0

Zé Inácio propõe criação do programa “merenda em Casa”

O deputado estadual Zé Inácio (PT) protocolou nesta segunda-feira, 6, indicação solicitado ao governo do Estado a criação do Programa Merenda em Casa.
 
O programa tem como objetivo ofertar a alimentação escolar para os estudantes matriculados na rede pública estadual, no valor mensal de R$ 70,00 reais durante a pandemia do coronavírus (COVID-19).
 
De acordo com o deputado Zé Inácio esta medida deve ser adotada em caráter emergencial, levando em conta que os alunos da rede pública estadual estão com as aulas suspensas desde o dia 17 de março como forma de conter a propagação do coronavírus.
 
“Essa é uma medida protetiva e de atenção às famílias e às crianças mais vulneráveis do nosso Estado. Esses R$ 70,00 reais correspondem ao valor de uma cesta básica de alimentos”, diz Zé Inácio.
 
Ainda segundo a indicação do parlamentar essa medida deve durar enquanto as aulas estiverem
 suspensa e serão beneficiadas às famílias inscritas no Programa Bolsa Família, bem como aquelas que vivem em situação de extrema pobreza, de acordo com o Cadastro Único do Governo Federal.
 
O relatório Cenário da Infância e Adolescência no Brasil (2019), da Fundação Abrinq, aponta que 47,8% das crianças brasileiras vivem na pobreza, como é o caso do Maranhão. E muitas dessas crianças em situação de pobreza dependem das escolas que frequentam para se alimentarem.

Com a suspensão das aulas muitas passarão fome, sendo um dos objetivos do programa Merenda em Casa garantir que, os alunos mais vulneráveis, que se alimentam diariamente das refeições servidas nas escolas, não fiquem desassistidos.

0

“O momento é de solidariedade”, prega Neto Evangelista

Idealizador do movimento #toemcasamascontecomigo, deputado doou R$ 10 mil para compra de cestas básicas e vai doar parte do salário parlamentar pelos próximos seis meses para ajudar nos impactos da pandemia de coronavírus

No último sábado, dia 28, o deputado estadual Neto Evangelista (DEM) anunciou, por meio de suas redes sociais, a doação de parte do seu salário, durante três meses, para ajudar as pessoas que mais sofrem com os impactos econômicos provocados pela pandemia do novo coronavírus.

Idealizador do movimento #toemcasamascontecomigo, lançado no dia 27, o parlamentar doou R$ 10 mil para a compra de cestas básicas a serem adquiridas em pequenos comércios e doadas às famílias de baixa renda e trabalhadores autônomos de São Luís. E se comprometeu a continuar doando parte de seu salário como parlamentar nos próximos meses.

“O momento é de solidariedade. Muitas pessoas estão passando por dificuldades. Os governos federal, estadual e municipal já anunciaram algumas medidas. Mas precisamos fazer a nossa parte. É hora de quem tem ajudar quem não tem”, ressaltou Evangelista.

O democrata acredita que a ação deve servir de exemplo e estimular as pessoas a ajudarem o próximo. “Todos os esforços para atuar frente a esta crise são válidos. Muitas famílias estão precisando da nossa ajuda. Algumas já não tem o que comer. Vamos juntos fazer com que o necessário chegue aos que mais precisam”, disse.

Todos os recursos arrecadados serão repassados ao Instituto “Amigos da Cidade”, que será responsável pela logística da campanha e compra das cestas básicas. A distribuição das cestas ficará aos cuidados da Arquidiocese de São Luís e da igreja Assembleia de Deus.

As doações podem ser feitas por meio de depósito ou transferência bancária em favor do Instituto Amigos da Cidade.

Mais informações no site www.toemcasamascontecomigo.com.br.

0

Doação de Roberto Costa à Diocese de Bacabal vai superar R$ 40 mil…

Deputado estadual anunciou que vai repassar metade do seu salário parlamentar durante quatro meses para ajudar as ações da igreja católica no combate à pandemia de coronavírus e auxiliar desabrigados pelas enchentes

Roberto Costa anunciou a doação de metade do seu salário durante a sessão remota da última quarta-feira, na Assembleia Legislativa

A doação que o deputado estadual Roberto Costa (MDB) anunciou durante a última sessão remota da Assembleia Legislativa deve chegar a R$ 42 mil nos próximos quatro meses.

O dinheiro será encaminhado à Diocese de Bacabal, unidade da igreja católica que apoia comunidades carentes do município.

Serão R$ 10,5 mil por mês, pelos próximos quatro meses.

– Com a necessidade do isolamento social e o fechamento dos comércios, os fiéis deixaram de colaborar, comprometendo o funcionamento das paróquias. É preciso garantir meios para que as Igrejas sobrevivam – afirmou Roberto Costa.

Além dos problemas causados pela pandemia de coronavírus, Bacabal vive momento de calamidade em decorrência das enchentes, que já deixaram mais de 1,5 mil desabrigados.

Os recursos serão usados nas duas frentes de atuação…

8

Neto Evangelista lança campanha de arrecadação…

Parlamentar busca doação de cestas básicas para ajudar pessoas mais vulneráveis aos efeitos econômicos da Pandemia do coronavírus, como trabalhadores informais e famílias carentes

 

Uma campanha virtual em prol das famílias carentes e dos trabalhadores informais está mostrando que a solidariedade é, de fato, a grande aliada na luta contra o coronavírus.

Lançado por Neto Evangelista na última sexta-feira, 27, o movimento #Toemcasamascontecomigo tem o objetivo de arrecadar recursos para compra de cestas básicas que serão destinadas àqueles que mais sofrem com os efeitos econômicos da pandemia.

“São milhares de famílias carentes, além de trabalhadores autônomos, como diaristas, manicures, vendedores ambulantes e pipoqueiros, entre outros, que estão precisando da nossa ajuda. Muitas pessoas já não têm mais o que comer. Não podemos nos omitir”, disse Evangelista.

Os recursos arrecadados serão repassados ao Instituto “Amigos da Cidade”, que será responsável pela logística da campanha e compra das cestas básicas. A distribuição das cestas ficará aos cuidados da Arquidiocese de São Luís e da igreja Assembleia de Deus.

As doações podem ser feitas por meio de depósito, transferência bancária ou boletos nominais emitidos no site www.toemcasamascontecomigo.com.br.

“Estamos vivendo um dos momentos mais críticos para a humanidade. Um momento de angústia, incertezas e muito sofrimento. E só será possível superá-lo se estivermos todos unidos, cuidando uns dos outros”, concluiu Neto Evangelista.

2

Assembleia faz nova sessão remota nesta quarta-feira

Deputados participarão de votações e vão apreciar matérias de enfrentamento à COVID-19 com transmissão ao vivo pela TV Assembleia, rádio Assembleia  e pelas redes sociais do Poder Legislativo

 

Em tempo de coronavírus, Othelino Neto comanda as sessões da Assembleia com participação remota de deputados

O presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado Othelino Neto (PCdoB), convocou os parlamentares para a terceira Sessão Extraordinária com Votação Remota por Videoconferência, que será realizada nesta quarta-feira (1º), às 11h, para apreciação de novas Medidas Provisórias e  projetos de lei visando ao enfrentamento  do novo coronavirus, no Maranhão.

Dentre as matérias a serem apreciadas, estão em pauta duas Medidas Provisórias do Poder Executivo, uma dispondo sobre a prorrogação do prazo de validade das certidões negativas de débito expedidas pela Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz) e a outra isentando de impostos as operações internas e de importação do exterior com mercadorias destinadas à prevenção do novo coronavírus.

Também na sessão com votação remota será apreciado ainda o Projeto de Lei 083/20, do Executivo Estadual, que institui o Programa Farmácia Solidária, por meio do qual a Secretaria de Estado da Saúde (SES) receberá medicamentos doados por pessoas físicas ou jurídicas e, após triagem, fará a distribuição gratuita à população.

Os deputados vão apreciar ainda, na sessão remota, o PL 084/20, de autoria do deputado Ciro Neto, que estabelece as diretrizes para transferências de recursos do Fundo Estadual de Saúde para os fundos municipais de Saúde. A proposição visa, principalmente, à desburocratização, para que estes recursos cheguem efetivamente aos municípios no combate à COVID-19.

A sessão será transmitida ao vivo pela TV Assembleia, no canal aberto digital 51.2, canal 17 na TVN, site www.al.ma.leg.br/tv, rádio web, www.radioalema.com, e página oficial da TV no Facebook.

3

Dr. Yglésio quer debate sobre redução de mensalidades escolares…

Deputado estadual entende que o período sem aulas – ou com carga horária à distância – reduz os ustos das escolas e faculdades particulares, o que deve ser repassado também aos estudantes e pais de alunos

 

Dr. Yglésio entende que as mensalidades escolares não podem permanecer iguais durante o período de quarentena

O deputado estadual Dr. Yglésio (PROS) tem buscado nas redes sociais um debate fundamental para este período de isolamento social por causa do coronavírus.

O parlamentar entende ser necessário que escolas e faculdades particulares repensem a cobrança de mensalidades nos valores cobrados antes da pandemia, quando as aulas eram plenamente presenciais.,

Dr. Yglésio entende que, apesar de algumas escolas justificarem a manutenção da cobrança alegando aulas à distância, via internet, os custos nestes casos são reduzidos, o que justifica cortes na cobrança dos pais e estudantes.

– Não pode ficar apenas em cima dos pais e alunos o ônus financeiro da crise. Antecipar férias, discutir redução/parcelamento etc. Precisamos encontrar saídas – cobrou o deputado.

Alunos do Colégio Saint Paul´s, da elite paulista, terão redução de 30 nas mensalidades escolares durante a pandemia

O deputado publicou em suas redes sociais exemplo do Colégio Saint Paul’s, escola da elite paulistana, que cortou 30% da mensalidade no período em que os alunos permanecerem em casa.

Dr. Yglésio pretende levar este debate não apenas para as sessões virtuais da Assembleia Legislativa, mas para os órgãos de defesa e proteção ao consumidor, como Procon-MA, Defensoria Pública e Ministério Público, além da Vara de Interesses Difusos e Coletivos.

3

Coronavírus: deputados propõem redução de 50% nos próprios salários

Daniela Tema, Duarte Júnior, Fábio Macedo, Felipe dos Pneus e Mical Damasceno pretendem usar os recursos para ações de combate ao coronavírus e para ajudar pessoas que perderam renda durante a quarentena

 

Os deputados estaduais Daniela Tema, Duarte Júnior, Fábio Macedo, Felipe dos Pneus (todos do PRB) e Mical Damasceno (PTB) devem oficializar hoje à Assembleia Legislativa o pedido de desconto em 50% dos seus sala´rios parlamentares.

A iniciativa visa destinar os recursos para ações de combate ao coronavírus e beneficiar trabalhadores que possam perder renda durante o período de isolamento social.

– Estamos propondo a redução de 50% dos nossos salários para o financiamento das ações de combate ao CoVID19 e para o auxílio daqueles que perderam suas rendas ou o emprego em razão da epidemia. A situação exige sacrifícios, menos palavras e mais ações concretas – afirmou Duarte Júnior. 

O grupo de deputados deve fazer o pedido conjunto ao presidente da Casa, Othelino Neto (PCdoB).

6

Dr. Yglésio minimiza quarentena e recebe críticas no Twitter…

Candidato a prefeito, deputado estadual – que é médico – postou uma série de recomendações contra o coronavírus, mas admitiu afrouxamento do isolamento social e foi duramente atacado por internautas

 

Dr. Yglésio gerou nova polêmica na internet ao minimizar a quarentena contra a CoVID-19

O deputado estadual Dr. Yglésio (PROS) foi duramente criticado na manhã desta quarta-feira, 25, após publicar em seu perfil no Twitter, uma série de 10 orientações intituladas “Passo a Passo para não matar pessoas nem a economia” durante a pandemia de coronavírus.

Pré-candidato a prefeito de São Luís, o parlamentar, que é médico, defendeu, em síntese, o mesmo que o presidente Jair Bolsonaro, como apenas “15 dias seguram a disseminação” após infecção (item 2), e “Idosos e doentes crônicos em casa” (item 4)

Mas os pontos 5, 6, 9 e 10 do seu decálogo foram os  mais duramente criticados, pelos que viram neles os mesmos devaneios de Bolsonaro.

– Teve contato com CoVID-19 positivo? Testa, deu positivo: fica em casa; deu negativo? Vá trabalhar, como gente educada que você é ou deveria ser – orientou Yglésio, nos itens 5 e 6.

Ms à frente, relativizou o confinamento:

– Não se contamine pela Globo. Ela te quer em casa, assistindo anúncios – afirmou o deputado, em seu item 9, e completou com um comentário visto como elogio reverso a Bolsonaro:

– Desconsidere o Bolsonaro. ele consegue estragar até as coisas verdadeiras com a forma tosca de ser.

Dr. Yglésio passou toda a manhã desta quarta-feira, tentando se explicar aos internautas que criticaram seu decálogo.

À tarde, passou a disponibilizar seu número pessoal de celular, para conversar diretamente com os críticos.

Mas a repercussão continua no Twitter…

Veja abaixo o decálogo do Dr. Yglésio contra o coronavírus:

Passo a passo pra não matar pessoas nem a economia (que morta, mata também)

1. Esses 15 dias seguram a disseminação: vai ficar bonitinho.

2. Delimitamos os casos: ok, daí começam testes em massa.

3. Positivo pra covid19? Deixa em casa.

4. Idosos e doentes crônicos: em casa.

5. Teve contato com covid19 positivo? Testa, deu positivo: fica em casa.

6. Deu negativo, vai trabalhar, com todos os cuidados, como gente educada que vc é ou deveria ser.

7. Trabalhe pra caramba, trabalhe por quem não pode trabalhar.

8. Lembre de proteger os que te fizeram chegar até aqui.

9. Não se contamine pela Globo. Ela te quer em casa assistindo anúncios.

10. Desconsidere o Bolsonaro. Ele consegue estragar até as coisas verdadeiras com a forma tosca de ser.

Paciência: vamos vencer!

Dr. Yglésio, deputado estadual

0

Coronavírus: Pires pede adiamento da cobrança de novas alíquotas

O deputado César Pires fez, da tribuna da Assembleia Legislativa, um apelo ao governo Flávio Dino: que enquanto durar a pandemia do coronavírus, seja adiada a cobrança das novas alíquotas da contribuição previdenciária, que devem ser descontadas dos salários dos servidores estaduais a partir deste mês.

A proposta do parlamentar toma por base as medidas de combate ao coronavírus adotadas pelo governo Bolsonaro, que decidiu antecipar o pagamento do 13º dos aposentados e pensionistas do INSS.

“Da mesma forma, peço ao governador que não inclua na folha de pagamento deste mês o aumento das alíquotas, para que os servidores ainda pudessem contar com esses 2% ou 3% dos seus salários”, propôs o parlamentar.

“Se o presidente Bolsonaro, que é tão criticado no Maranhão, teve a iniciativa de antecipar o benefício do INSS, acredito que nossos governantes também poderiam retardar o aumento na contribuição previdenciária dos servidores e esperar passar a pandemia do coronavírus”, opinou.

Para César Pires, o governo Flávio Dino deveria seguir o exemplo do governo federal e oferecer algum apoio financeiro ao funcionalismo estadual durante esse período de instabilidade causada pelo coronavírus.

“Adiar a aplicação das novas alíquotas previdenciárias já seria uma medida benéfica”, concluiu ele.

0

Othelino ratifica medidas adotadas pela Alema contra o coronavírus

O presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado Othelino Neto (PCdoB), ratificou, na sessão plenária desta terça-feira (17), a importância do cumprimento do conjunto de medidas preventivas adotadas pela Casa, por meio da Resolução Administrativa 157/2020, contra a infecção e a propagação do novo coronavírus (COVID-19), apesar de não haver casos confirmados da doença no Estado.

Pela manhã, o chefe do Legislativo Estadual também recebeu o médico infectologista Bernardo Wittlin, em visita à Casa. O especialista avaliou positivamente as precauções tomadas contra a pandemia, para garantir a segurança dos parlamentares, servidores e colaboradores do Poder Legislativo.
 
Othelino ressaltou que o Parlamento maranhense está acompanhando e sempre buscando informações para poder agir, imediatamente, diante deste momento delicado pelo qual passa os brasileiros. Ele reforçou que foram adotadas uma série de medidas internas como, por exemplo, a suspensão do acesso de visitantes e usuários às dependências da Casa e de viagens oficiais; o afastamento das atividades dos servidores acima de 60 anos ou que tenham doenças crônicas, assim como também das servidoras gestantes. Também estão suspensos eventos coletivos não-diretamente relacionados às atividades legislativas do Plenário e das comissões.  
 
“A visita do doutor Wittlin à Casa também foi importante no sentido de contribuir com mais orientações ao nosso corpo administrativo e, ao mesmo tempo, por meio da nossa estrutura de Comunicação, falar para a sociedade sobre o tema, porque a solução maior é o compromisso individual de cada um de fazer a sua parte na prevenção e no combate à propagação da doença”, afirmou Othelino
 
Bernardo Wittlin analisou as medidas que a Assembleia Legislativa vem tomando para enfrentar a pandemia do coronavírus e destacou que, neste momento, a preocupação também é com a “epidemia da desinformação”, o que se faz necessário armar a população com informações seguras acerca do assunto.
 
“Nós temos que ter essa preocupação, porque, além da COVID-19, também temos essa “epidemia da desinformação”, que se transmite mais rapidamente ainda. As medidas que estão sendo tomadas, internamente, na Assembleia, são muito importantes e estão em consonância com a gravidade do problema. São determinações restritivas, de educar as pessoas, algo fundamental nesse momento para evitar uma evolução trágica da pandemia”, ressaltou o infectologista.