0

Prefeitura de Santa Rita beneficia comerciantes, estudantes e agentes de saúde com entrega de bicicletas e tablets

A Prefeitura de Santa Rita promoveu entre os dias 31 de dezembro e 1º de janeiro, a entrega de bicicletas a comerciantes e estudantes da rede pública de ensino, assim como aos agentes de saúde, tablets.

A cerimônia foi conduzida pelo prefeito Hilton Gonçalo, que mais uma vez ressaltou a importância de oferecer estrutura para o desenvolvimento da população.

Os comerciantes contemplados pelas bicicletas cargueiras e bicicletas comuns são aqueles que vendem produtos como picolé, frutas, legumes etc. Já os estudantes contemplados com as bicicletas são aqueles que estão mais próximos das escolas e podem fazer o percurso.

Para os agentes de saúde, foram fornecidos tablets para o desenvolvimento de suas atividades. Uma vez que os dados podem ser melhor catalogados.

0

Multa por divulgação de pesquisa sem registro pode superar R$ 100 mil

A partir de agora, qualquer levantamento eleitoral precisa ser apresentado em todos os seus aspectos à Justiça Eleitoral, para, só então, receber o registro e a autorização para ser publicada

 

A partir de agora, nenhuma pesquisa de intenção de votos poderá ser publicada sem o devido registro na Justiça Eleitoral.

A multa para descumprimento da ordem judicial pode superar os R$ 100 mil.

Para realizar pesquisas, o instituto precisa informar período, total de eleitores entrevistados, regiões onde serão aplicados os questionários e as perguntas que serão feitas ao eleitor.

Após conclusão do levantamento, ainda há o prazo de cinco dias entre o registro e a divulgação.

Não há ainda nenhum pedido de registro ao TRE maranhense sobre a corrida eleitoral de 2020 em São Luís.

Os números que se conhecem são todos os que foram divulgados ao longo do ano de 2019…

1

Candidatos têm até abril para definir partidos…

Em São Luís, quatro pré-candidatos ainda precisam encontrar uma legenda para concorrer às eleições de outubro; o ex-juiz Carlos Madeira tem negociações mais adiantadas e deve ser o candidato do Solidariedade

 

Carlos Madeira tem caminho aberto no Solidariedade, cujo presidente, Simplício Araújo, quer tê-lo como candidato

Quatro pré- candidatos a prefeito de São Luís – os deputados Duarte Júnior (PCdoB), Wellington do Curso (PSDB), Dr. Yglésio (sem partido) e o ex-juiz Carlos Madeira (sem partido) ainda precisam encontrar abrigo partidário que garanta suas candidaturas.

Eles têm até abril para se filiar e se habilitar às eleições de outubro.

Dos quatro, o que tem o projeto de filiação mais adiantado é Madeira, em adiantada negociação com o Solidariedade, do secretário de Indústria e Comércio Simplício Araújo.

Duarte Júnior também tem convites públicos – do PRB e do PSD – mas deve esticar a corda ao máximo no PCdoB, que insiste no projeto Rubens Pereira Júnior.

Dr. Yglésio ainda espera sinal verde de uma legenda; Wellington e Duarte Jr. são rejeitados nos próprios partidos

Wellington e Yglésio são os que enfrentam maiores dificuldades.

O tucano, que ficou em terceiro lugar nas eleições de 2016, com o apoio do PSDB – já sabe que não terá o partido em 2020, mas não consegue encontrar legenda para se viabilizar.

Dr. Yglésio conseguiu anuência do PDT para buscar novo rumo partidário; articulou com Solidariedade, com PRB, com PL e com PSD, mas até agora só recebeu promessas de novas conversas.

A virada do ano deve acelerar essas conversas.

Tanto para ele quanto para os outros…

2

O ano 100% perfeito de Eduardo Braide…

Do blog de Jorge Aragão

O deputado federal Eduardo Braide (Podemos) pode-se dizer que teve um ano perfeito na política, pois termina em alta e não teria como ter concluído melhor o ano que está sendo encerrado nesta terça-feira (31).

Braide segue sendo disparado o líder em todas as pesquisas eleitorais para a Prefeitura de São Luís. Somente nesta semana, mais duas pesquisas foram divulgadas, Data M e Conceito, em ambas, Braide segue nadando de braçadas  na frente de todos os adversários.

O detalhe é que nos dois levantamentos, a ex-governadora Roseana Sarney (MDB) aparece na segunda colocação. Como este Blog aposta que Roseana não será candidata em 2020, a tendência é que boa parte desses votos possam migrar para Braide, o que aumentaria a possibilidade real de uma vitória logo no 1º Turno das eleições.

Além disso, mesmo num eventual 2º Turno, as pesquisas apontam que Braide derrotaria qualquer um dos outros pré-candidatos para a disputa na capital maranhense.

Se não bastasse o excelente desempenho nas pesquisas, Braide, por mais que estivesse se adaptando na Câmara Federal, conseguiu repetir em Brasília no seu primeiro ano, o mesmo desempenho que sempre teve na Assembleia Legislativa.

Braide conseguiu ser o diferencial da Bancada do Maranhão em pelo menos três aspectos. No primeiro, baseado no Portal da Transparência da Câmara Federal, Braide foi o único parlamentar do Maranhão que não utilizou um apartamento funcional e nem recebeu auxílio moradia (reveja).

Outro aspecto favorável a Braide, é que ele foi o único da Bancada do Maranhão a votar contra o aumento do Fundo Eleitoral (reveja). E por fim, Braide foi o único parlamentar maranhense que teve 100% de presença de dias nas sessões deliberativas. A informação está no próprio site da Câmara Federal e foi destacada por Braide nas redes sociais. Continue lendo aqui…

5

Duarte Júnior em outro patamar na disputa contra Eduardo Braide…

Nenhum outro pré-candidato da base do governo Flávio Dino – mesmo os que têm forte estrutura financeira e partidária – consegue manter índices de intenção de votos tão sólidos  quanto o do deputado comunista

 

Duarte Júnior pode ser antipatizado pela classe política, mas tem orte apelo popular, sobretudo entre jovens e idosos

O ano de 2019 termina com duas constatações até óbvias relacionadas às eleições de 2020:

1 – O deputado federal Eduardo Braide (Podemos) lidera toda e qualquer pesquisa, com amplas chances de vencer em primeiro turno;

2 – O deputado estadual Duarte Júnior (PCdoB) é o único capaz de impedir essa vitória direta de Braide, mantendo-se sempre na segunda posição, em toda e qualquer pesquisa.

Diante destas sentenças, é de se perguntar: por que Flávio Dino, comunistas e aliados insistem nos ataques diretos ao seu principal candidato? e por que gastar tanto tempo e dinheiro em fracassos retumbantes, como o também comunista Rubens Pereira Júnior, que não consegue sair de 1%?!?

Até pelos ataques da turma palaciana a Duarte Júnior – a última foi a ridícula invenção de uma história envolvendo mocotó – sua performance é digna de respeito, sobretudo quando apresenta também menor rejeição entre todos os candidatos.

Ora, os números das pesquisas não mentem.

E se os números dizem que Duarte Júnior se mantém em alta nas intenções de votos e em baixa na rejeição – mesmo antipatizado na classe política ora no poder, significa dizer que a população não está nem aí para a classe política.

E é exatamente o trunfo da popularidade – construída, sobretudo, no link direto com jovens na internet, que fazem do deputado comunista o principal obstáculo à eleição de Eduardo Braide em primeiro turno.

Não ver isso é estar alienado da realidade das ruas.

Ou querer mesmo entregar a prefeitura a Braide…

6

Flávio Dino tem quatro nomes “do coração” para 2022…

Vice-governador Carlos Brandão, prefeito Edivaldo Júnior, senadora Eliziane Gama e secretário Rubens Pereira Júnior são as opções trabalhadas na “cozinha” do Palácio dos Leões; senador Weverton Rocha já tem candidatura posta, independentemente da articulação do governador

 

Flávio Dino tem projeto envolvendo Carlos Brandão e Eliziane Gama, além de outros nomes; na foto, Weverton Rocha já até lançou candidatura a governo, queira ou não o comunista00

O governador Flávio Dino (PCdoB) trabalha com quatro nomes principais para formação da chapa de sua preferência nas eleições de 2022.  

Independentemente da posição que ocuparão na chapa, o vice-governador Carlos Brandão (PRB), a senadora Eliziane Gama (Cidadania), o prefeito Edivaldo Júnior (PDT) e o secretário Rubens Júnior (PCdoB) são ops homens – e mulher – de confiança do Palácio dos Leões.

Qualquer um deles pode ocupar qualquer posição na chapa, de candidato a governador a vice, passando pelo Senado, que o próprio Dino pode também encabeçar, reforçando o próprio projeto de manutenção do poder.

Por isso, eles passaram a ser incluídos nas pesquisas que medem tanto a sucessão municipal quanto a estadual.

O senador Weverton Rocha (PDT), que está com a candidatura posta desde o fim das eleições de 2018, corre em faixa própria, independentemente da articulação de Flávio Dino.

Rocha já tem seu próprio grupo e aposta diretamente nas eleições de 2020 como fator fundamental para sua viabilização.

e se dependenr dele, o debate de 2022 estará presente ano após ano até a eleição…

3

Sobre filhos, netos e sobrinhos nas eleições de 2020…

Pré-candidato da Rede Sustentabilidade nas eleições de São Luís, o jornalista Jeisael Marx  abriu debate sobre a política como herança passada para parentes, como se vê no atual quadro da sucessão do prefeito Edivaldo júnior

 

Alguns dos pré-candidatos a prefeito de São Luís: filhos netos e sobrinhos de políticos tradicionais, alguns com mamãe e papai na campanha

Ao se referir às eleições de São Luís como uma espécie de “clubinho da elite”, o jornalista e pré-candidato da Rede Sustentabilidade, Jeisael Marx, ressaltou que a disputa em 2020 tenderia a se dar entre filhos, netos e sobrinhos de políticos tradicionais do Maranhão.

Diante disto, ele pregou que é hora de a população desassistida apostar nos seus, naqueles que vieram das comunidades, como ele próprio, sem sobrenome ou curral eleitoral para se eleger.

Jeisael tem razão.

Dos nove pré-candidatos já postos para a disputa, nada menos que cinco são filhos, netos ou sobrinhos de políticos tradicionais do Maranhão, incluindo o próprio líder nas pesquisas, Eduardo Braide (Podemos), filho do ex-presidente da Assembleia, Carlos Braide.

A lista inclui os deputados estaduais Neto evangelista (DEM) e Adriano Sarney (PV), o presidente da Câmara Municipal,  Osmar Filho (PDT), e o secretário de Cidades, Rubens Pereira Júnior (PCdoB).

Pereira Júnior tem, inclusive, uma curiosidade em sua campanha: a articulação é toda feita pelo pai, Rubens Pereira, e pela mãe, Suely Pereira, ambos ex-prefeitos de Matões – e ambos com problemas na Justiça Eleitoral.

Dos principais candidatos já postos, apenas Duarte Júnior (PCdoB), Wellington do Curso (PSDB) e Bira do Pindaré (PSB), além do próprio Jeisael,podem ser considerados self-made man, uma vez que estão na política sem sobrenomes famosos ou parentes importantes.

O próprio atual prefeito também é fruto da construção política do pai, outro político tradicional, o deputado estadual Edivaldo Holanda. 

Oriundo da periferia de São Luís, Jeisael Marx visita as comunidades, tentando abrir a mente para o “nós também podemos”

Sem entrar no mérito da qualidade destes rebentos familiares, a quantidade de filhos, sobrinhos e netos nas disputas mostra que a política maranhense continua patrimonialista, com as instâncias de poder sendo entregue aos herdeiros como espécies de capitanias hereditárias.

E para lembrar outro pensamento de Jeisael Marx, tudo isso ocorre com a concordância do próprio eleitor, que se se acostumou com a ideia de que apenas “eles e não nós” têm direito de ser líderes políticos.

Uma ideia equivocada, que estes self-made man podem ajudar a mudar em 2020…

Leia também:

Os municípios como capitanias hereditárias…

Símbolos da cafonice provinciana de SLZ…

Sobre nomes e sobrenomes…

Pais & filhos…

0

Duarte Jr. diz que vai encarar 2020 “com absoluta certeza”…

Estimulado por mais uma pesquisa que o apresenta em segundo lugar, deputado estadual afirmou ao blog Marco Aurélio D’Eça que pretende mesmo disputar a sucessão do prefeito Edivaldo Júnior

 

Duarte Júnior precisa do apoio de Flávio Dino, mas não tem as garantias no PCdoB para sua candidatura em São Luís

 

Apresentado em segundo lugar em um cenário sem a ex-governadora Roseana Sarney (MDB), o deputado estadual Duarte Júnior (PCdoB) mostrou-se especialmente estimulado, após pesquisa Econométrica do fim de semana.

– Descolei [dos demais pré-candidatos]. Mesmo com as agressões e injustiças o povo está reconhecendo – afirmou ele, em conversa com o titular do blog Marco Aurélio D’Eça, que resolveu perguntar: “vai encarar?!?”.

– Com toda certeza – afirmou, convicto.

Em pesquisa da Econométrica, Duarte Júnior conseguiu descolar-se dos demais candidatos, consolidando-se em segundo lugar

Apesar da melhor posição entre todos os candidatos da base do governador Flávio Dino, Duarte não encontra respaldo no PCdoB para viabilizar sua candidatura.

A opção seria a busca por outro partido, mas os próprios aliados especulam que este movimento poderia afastá-lo de vez do governador.

Mas a resposta ao blog diante da pesquisa Econométrica mostra que esta decisão já está tomada.

É aguardar e conferir…

0

Neto Evangelista apresenta balanço de atividades na Assembleia

Deputado estadual e pré-candidato a prefeito de São Luís teve propostas que viraram lei, apresentou outros projetos e emendas constitucionais em seu mandato parlamentar em 2019

 

O deputado Neto Evangelista (DEM) apresentou, em vídeo, balanço de suas atividades parlamentares de 2019.

Entre projetos de Lei, Leis consolidadas e Emendas, o parlamentar teve profícua atuação na Assembleia Legislativa.

E se prepara em 2020 para disputar a Prefeitura de São Luís.

Projetos apresentados

1 – Projeto de Lei 428/2019 dispõe sobre a proteção às gestantes participantes de concursos públicos estaduais. poderão ter o direito de fazer as provas de aptidão física independente de previsão expressa no edital do concurso público, em data diversa da prevista

2 – Projeto 229/2018 que dispõe sobre a obrigatoriedade da realização de sessão de cinema adaptada a pessoas com Transtorno do Espectro Autista (TEA) e seus familiares, no Maranhão

Leis

3 – lei numero 11.066/2019 que determina busca imediata de pessoas com até 18 anos, pessoa com deficiência física, mental ou sensorial e idosos desaparecidos.

4 – Lei 11.097/2019 que dispõe sobre a presença de intérprete de Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS) nas exibições de eventos públicos culturais e sociais.

Emendas

5- Instalação do primeiro Núcleo Ecológico da Defensoria Pública do Brasil, na área Itaqui-Bacanga

6 – Mutirão da Saúde para realização de cirurgias eletivas

0

Roseana muda o cenário em São Luís, mas deve optar por 2022

Primeira pesquisa a incluir a ex-governadora na disputa pela sucessão de Edivaldo Júnior a trouxe em segundo lugar; emedebista acha que suas chances aumentam mais na sucessão de Flávio Dino

 

Roseana apareceu garantida em um eventual segundo turno na pesquisa em São Luís, mas deve optar por 2022

Como era esperado, bastou que uma pesquisa incluísse o nome da ex-governadora Roseana Sarney (MDB) para que o cenário da sucessão em São Luís se alterasse completamente.

Não deu outra: levantamento da Econométrica divulgado no fim de semana apontou Roseana com nada menos que 11% das intenções de votos, atrás apenas de Eduardo Braide (Podemos).

Os números animaram as lideranças do MDB, que a querem na sucessão de Edivaldo Júnior, mas Roseana resiste; ela prefere concorrer apenas em 2022, na sucessão do governador Flávio Dino, quando, entende, terá mais chances.

Essa tese de 2022 é defendida sobretudo pelos aliados mais próximos da ex-governadora, sobretudo diante de números que a apontam em primeiro lugar.

A consolidação do nome de Roseana em São Luís é tão forte que seus índices não são herdados por nenhum outro candidato quando ela sai da lista.

Sem a ex-governadora, a segunda posição passa para o deputado Duarte Júnior (PCdoB), que ainda não tem garantias partidárias para a disputa.

Mas esta é uma outra história…