0

Jura Filho se filia ao PSD…

Ex-vice-governador e ex-deputado estadual aceitou o convite do presidente regional da legenda, deputado federal Edilázio Júnior, e deve concorrer a uma vaga na Assembleia Legislativa em 2022

 

O ex-deputado estadual e vice-governador do Estado entre os anos de 2003 a 2007, Jura Filho, aceitou convite feito pelo deputado federal e presidente estadual do PSD e se filiou ao partido.

Natural da cidade de Bacabal, onde consolidou forte base política após longos anos de serviços prestados à sociedade, Jura Filho disputará as eleições de 2022 pela legenda.

Ele possui larga experiência no Legislativo e na administração pública, e segundo Edilázio chega como uma figura de peso ao partido. 

“Tenho a certeza de que ele tomou a melhor decisão ao aceitar o convite e se filiar ao PSD, e o partido ganhou um nome forte, com uma trajetória de excelência no serviço público”, disse Edilázio.  

Com a filiação de Jura Filho, Edilázio segue com a diretriz da direção nacional do PSD, de fortalecimento da legenda no Maranhão. 

Ele trabalha para a construção de uma chapa forte e pelo protagonismo do PSD nas eleições de 2022 no estado.

1

Zé Inácio faz balanço da pandemia e destaca a compra de vacinas pelo governo

O Deputado Zé Inácio (PT) usou a tribuna da Assembleia Legislativa do Maranhão, para fazer um balanço do avanço da pandemia no Brasil. De acordo com o parlamentar, a Fiocruz divulgou relatório em que constata que há um agravamento simultâneo da pandemia no Brasil com uma intensa e descontrolada contaminação pela covid-19 em todo o território nacional. 

“E a consequência disso é que, hoje, em nível de Brasil, temos 20 estados com leitos de UTI com ocupação acima de 80%. Desses 20 estados, 10 estão com ocupação acima de 90%. E diante das variantes da covid e, no caso aqui do Maranhão, já se constatou a variante P1, que é 10 vezes mais contagiosa do que a variante anterior, o vírus original”, destacou Zé Inácio.

O parlamentar também manifestou o seu irrestrito apoio às medidas restritivas adotadas pelo Governo do Maranhão e parabenizou a iniciativa do Governador Flávio Dino e seu vice, Carlos Brandão, na articulação da compra direta da vacina russa Sputinik V. 

Por fim, Zé Inácio criticou a lentidão do Plano Nacional de Vacinação, de responsabilidade do Governo Federal. “O Plano Nacional de Vacinação tem caminhado de forma muito lenta. Atualmente, menos de 5% da população brasileira já foi vacinada. E nesse ritmo, nós vamos passar mais de um ano sem sequer vacinar a metade da população”, ressaltou.

3

Roberto Costa e Duarte Jr. assumem comando da CPI do Combustível

Na manhã desta segunda-feira (15) os Deputados Roberto Costa e Duarte Júnior foram eleitos respectivamente como relator e presidente da CPI do Combustível e do Gás de cozinha. O evento ocorreu na Sala de Comissões da Assembleia Legislativa do Maranhão (Alema).

A proposta tem uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que terá 120 dias para investigar possíveis irregularidades no reajuste dos preços dos combustíveis no Maranhão.

Além do deputado Roberto Costa o Colegiado será composto pelos deputados Duarte Júnior, Rafael Leitoa, Ricardo Rios, Zito Rolim, Ana do Gás e Ciro Neto. Os membros suplentes nomeados foram os deputados Adelmo Soares, Carlinhos Florêncio, Professor Marco Aurélio, Zé Inácio, Fábio Braga, Wendell Lages e Fábio Macedo.

Nesta primeira fase serão requeridas informações dos distribuidores junto a Secretaria de Fazenda do Estado para dar início ao trabalho de investigação e tomar o devido respeito sobre o que tem ocorrido nos postos de gasolina no Estado do Maranhão.

As reuniões acontecerão toda segunda-feira às 9:30 na Sala de Comissões da Assembleia Legislativa do Maranhão (Alema) para prestar esclarecimentos.

“Essa proposta representa um um serviço eficaz, uma vez que a investigação tem como base as relações de consumo e para proteção tanto da população quanto as classes de transporte de pessoas, como taxistas, motoristas de aplicativo e empresas de ônibus. Estamos firmes nessa luta pelo povo maranhense”, afirmou o deputado.

Da assessoria

0

Zé Inácio promove sessão em celebração à Campanha da Fraternidade 2021

Foi realizada ontem, 4, a sessão especial em celebração à Campanha da Fraternidade 2021, que este ano tem como tema “Fraternidade e Diálogo: compromisso de amor” e o lema “Cristo é a nossa paz: do que era dividido, fez uma unidade”.

A sessão foi solicitada e presidida pelo deputado Zé Inácio (PT), e aconteceu de maneira remota, sendo transmitida pelo canal da Tv Assembleia no YouTube.

Em sua fala Inácio destacou as críticas que a campanha faz à forma como O GOVERNO BOLSONARO ENFRENTA A PANDEMIA DO COVID-19, A SUA NEGAÇÃO DA CIÊNCIA, E UMA “NECROPOLÍTICA” QUE SE VOLTA CONTRA AS MINORIAS: JUVENTUDE NEGRA, MULHERES, POVOS TRADICIONAIS, IMIGRANTES, GRUPOS LGBTQI+, TODAS E TODOS QUE, POR CAUSA DE PRECONCEITO E INTOLERÂNCIA, SÃO CLASSIFICADOS COMO NÃO CIDADÃOS E, PORTANTO, INIMIGOS DO SISTEMA.

“A IGREJA TEM UM PAPEL SOCIAL IMPORTANTE NESSE DEBATE E A CAMPANHA DA FRATERNIDADE É O MOMENTO PROPÍCIO PARA REFLETIRMOS SOBRE ESSA TEMÁTICA, CONSIDERANDO QUE O PAÍS VIVE UM MOMENTO ENTRISTECEDOR COM TANTA FALTA DE BOM SENSO, EMPOBRECIMENTO E FOME”, disse.

O parlamentar também destacou o papel que a igreja tem ao nos levar a REFLETIR como o ESTADO TEM INDISPENSAVELMENTE UMA FUNÇÃO SOCIAL E ESSA FUNÇÃO deve SER CUMPRIDA COM EFETIVO EQUILÍBRIO ENTRE O ECONÔMICO E O SOCIAL.

“A OMISSÃO DO ESTADO, NESSE MOMENTO, O EQUIPARA ÀQUELES QUE PROMOVEM A MORTE COMO NOS CASOS DE GUERRA, FORA QUE A INCAPACIDADE DO ESTADO EM FREAR A VIOLÊNCIA CONTRIBUI PARA A BANALIZAÇÃO DO MAL, E FAVORECE GRUPOS DE EXTERMÍNIO”, afirmou.

 

Por fim Zé Inácio destacou a importância da igreja nesse momento de extrema dificuldade que o mundo vem enfrentando. “DIANTE DE TANTOS NÚMEROS QUE NOS ENTRISTECE E NOS FAZ, POR VEZES, ENFRAQUECER A FÉ, TEMOS A FELIZ OPORTUNIDADE DE CELEBRAR NESTE DIA A CAMPANHA DA FRATERNIDADE ONDE A IGREJA PROMOVE A PAZ AFIM DE CONSTRUIR UMA NOVA HUMANIDADE, QUE NÃO ESTEJA DIVIDIDA, NEM SEJA SEGUIDA PELA VIOLÊNCIA E PELAS DIVISÕES, MAS QUE ESTEJA ALICERÇADA NO AMOR, NA FÉ E NA GRAÇA DE DEUS”, finalizou.

A deputada Helena Duailibe também participou da sessão e destacou a necessidade de vivenciarmos a unidade e fazer as boas ações baseado no que Cristo nos ensinou. Além da importância da vacinação para todos.

P articiparam também da sessão, o Arcebispo Metropolitano de São Luís, Dom José Belisário, Delsio de Jesus, coordenador Arquidiocesano de Campanhas, Martha Isabel Furtado, secretária executiva da regional Nordeste 5 da CNBB, e Beatriz Carvalho, representando a Secretaria de Estado de Direitos Humanos e Participação Popular (SEDIHPOP).

FacebookTwitterWhatsAppEmailTelegramCompartilhar

0

Roberto Costa comanda comissão de Finanças da Assembleia

O deputado estadual Roberto Costa tomou posse como presidente da Comissão de Orçamento Finanças, Fiscalização e Controle da Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão. Na ocasião, foi escolhido também o deputado Ricardo Rios para o cargo de vice-presidente da comissão.

A Comissão de Orçamentos e Finanças  tem como objetivo atuar sobre proposições e assuntos econômicos, incluindo ainda os de competência de outras comissões, que concorram para aumentar ou diminuir assim a despesa como a receita pública; sobre a atividade financeira do Estado; sobre a fixação de subsídios e ajuda de custo a Deputados, Governador e Vice-Governador; sobre o projeto de lei orçamentária, em especial os que disponham sobre o Plano Plurianual, as Diretrizes Orçamentárias e o Orçamento Anual, bem como os projetos referentes à abertura de créditos.

“É uma responsabilidade enorme presidir uma comissão tão importante quanto esta e  agradeço ao presidente Othelino Neto e aos amigos parlamentares por terem confiado a mim este cargo. Iremos desenvolver nosso trabalho tendo como objetivo fazer uma gestão com amplo diálogo acerca de todas as questões que entrarem em pauta e para que elas possam se concretizar em benefícios para o povo maranhense” afirmou o deputado.

2

Falta coragem e o governador quer transferir responsabilidades, afirma César Pires

O deputado César Pires cobrou firmeza do governador Flávio Dino na tomada de decisões para combater o avanço do coronavírus no Maranhão. Para o parlamentar, o chefe do Executivo tenta transferir suas responsabilidades ao reunir dirigentes de outros poderes e prefeitos para decidir sobre a adoção de medidas restritivas mais rigorosas no estado.

“O governador lutou tanto para comprar vacina, mas quando foi autorizado pelo Supremo não comprou nenhuma. Sua contrapartida foi comprar seringas e luvas, e gastar milhões em mídia para dizer o que fez. Pediu o direito discricionário de tomar as atitudes que quisesse e foi autorizado. Mas se acovardou e foi preciso um juiz decretar lockdown para que ele cumprisse”, destacou César Pires.

Lembrando que recentemente Flávio Dino desistiu de adotar medidas restritivas depois de tê-las anunciado, devido à desaprovação de diversos setores da população, César Pires disse que falta cientificidade e coragem política ao governador para tomar as decisões que são de sua responsabilidade, mas ele quer transferir aos demais gestores públicos.

“Fazem uma reunião para discutir o momento grave da pandemia, mas não chamam quem tem base científica e quem vivencia na prática a crise sanitária. Reúnem os que já adotaram suas medidas de segurança, como os tribunais de Justiça e de Contas, e o Ministério Público. Mas não chamam o corpo científico para apresentar a real situação da pandemia no Maranhão. É um governo mambembe, cheio de fracos atores”, criticou César Pires.

Para o deputado, o governador adia a tomada de decisões por covardia, por temer a reprovação popular, por isso promove reuniões para dividir responsabilidades. Paralelamente, como presidente do Conselho Nacional de Secretários de Saúde, o secretário de Saúde do Maranhão, Carlos Lula, cobra do governo federal decisões que o governo Flávio Dino não teve a coragem de adotar no estado.

“A pandemia está crescendo, no interior do Maranhão falta testes para diagnóstico da doença, não há estudo sobre a nova cepa por região, não há ajuda às prefeituras e o risco de contaminação só aumenta. Enquanto isso, o governador que desmontou hospitais e desativou leitos não tem coragem de tomar atitude. E as pessoas vão morrendo, vítimas do coronavírus. É o governo da covardia”, finalizou César Pires.

1

Dr. Yglésio articula volta para o PDT…

Deputado estadual que se filiou ao PROS para disputar as eleições de 2020 mostra-se pouco vinculado ao programa do partido e pretende retornar à legenda pela qual se elegeu, reforçando a base do projeto pedetista de 2022

 

Dr. Yglésio e Weverton Rocha devem voltar à aliança no PDT; o deputado quer e o senador tem interesse

Eleito pelo PDT em 2018, candidato a prefeito de São Luís pelo PROS, em 2020, o deputado estadual Dr, Yglésio deve concorrer à reeleição pelo mesmo partido que lhe deu o primeiro mandato.

Pouco ligado ao programa do PROS no Maranhão, o parlamentar já engatou conversas com aliados e com líderes do PDT para retornar à legenda que o projetou na política.

É pelo PDT que ele pretende concorrer à reeleição em 2022.

A confirmação deste recasamento deve fortalecer ainda mais a bancada pedetista e o projeto do senador Weverton Rocha (PDT) para 2022.

E também fortalece o próprio projeto de reeleição de Dr. Yglésio…

2

Aliado, Weverton Rocha reforça apoio a Othelino Neto…

Antes mesmo da decisão do ministro Alexandre de Moraes, que confirmou a legalidade da eleição do presidente da Assembleia, senador fez uma série de postagens em suas redes sociais ao lado do amigo, que passou o dia na capital federal

 

Othelino Neto com Weverton Rocha nos salões do Senado, em Brasília, horas antes da decisão do STF em seu favor

Principal aliado do presidente da Assembleia Legislativa, Othelino Neto (PCdoB), o senador Weverton Rocha (PDT) reforçou nesta quinta-feira, 25, a aliança e a amizade que tem com o parlamentar.

Antes mesmo da decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal, Alexandre de Moraes – que confirmou a legalidade da eleição de Othelino para o comando da Assembleia Legislativa – Weverton já estava postando mensagens de apoio ao aliado.

No story do Instagram, o senador do PDT reforçou a amizade com o deputado comunista em mensagens ao longo do dia, do tipo “Tamo Junto” ou “com o companheiro Othelino Neto”.

Othelino Neto passou o dia de ontem em Brasília, diante de um bombardeio de vários partidos e até de entidades sem ligação com a política, tentando derrubá-lo do comando da Assembleia.

O presidente da Assembleia Legislativa como os senadores Davi Alcolumbre, Weverton Rocha e Tarcísio Araújo

Ele visitou o Senado Federal ao lado de Weverton Rocha, acompanhou prefeitos maranhenses no Congresso Nacional e participou de reuniões políticas.

No meio da tarde veio a decisão do ministro do STF, confirmando sua permanência no cargo.

Já no início da noite, o próprio Othelino Neto postou comentário sobre sua passagem pelo Senado, o que resultou em um comentário de Weverton. 

– Amigo Othelino Neto sempre pode contar comigo – disse o senador.

E a aliança continua rumo a 2022…

2

Ministro do STF frustra adversários de Othelino Neto…

Alexandre de Moraes decidiu na tarde desta quinta-feira, que a reeleição do presidente da Assembleia Legislativa foi legal, encerrando a especulação de lideranças partidárias que queriam tirá-lo do jogo sucessório de 2022

 

Othelino Neto continua na presidência da Assembleia e pode entrar na linha de sucessão direta do governador Flávio Dino

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), decidiu nesta quinta-feira (25) que a reeleição d o deputado Othelino Neto (PCdoB) para presidente da Assembleia Legislativa ocorreu de forma legal.

Desde ontem – de uma hora para outra – várias ações partidárias e até de fontes ilegítimas começaram a questionar a legalidade da eleição do parlamentar, que está na linha direta de sucessão do governador Flávio Dino (PCdoB).

De acordo com a decisão de Alexandre de Moraes, a reeleição de Othelino Neto ocorreu dentro do cumprimento da Constituição Federal e da Constituição estadual do Maranhão, que possibilita a reeleição.

Antes mesmo desse despacho, o próprio partido autor da ação já havia reconhecido que incluiu o caso de Othelino equivocadamente no processo.

Frustrando os que torcem contra os que querem interferir de qualquer forma no processo eleitoral de 2022…

0

De repente, Othelino Neto passou a ser alvo de interessados em 2022…

Aliados do senador Roberto Rocha, dos deputados federais Josimar de Maranhãozinho e Gastão Vieira – segundo apurou o blog Marco Aurélio D’Eça – além de associações que nada têm a ver com política, resolveram questionar a eleição do presidente da Assembleia; curiosamente, ele é um dos nomes na linha de sucessão do governador Flávio Dino no próximo ano

 

Othelino Neto passou a ser alvo, de uma hora para outra, de várias ações; ele pode entrar na linha direta de sucessão do governador Flávio Dino

Análise de conjuntura

De uma hora para outra, o presidente da Assembléia Legislativa, deputado Othelino Neto (PCdoB), passou a ser alvo de diversas ações no Supremo Tribunal Federal questionando a legitimidade de sua reeleição para o comando da Assembleia Legislativa.

Nesta quarta-feira, várias notícias em blog informaram ações contra Othelino patrocinadas por partidos ligados a lideranças políticas de peso no Maranhão; e até de associações que nada têm a ver coma  atividade parlamentar.

A rigor, as ações têm, poucas chances de prosperar no STF, pelo simples fato de que Othelino concorreu a apenas uma reeleição – e mesmo assim, antes mesmo de a regra do STF passar a vigorar.

De uma forma ou de outra, os processo acabam por constranger e criar embaraços para o comunista.

O blog Marco Aurélio D’Eça apurou que a tentativas de apear do cargo o presidente da Assembleia teriam o interesse do senador Roberto Rocha (PSDB) e dos partidos dos deputados Gastão Vieira (PROS) e Josimar de Maranhãozinho (PL). (Saiba mais aqui, aqui e aqui)

A exceção de Vieira, tanto Roberto quanto Josimar querem disputar o Governo do Estado em 2022.

Ao que tudo indica, Othelino Neto passou a ser alvo por que está na linha de sucessão direta do governador Flávio Dino (PCdoB), embora a equação para levá-lo ao poder seja de complicada execução.

Caso o vice-governador Carlos Brandão (PRB) aceite uma das vagas abertas no Tribunal de Contas do Estado entre 2021 e 2022, o presidente da Assembleia assumirá o governo em abril de 2022, com a renúncia de Flávio Dino para disputar as eleições.

Othelino é um dos principais aliados do senador Weverton Rocha (PDT), principal candidato da base dinista ao Governo do Estado.

Sua queda interessaria também a figuras proeminentes do Tribunal de Justiça e do próprio TCE, com interesses no comando da Assembleia.

Estaria aí o motivo para tentar afastá-lo do cargo?

Coma palavra os autores das ações no STF…