2

Flávio Dino e Edivaldo terão apenas dois candidatos em São Luís

Com diversos aliados apresentados para a disputa até agora, governistas devem ter apenas Rubens Pereira Júnior e Neto Evangelista como opções oficiais contra o favoritismo do deputado Eduardo Braide

 

A profusão de candidatos que vinha endo apresentada até agora na base governista se resumirá a Neto Evangelista e Rubens Pereira Júnior

O secretário de Cidades Rubens Pereira Júnior (PCdoB) e o deputado estadual Neto Evangelista (DEM) deverão ser os únicos representantes oficiais da base do governo Flávio Dino (PCdoB) e da Gestão de Edivaldo Júnior (PDT) nas eleições de São Luís.

Pereira Júnior terá o apoio oficial do Palácio dos Leões – podendo, inclusive, receber apoio de parte do PDT, se Edivaldo coordenar mesmo a campanha, como quer Dino.

Evangelista, por sua vez, deve receber o apoio do PDT e estímulos do Palácio dos Leões.

Todos os demais candidatos ligados ao governo – Bira do Pindaré (PSB), Duarte Júnior (ainda no PCdoB) e Dr. Yglésio (sem partido), se entrarem na disputa o farão por sua conta e risco.

A disputa em São Luís terá ainda como representante da oposição o deputado Adriano Sarney (PV), diante da provável recusa da ex-governadora Roseana Sarney (MDB).

O juiz aposentado Carlos Madeira (Solidariedade) e o jornalista Jeisael Marx (Rede) serão candidatos de forma independente, sem vínculo com o governo ou com a oposição.

Eduardo Braide é o favorito na disputa, e lidera todas as pesquisas de intenção de votos.

Com amplas chances de vencer ainda em primeiro turno…

4

Duarte Jr. silencia sobre escolha de Rubens Jr. por Flávio Dino…

Deputado estadual do PCdoB ocupa a segunda posição nas pesquisas de intenção de votos em São Luís, mas é rejeitado não apenas pelo seu partido, mas por praticamente toda a base aliada ao Palácio dos Leões

 

Silêncio de Duarte sobre a escolha de Flávio Dino indica que Karen Barros pode vir a figurar em chapa majoritária em São Luís

O deputado estadual Duarte Jr. (PCdoB) vem em uma espécie de plano de pouso do seu projeto de voos mais altos para chegar à Prefeitura de São Luís.

Desde que veio a público a revelação de que o governador Flávio Dino (PCdoB) já havia se decidido pelo secretário Rubens Júnior (PCdoB) para representar a base governista na disputa em São Luís, Duarte Jr. calou-se.

O blog Marco Aurélio D’Eça tem insistido em ouvir dele uma análise sobre essa revelação de Flávio Dino, mas o parlamentar ignora as chamadas.

Duarte Júnior, na verdade, vem dando sinais de que já se acomodou em relação à disputa em São Luís, mesmo sendo o mais bem posicionado membro governista nas pesquisas se intenção de votos.

Nem o namoro com o PRB, do vice-governador Carlos Brandão, ele parece alimentar mais, mesmo diante da proximidade de uma necessidade de definição partidária.

E no Solidariedade, que tem o juiz Carlos Madeira, as lideranças já defendem a tese de ter a ex-superintendente do Procon, Karen Barros, como vice, indicada por Duarte.

E o silêncio do parlamentar indica que a ideia já foi absorvida, até para o próprio PcdoB.

Mas esta é uma outra história…

5

Edivaldo Júnior entre Weverton Rocha e Flávio Dino…

Governador quer o prefeito de São Luís coordenando a campanha do candidato do PCdoB, Rubens Pereira Júnior, o que pode levar o senador a abrir mão da aliança com o DEM para evitar a evidência de racha na base governista

 

Edivaldo Júnior foi chamado por Flávio Dino para coordenar campanha do seu candidato em São Luís, projeto que pode não ser o mesmo do PDT, de Weverton Rocha

O governador Flávio Dino (PCdoB) iniciou 2020 com uma série de ações para reforçar o absoluto comando de sua base política no Maranhão.

Entre essas ações, duas marcaram posição diretamente relacionadas à sucessão do prefeito Edivaldo Júnior (PDT):

1 – ele declarou que caberá ao próprio prefeito a coordenação da campanha do candidato governista em São Luís;

2 – Dino declarou que o vice-governador Carlos Brandão é o candidato natural à sua sucessão, embora – e “infelizmente”, segundo o próprio comunista –  existam outras opções.

Com os gestos públicos, o governador prestigiou o prefeito e emparedou o senador Weverton Rocha (PDT), que vinha se movimentando intensamente como candidato em 2022.

Já se sabe agora que o candidato governista de Flávio Dino é o secretário de Cidades Rubens Pereira Júnior (PCdoB); é, portanto, a campanha dele que Dino quer que Edivaldo comande.

E o caminho de Edivaldo estará intrinsecamente ligada ao caminho de Weverton Rocha.

Se o senador decidir-se pela aliança em torno de outro candidato que não seja Rubens Júnior, estará em palanque distante do prefeito que ele atraiu para o PDT exatamente em busca de ascensão política no estado.

Se, por outro lado, Weverton seguir  o caminho de Edivaldo, fechando aliança em torno de Rubens Júnior, estará dizendo ao público que acatou a articulação eleitoral de Flávio Dino, tanto para 2020 quanto para 2022.

O caminho de Edivaldo Júnior em 2020, portanto, muito dirá sobre o caminho de Weverton Rocha em 2022.

E a julgar pela ida do senador ao Palácio dos Leões, logo após as declarações de Dino sobre o prefeito e sobre o seu vice, parece que os caminhos já se cruzaram.

É aguardar e conferir…

0

Roberto Rocha mira vaga de vice de Eduardo Braide…

Senador presidente do PSDB no Maranhão descartou a candidatura do deputado Wellington do Curso alegando a necessidade de vitória em primeiro turno; composição de chapa com Podemos também está na mira de Josimar de Maranhãozinho

 

Ao tirar Wellington do Curso do páreo da sucessão, Roberto Rocha mira a composição de chapa com Eduardo Braide, que tem outros pretendentes na ala conservadora da política maranhense

 

O senador Roberto Rocha tem um objetivo ao defender a composição em torno do deputado federal Eduardo Braide (Podemos): a vaga de vice para o PSDB.

Rocha descartou ontem a candidatura do deputado estadual Wellington do Curso para defender aliança em torno de Braide, sob argumento de que é preciso o deputado federal vencer em primeiro turno as eleições de outubro.

Desde 2014 – quando se elegeu senador na chapa do governador Flávio Dino (PCdoB) – o tucano usa a força de propagada do partido para buscar espaços na composição de chapas, tanto nas eleições municipais quanto nas estaduais.

O problema de Rocha é que a vaga de vice de Eduardo Braide está sendo disputada também pelos deputados feder30ais Aluisio Mendes (PTN) e Josimar de Maranhãozinho, representantes da política conservadora no estado.

O assunto foi tratado, inclusive, no blog Marco Aurélio D’Eça, no post intitulado “Velha política ronda candidatura de Braide…

A articulação dos três representantes da bancada maranhense tem deixado, inclusive, o próprio Braide constrangido ao falar de alianças para outubro. O parlamentar, favorito na disputa em São Luís, evita tratar do assunto na imprensa.

Braide tem até julho para definir sua composição partidária para as eleições de outubro.

E até lá, Aluisio Mendes, Josimar de Maranhãzinho e, agora, Roberto Rocha, vão brigar pela hegemonia na chapa do favorito em São Luís…

2

Solidariedade quer Galego Mota pré-candidato a prefeito em Dom Pedro

O Partido solidariedade tem sido um dos partidos mais procurados por postulantes a prefeituras no Maranhão, devendo lançar no próximo dia 7 de fevereiro em torno de 50 candidatos em diversas regiões do estado. Durante este final de semana importantes diálogo confirmou mais um excelente nome, desta vez na cidade de Dom Pedro.

Pesquisas e indicações de membros da executiva estadual e também de municípios próximo a Dom Pedro abriram conversações entre o Presidente do solidariedade e o empresário Galego Mota, também conhecido como Galego das cadeiras, que tem fortíssimo apoio popular em torno do seu nome na cidade.

Galego Mota, é um empresário que iniciou sua vida de empreendedor aos 10 anos de idade, vendendo carvão para ajudar no sustento de sua família. Atualmente tem empresas e propriedades na cidade, gerando emprego e renda para o desenvolvimento de Dom Pedro.

Para Simplício Araújo “Galego Mota tem o perfil que Dom Pedro busca nesse momento, alguém com história de vida e de resultados positivos, que conhece e é extremamente conhecido e respeitado por todos na cidade, podendo sem dúvida alguma dar uma grande contribuição à gestão municipal, ajudando a revitalizar a politica local”.

Galego Mota acredita que no partido Solidariedade pode “contar com um grande parceiro que tem feito um dos melhores trabalhos de construção partidária no Maranhão e marchar com força para ocupar o enorme espaço existente no município em virtude da insatisfação do povo com a maioria da classe politica atual”.

3

Agiotas fazem chantagem a Wellington do Curso…

Supostos cobradores espalham na mídia cópias de cheques sem fundos que teriam sido dados por ele em pagamento de dívidas; e ameaçam aumentar as revelações à medida que a eleição para prefeito se aproximar

 

Cheque de R$ 420 mil, assinado por Wellington do Curso, teria sido usado para pagamento de dívida a agiota e devolvido pelo banco

Agiotas de todos os níveis estão em uma espécie de campanha de pressão contra o deputado estadual Wellington do Curso (PSDB) supostamente devedor de fortunas relacionadas às campanhas passadas.

O blog Marco Aurélio D’Eça já revelou, inclusive, que estas cobranças tendem a tirar o parlamentar a disputa pela Prefeitura de São Luís, em outubro.

Empresário do ramo de cursos preparatórios, Wellington do Curso vem comprometendo o seu patrimônio desde as eleições de 2016, quando candidatou-se a prefeito.

De lá para cá, dá cada vez mais sinais de problemas financeiros; não são poucas as notícias de ameaças de agiotas e outros tipo de credores.

A tendência é que esta pressão aumente à medida que se aproxime o pleito.

Foi a partir do sucesso como dono de cursinho que Wellington chegou a deputado; mas estaria comprometendo seu patrimônio com as sucessivas campanhas eleitorais

Na semana passada, por exemplo, este blog teve acesso a um cheque de R$ 400 mil, assinado pelo deputado – e supostamente devolvido pelo banco – pago a um desses agiotas que cobram dívidas altíssimas.

Esses agiotas apontam dívidas de Wellington na casa dos R$ 4 milhões.

O blog tentou confirmar a autenticidade do documento e a destinação do valor, mas não localizou o parlamentar.

0

Eudes Sampaio dá início à Jornada Pedagógica em Ribamar

A Prefeitura de São José de Ribamar, através da Secretaria Municipal de Educação (SEMED), deu início nesta sexta-feira (17) à Jornada Pedagógica 2020. A solenidade de abertura, realizada no ELIM, espaço de eventos da Igreja Batista do Angelim (MA -201), foi o pontapé da vasta programação voltada para professores, gestores e todos os demais profissionais que atuam na rede municipal de ensino.

O evento tem como objetivo proporcionar o debate, além da ampliação da qualificação dos docentes da rede, a partir da apresentação de novas abordagens, métodos de ensino e avaliação do cenário atual. A jornada pedagógica será realizada até a próxima terça-feira (21) e contará com programações nas unidades de ensino, envolvendo educadores e demais servidores.

Com a realização de palestras, mesas de debate e rodas de conversa, a solenidade de abertura contou com a presença do prefeito Eudes Sampaio, que, para mais de mil professores, enfatizou o crescimento exponencial no padrão de ensino no município à partir de 2017, resultado do trabalho diligente desenvolvido por toda a equipe da Semed.

“Eu acredito que para todos que estão aqui, a educação é uma das políticas públicas mais importantes, que merece de todo gestor prioridade. A educação planta sementes que no futuro irão florescer. E nós temos a certeza que um evento dessa natureza só demonstra o valor que é dado à educação em nosso município”, lembrou Eudes Sampaio.

Para a secretária Joana Marques, a equipe da Semed foi primorosa na organização do evento que certamente vai marcar a educação no município.

“Com muito trabalho, estamos fazendo uma história de reconstrução e desenvolvimento em São José de Ribamar. Essa jornada é só mais um exemplo dos muitos trabalhos que tem sido feito com muito êxito por nossa equipe”, destacou a secretária.

3

Apoio de Dino a Rubens Júnior libera demais candidatos da base

Declaração foi dada pelo próprio governador ao pré-candidato do solidariedade, Carlos Madeira, semana passada; além do próprio Madeira, governador descarta Neto Evangelista, Bira do Pindaré e Duarte Júnior como opções do Palácio dos Leões

 

Rubens Júnior não divide apenas pratos de mocotó com Flávio Dino; e tem a garantia do governador para ser candidato do PCdoB a prefeito

O pré-candidato do Solidariedade a Prefeito de São Luís, Carlos Madeira, revelou, na última sexta-feria, 17, em entrevista à TV Guará, quem é o candidato do PCdoB a prefeito de São Luís.

Trata-se do secretário de Cidades, Rubens Pereira Júnior, segundo o próprio governador Flávio Dino.

– Eu tenho um candidato, que é o Rubens Junior – disse Dino, segundo o próprio Madeira, que esteve com o comunista na tarde da última quarta-feria, 15.

A revelação do comunista ao ex-juiz tira da lista de nomes do Palácio dos Leões os também pré-candidatos Bira do Pindaré (PSB), Neto Evangelista (DEM) e Duarte Júnior (PCdoB); mas também abre caminhos a eles.

Com a fé pública de juiz federal aposentado, Carlos Madeira revelou ter ouvido do próprio Flávio Dino que o candidato é Rubens Júnior

Para Pindaré, nada muda; antes mesmo da pré-campanha ele já sabia que não teria o apoio do Palácio dos Leões, e muito menos o de Flavio Dino.

Evangelista, por sua vez, já vem se articulando para ter o apoio do PDT, mas tem as garantias do DEM para a disputa, em qualquer circunstância – ainda que os pedetistas sigam com Pereira Júnior.

A revelação de Flávio Dino pode ser também o estímulo que faltava a Duarte Júnior para deixar o PCdoB e buscar novo rumo partidário para sua candidaturas.

Basta criar coragem para isso…

7

Roberto Rocha descarta candidatura de Wellington no PSDB…

Em entrevista ao jornal O EstadoMaranhão, senador diz que a necessidade de vitória do deputado Eduardo Braide em primeiro turno deve suplantar o interesse do partido em ter candidatura própria

 

Aliança de Roberto Rocha e Wellington do Curso, iniciada em 2016, não conseguiu chegar a 2020; senador descartou candidatura do deputado no PSDB

Já capengando desde o fim das eleições de 2018, a eventual candidatura do deputado estadual Wellington do Curso a prefeito de São luís foi definitivamente descartada no fim de semana pelo seu partido, o PSDB.

Em entrevista ao jornal O EstadoMaranhão, o senador Roberto Rocha, que preside a legenda no estado, deixou claro que o interesse é apoiar o deputado federal Eduardo Braide (Podemos) para garantir a vitória em primeiro turno.

– É perceptível a estratégia de Flávio Dino em lançar vários candidatos e forçar um segundo turno na tentativa de impedir uma vitória de Eduardo Braide no primeiro turno. E segundo turno em São Luís contra duas máquinas, estado e prefeitura, é complicado. Dessa forma, o olhar político pode transcender as necessidades partidárias – declarou Rocha.

O caminho do PSDB, portanto, será coligar com Eduardo Braide já no primeiro tuno.

Descartado pelo partido, Wellington do Curso tem a opção de buscar nova legenda até abril; mas ele vem dando sinais de que pode mesmo ficar fora da eleição, sobretudo diante da ameaça de agiotas de expor suas dívidas durante a campanha.

Mas esta é uma outra história…

0

Brandão nega pressão externa contra filiação de Duarte Jr. ao PRB

Respondendo à especulação de que dirigentes do PDT estavam agindo para evitar a transferência do deputado do PCdoB para seu partido, vice-governador disse não acreditar que haja constrangimento com esta filiação

 

Duarte não se decide se vai para o PRB e Brandão já não mostra o mesmo entusiasmo, mas garante não haver gestões externas contra a filiação do deputado comunista

– De maneira alguma – afirmou o vice-governador Carlos Brandão, ao responder, nesta sexta-feira, 17, ao blog Marco Aurélio D’Eça a um questionamento sobre interferências externas contra a filiação do deputado estadual Duarte Jr. ao PRB.

Na mesma sexta-feira, o blog de Domingos Costa trouxe matéria em que aponta ações do PDT para impedir que o PRB – presidido no Maranhão pelo deputado federal Cléber Verde – aceite a filiação de Duarte. 

Membro da base governista mais bem posicionado na disputa pela Prefeitura de São Luís, Duarte Jr. sofre intensa rejeição entre aliados do governador Flávio Dino; e alguns atuam diretamente para tirá-lo da disputa.

Desde o ano passado, Brandão faz acenos para a filiação de Duarte ao PRB, mas esses gestos diminuíram na virada de 2019 para 2020.

Mesmo assim, o vice-governador não vê hipótese de constrangimento na base com  a filiação do deputado.

– Não acredito – disse o vice, lacônico…