vez consecutiva, apesar de ter apenas 30 anos de idade.

Filho do saudoso deputado estadual João Evangelista e nascido em São Luís, Neto foi eleito a primeira vez em 2010, com apenas 22 anos. Com 23 se tornou, por um curto período, o parlamentar mais jovem das Américas a assumir a presidência de uma Assembleia Legislativa. Reeleito em 2014, licenciou-se para assumir a Secretaria de Desenvolvimento Social, a convite do governador Flávio Dino.

Agora, com mandato renovado por quase 50 mil votos, Neto pretende consolidar-se como o líder de uma geração de novos políticos focados na gestão, na transparência e no diálogo constante com a sociedade.

Formado em Direito e se especializando em Gestão Pública, certamente continuará trilhando um caminho que o levará a voos bem mais altos.

É aguardar e conferir…

0

Weverton e Eliziane vão comandar suas bancadas no Senado…

Nova geração de senadores maranhenses chegou com prestígio entre seus pares e ganharam postos de liderança, o que dá importantes espaços de poder na mais importante Casa Política do Brasil

 

Os senadores do PDT e o seu novo líder, o maranhense Weverton Rocha

Os senadores maranhenses Weverton Rocha e Eliziane Gama foram eleitos, nesta véspera da posse, líderes de suas bancadas no Senado.Rocha foi escolhido pelos senadores Cid Gomes (CE), Kátia Abreu (TO) Acir Gurgakz (DF) para liderar o PDT.

Eliziane, por sua vez, vai liderar a bancada do PPS,  formada pelos senadores Alessandro Vieira (SE) e Marcos do Val (ES).

É a primeira vez que dois senadores maranhenses estreantes na Casa garantem espaços de liderança.

Eliziane Gama e seus companheiros de PPS no Senado: liderança maranhense

O colégio de líderes é uma das mais importantes instâncias de poder do Senado, e tem interlocução direta com o presidente da República.

Weverton Rocha e Eliziane Gama também compõem o chamado Bloco Independente, formado por 13 senadores, de vários partidos.

Os dois maranhenses tomam posse nesta sexta-feira…

0

O fim de uma era; o começo de outra…

Quando o Maranhão amanhecer nesta sexta-feira, 1º, consolidará o encerramento de um ciclo de quase 40 anos no Senado; e começará outro, com novas perspectivas, novas visões e novos caminhos

 

Weverton Rocha e Eliziane Gama consolidarão a mudança de perspectivas na política maranhense

O blog Marco Aurélio D’Eça publicou ainda em 30 de janeiro de 2018 o post “Confronto de Gerações nas eleições maranhenses…”

Àquela época, já apontava como se daria o pleito que se iria ver no ano passado, entre um grupo das chamadas raposas políticas e jovens em busca de ocupar espaços de poder.

– Mas é no Senado e na vice que o confronto de gerações se estabelece mais claramente. As duas vagas em disputa são ocupadas hoje pelos senadores peemedebistas Edison Lobão e João Alberto 9ambos do MDB), cada um com mais de 40 anos de vida pública. (…) Mas as vagas de Senado e de vice também são cogitadas por jovens lideranças em plena ascensão política, como os deputados federais Weverton Rocha (PDT) e Eliziane Gama (PPS), o deputado estadual Alexandre Almeida (PSD) e o chefe da Casa Civil, Marcelo Tavares (PSB), todos com idades entre 35 e 45 anos – lembrava o post.

Como se soube, a disputa pelo Senado se deu entre os decanos Lobão e Sarney Filho – que acabou substituindo João Alberto – e os jovens deputados Weverton Rocha (PDT), Eliziane Gama (PPS) e Alexandre Almeida (PSDB).

Weverton e Eliziane saíram das ruas eleitos e com um caminho aberto para o poder nos próximos oito anos; Lobão e João Alberto encerram na noite desta quinta-feira, 31, um ciclo de mais de 40 anos como protagonistas da cena política.

Lobão e João Alberto encerram um ciclo de quatro décadas, que começou a ser mudado ainda em 2018

A troca de guarda maranhense no Senado é a consolidação do encerramento do ciclo político que se viveu no estado nos últimos 50 anos.

Os novos donos do poder chegam agora com novos hábitos, nos projetos e novos caminhos.

Ainda dividem os espaços políticos, é claro, com representantes da velha guarda.

Mas a tendência que a renovação continue a partir das próximas eleições, com gente cada vez mais diferente a exercer o poder no Maranhão.

É aguardar e conferir…

1

A indefinição de Eduardo Braide…

Na véspera de assumir mandato na Câmara Federal, parlamentar ainda discute a legenda na qual pretende entrar para ter espaços de fala e independência como deputado federal e pré-candidato a prefeito

 

Eduardo Braide pretende buscar partido que dê sustentação e independência na disputa por São Luís

Frustrou-se quem esperou na quarta-feira, 30, uma definição partidária do deputado federal eleito Eduardo Braide (ainda no PMN).

A data foi divulgada por parte da mídia, que chegou a desenhar, inclusive, um interesse de Braide pelo Podemos ou PSL.

Mas o parlamentar chega a esta véspera de tomar posse – pelo menos até o momento da edição deste blog – sem qualquer definição pública sobre partidos.

Braide é o favorito na disputa pela Prefeitura de São Luís, mas precisa de uma legenda forte, que possa lhe garantir as condições para entrar no pleito de 2020 consolidado.

Talvez até por isso a indefinição do parlamentar…