3

Roberto Ricci: festa maranhense em São João de Brasília…

Ricci: agito na capital federal

O cantor e instrumentista Roberto Ricci foi a estrela principal do projeto “Arraial do Maranhão”, ontem à noite, na associação dos Servidores da Câmara Federal, em Brasília.

Ricci cantou toadas maranhenses e encantou o público ao entoar, nas cordas do violão, ritmos produzidos pelas matracas e panderões do bumba-boi característico da ilha de São Luís.

O projeto “Arraial do Maranhão” foi organizado pelo gabinete do deputado federal Waldir Maranhão. Estiveram por lá os deputados Gastão Vieira (PMDB), Domingos Dutra (PT), Ribamar Alves (PSB), Carlos Brandão (PSDB) e vários parlamentares de outros estados.

O Arraial do Maranhão é realizado anualmente na capital federal, para congregar representates maranhenses na Câmara, servidores e conterrâneos, em clima de festejo junino.

Roberto Ricci cantou toadas, tambor de crioula e canções maranhenses…

9

A levada pop de Mano Borges…

Mano em ação, no projeto carnavalesco "Manobloco".

Em meio ao estilo folclorizado das músicas maranhenses, o cantor e compositor Mano Borges se destaca com sua levada pop e seu estilo contemporâneo. Ele é uma das atrações de hoje da Vila Junina, no São Luís Shopping.

Mano Borges é um dos melhores cantores maranhenses – senão o melhor.

Mantém o estilo característimo da MPM, mas inclui pitadas de sonoridade da Word Music, o que dá as suas músicas um estilo sofisticado, cosmopolita.

A belíssima “Você é Tudo”, por exemplo, não deixa nada a desejar em comparação com sucessos nacionais de Djavan, Lulu Santos e Samuel Rosa, só para citar alguns exemplos.

A canção, inclusive, é cogitada para ser incluída em dicos de artistas baianos.

um dos trabalhos discográficos de Mano Borges

Letrado, culto, mais do que um cantor maranhense, Mano Borges é um artista pop – no estilo musical, nas letras, nos arranjos e no visual.

Qualquer uma de suas músicas caberia perfeitamente em trilhas sonoras de novelas.

Desde as mais antigas, como Bangladesh, que caberia, por exemplo, na trilha de “Caminho das Índias”, recente sucesso da Globo, até as mais novas, como “Fácil de entender” ou “Os Nós”.

Eclético, Borges se reinventa a cada carnaval, a cada São João, mantendo um estilo próprio e adequado para cada época do ano no Maranhão.

Com a veia pop dos grandes artistas nacionais… 

Conheça aqui a discografia de Mano Borges  

3

Mais uma dos anos 80 – grupo Roupa Nova. Imperdível!!!

Surgido em 1980, na esteira do boom do pop-rock nacional, a banda carioca Roupa Nova é uma das poucas remanescentes da época a manter a formação original 30 anos depois.

Com Paulinho (voz, percussão e vocal), Serginho Herval (bateria, voz e vocal), Nando (baixo, voz e vocal), Kiko (guitarra, violões e vocal), Cleberson Horsth (teclados e vocal) e Ricardo Feghali (teclados, voz e vocal), a banda comemora em São Luís, hoje, todo este tempo de estrada. Um show imperdível no Multicenter Sebrae.

Apesar começar exatamente na época áurea do pop-rock , quando surgiram também Paralamas do Sucesso, Legião Urbana, Titãs, Capital Inicial, e outros artistas, que enveredaram pelo rock progressivo e as músicas com característica mais contestadoras, o Roupa Nova seguiu estilo próprio, focado no singles mais românticos e nos hits dançantes – um flerte com a Disco dos anos 70.

É o recordista nacional em temas de novelas. Foram quase 40, entre temas de abertura e de personagens.

Pertencem ao Roupa Nova clássicos como Whisky a go-go, Dona, Seguindo no Trem Azul, Linda Demais, A Força do Amor, Sapato Velho…

O show de hoje é uma homenagem à trajetória do grupo. O CD e DVD “Roupa Nova 30 Anos” refaz a carreira por meio dos grandes sucessos.

4

Miss Maranhão usurpada ganha indenização na Justiça

Louise, ainda com a faixa de 2009

A ex-miss Maranhão Louisse Freire da Silva, ganhou indenização de R$ 40 mil, por decisão do Tribunal de Justiça.

O pagamento será feito pelo fotógrafo e prdoutor Márcio Prado e pela empresa Gaeta Promoçoes e Eventos LTDA.

Eleita Miss Maranhão em 2009, Louisse Freire foi impedida pela produção do evento de participar do Miss Brasil quando já estava em São Paulo, preparando-se para o evento.

Em seu lugar, foi indicada a segunda colocada do concurso maranhense, Thaís Portela.

Na época, o caso teve ampla cobertura deste blog (Leia aqui e também aqui)

Produtor do Miss Maranhão, Márcio Prado alegou que “Louisse não cumpriu com diversos compromissos agendados, além de não ser simpática e cooperativa, o que seria fato impeditivo para que a candidata representasse o estado”.

Humilhada por Prado, a miss Maranhão foi impedida de participar do Miss Brasil e não conseguiu sequer receber as fotos que já havia feito em São Paulo.

Agora, a Justiça bate à sua porta…

14

Um chute de R$ 8 milhões…

Trata-se de uma invenção a história de que o governo Roseana Sarney (PMDB) gastará R$ 8 milhões para a Beija-Flor de Nilópolis homenagear os 400 anos de São Luís, no carnaval carioca de 2012.

Pode até ser mais, obviamente, como também pode ser muito menos.

Este valor foi chutado irresponsavelmente nas redes sociais após divulgação por este blog, com exclusividade, na semana passada, da visita dos diretores da escola de samba ao Maranhão.

Como o governo nunca se preocupou em desmentir o valor plantado na rede, passou-se a especular toda a história da homenagem à capital maranhense em torno dos inventados R$ 8 milhões.

O fato é que o governo Roseana agendou de forma errada a informação sobre a homenagem a São Luís – que acabou vazando em momento inoportuno – e não se preocupou também em esclarecer de imediato valores e circunstâncias do contrato.

E este silêncio gera uma bola de neve que se tornará difícil de remover no futuro…

1

“Nossa Aretha Franklin”: Zezé de Camargo sobre Alcione…

O cantor e compositor Zézé de Camargo, da dupla com Luciano, classificou hoje a intérprete maranhense Alcione

A dupla Zezé de Camargo e Luciano

Nazaré como “a Aretha Franklin brasileira”. Segundo ele, a voz de Alcione é uma das mais marcantes do mundo.

Zezé de Camargo e Luciano fazem show logo mais, no Multicenter Sebrae para lançamento do novo disco.

Conheça aqui a biografia de Aretha Franklin

Entrevistada pela jornalista Ana Guimarães, editora e apresentadora do JM 2ª Edição, da TV Mirante, a dupla falou sobre a carreira, os sucessos e a nova fase musical.

No meio da entrevista, gravada no hall do hotel onde estão hospedados, Zezé e Luciano foram surpreendidos pela presença de Alcione, que está em São Luís desde o final de semana.

Os três até ensaiaram versos de um dos maiores sucessos da cantora maranhense: “não posso mais alimentar a este amor tão louco…“.

Alcione, uma das mais belas vozes do mundo

– O Brasil é o país com a maior diversidade musical do planeta. O Maranhão tem a sua música, Goiás tema sua música, o Rio Grande do Sul tem a sua música… e é assim no país inteiro – avaliou o compositor.

Evidenciando o sotaque maranhense, Alcione elogiou: “esses pequenos são bons por que são bons pais, bons filhos, bons companheiros e bons artistas”.

“Pequeno”  é a forma própria como o maranhense chama “menino”.

Na entrevista a Ana Guimarães, Zezé de Camargo e Luciano falaram também do sucesso do filme “Dois filhos de Francisco” e do livro “Helena” que conta a história da mãe da dupla.

No show de hoje à noite, eles vão cantar novos e antigos sucessos – muitos com nova roupagem.

12

Beija-Flor quer homenagear os 400 anos de São Luís…

O carnavalesco da Beija-Flor de Nilópolis, Luís Fernando do Carmo, o Laíla, estará em São Luís nas próximas semanas. 

Vai tratar dos detalhes para a homenagem que a escola de samba deve fazer a São Luís no carnaval de 2012.

“São Luís, 400 anos de amor” é o título provisório do enredo que a Beija-Flor pretende levar para a Marquês de Sapucaí.

Integrantes da diretoria da escola já estiveram em São Luís para os primeiros contatos com autoridades públicas, pesquisadores e artistas.

O enredo será uma homenagem à história da capital maranhense, desde os primórdios da fundação francesa, passando pelo título de Athenas Brasileira até chegar à Jamaica Brasileira.

Segundo apurou o blog, o enredo da Beija-Flor vai contar todos os aspectos da história, da cultura e do povo maranhense na avenida. 

Sem dúvida, um belo presente para a Ilha do Amor…

9

Dulce Brito segue agora em carreira solo na produção de eventos…

Dulce Brito busca novos rumos

A jornalista e empresária Dulce Brito deixou o Marafolia.

O show de ontem, do Chiclete com Banana, foi o último em que ela participou como sócia da empresa. A Jornalista pretende agora abraçar novos projetos no setor de eventos.

– Vou trabalhar agora com outros tipos de eventos, algo mais intimista. Quero promover congressos, palestras, feiras e alguns shows, mas nada no estilo com o qual estive envolvido nos últimos anos – revelou ela ao blog.

Dulce Brito é sócia da empresa Marafolia há mais de 10 anos. A empresa produziu praticamente todos os eventos de axé e pop/rock dos últimos anos. E continuará com a mesma fórmula, mas sem Dulce.

Aspecto do Marafolia, evento com a marca da jornalista

– Quero atuar em eventos com  outro conteúdo, influenciar na formação cultural – adiantou.

Também pesou na decisão, o fato de querer ter mais tempo livre, curtir a vida pessoal. “Quero poder estar com a família, com os netos”, disse. 

Jornalista, a empresária continuará com o trabalho no setor de eventos do Sistema Mirante, posto que ocupa há quase 30 anos. E manterá as relações com a empresa Marafolia, embora agora apenas como representante da mídia.

Ela ainda não definiu quando estreará a carreira solo…