11

Dois suplentes deverão assumir vaga na Câmara Federal…

Ricardo Archer pode estrear na Câmara

Os suplentes Ricardo Archer  e Paulo Marinho Júnior (ambos do PMDB), devem assumir mandato na Câmara Federal até o final de abril.

Para que a posse se consolide, falta apenas a governadora Roseana Sarney (PMDB) confirmar a criação da Secretaria da Pesca, o que abriria vaga para um deles.

A questão é a seguinte: o deputado federal José Vieira (PR) estuda afastar-se do mandato, mas não aceita abrir vaga para Archer – que é filho do ex-prefeito homônimo de Codó. Por outro lado, o governo tem interesse na posse de Paulo Júnior, filho do ex-prefeito homônimo de Caxias.

A solução foi resolver as duas situações com uma única tacada.

Paulo Marinho: deputado e candidato a prefeito

Com a criação da Secretaria da Pesca, o governo alinha seus objetivos no setor ao Governo Federal – que tem o Ministério da Pesca –  e ainda abre vaga para um dos suplentes, nomeando para a pasta o deputado Cléber Verde – do partido de Crivella. 

Assim, Ricardo Archer assumirá no lugar de Verde.

E Vieira poderá, finalmente, licenciar-se em favor de Paulo Marinho Júnior.

Simples assim…

0

Congresso tem 131 pré-candidatos a prefeito – seis no MA…

Faltando seis meses para as eleições municipais, o Congresso Nacional tem 131 candidatos a prefeito em todo o país.

São 129 deputados federais e dois senadores – Cícero Lucena (PSDB), em João Pessoa (PB), e Inácio Arruda (PCdoB), em Fortaleza (CE).

Os números não são definitivos por que os pré-candidatos ainda precisam ter os nomes confirmados nas convenções partidárias.

Entre os maranhenses, seis deputados planejam disputar as eleições.

Edivaldo Júnior (PTC) vai concorrer em São Luís; Zé Vieira (PR) é candidato em Bacabal, Costa Ferreira (PSC) concorre em Raposa e Pinto Itamaraty (PSDB) se articula para disputar as eleições em Paço do Lumiar.

Também são candidatos Ribamar Alves (PSB), em Santa Inês, e Davi Alves Silva Júnior (PR), em Imperatriz.

A lista de maranhenses pode crescer se Hélio Santos (PSD) e Alberto Filho (PMDB), decidirem entrar na disputa.

Eles são cotados, respectivamente, em Açailândia e Bacabal,  mas eles só pretendem concorrer se o seus indicados não se viabilizarem.

O prazo para definição das candidaturas termina no dia 30 de junho…

5

Após denúncia de Chiquinho Escórcio, INSS manda abrir agências fechadas no interior…

Representantes do INSS, ao lado do deputado federal Chiquinho Escórcio (PMDB), inauguraram hoje a agência do INSS no município de Estreito.

Construída há mais de um ano, a agência, assim como as de Itinga e de Amarante, nunca havia sido inaugurada por falta de funcionários e equipamentos.

Escórcio, com vereadores de Imperatriz, durante visita a uma das agências do INSS

Até que, no mês passado, Chiquinho Escórcio decidiu amanhecer um dia em cada uma delas, para acompanhar o drama de idosos que precisam da assistência própria da idade.

– Fui para ver a situação de perto. E hoje voltei com a solução do problema – disse Escórcio.

Após repercussão do fato, o ministro da Previdência, Garibaldi Alves, determinou a abertura das agências.

– Ele também determinou a reforma completa da unidade de Imperatriz – disse o parlamentar.

Nas próximas semanas, serão oficialmente abertas as agências de Itinga e Amarante…

7

O futuro incerto de Waldir Maranhão…

Maranhão pode ficar fora das eleições de 2014

Pilhado com irregularidades nas suas contas de campanha de 2010, o deputado federal Waldir Maranhão (PP) é o mais ilustre nome na lista dos inelegíveis do Tribunal Regional Eleitoral.

E corre o risco de ficar fora das próximas eleições, em 2014.

Maranhão não conseguiu explicar à Justiça Eleitoral gastos de R$ 600 mil na campanha de reeleição à Câmara. em 2010. 

Até tentou, mas a emenda saiu pior que o soneto.

Apresentou como justificativa a informação de que R$ 200 mil sairam do seu próprio bolso. Mas sua declaração de renda permitiria a doação própria de apenas R$ 16 mil.

Ou seja, de uma forma ou de outra, Waldir Maranhão gastou mais do que podia nas eleições.

E esta pendência perdurará por que já transitada em julgado.

O que deixa o presidente do PP com futuro incerto nas eleições daqui pra frente.

Com reflexos imediatos em 2014…

13

E a bancada federal continua omissa…

Nenhum membro da bancada federal maranhense se manifestou até agora diante dos novos fatos relativos ao aeroporto de São Luís e à BR-135.

Parte da bancada maranhense: pose pra foto, e só...

Na sexta-feira anterior ao carnaval, este blog revelou que a empresa responsável pela obra estaria à beira da falência; depois, já na quinta-feira, revelou mais: que a Infraero quer do governo maranhense o ônus de bancar a empresa para que a obra não atrase.

Ainda na quinta após a festa de Momo, vários deputados estaduais foram à tribuna para cobrar explicações da Infraero e do DNIT – este por causa do novo caos registrado na rodovia durante o carnaval.

Enquanto isso, no aeroporto...

Mas deputados federais e senadores maranhenses calados estavam e calados ficaram.

E vai continuar assim, dado o histórico de omissão dos seus membros, que dão de ombros às questões maranhenses.

Uma parte da bancada, por exemplo, nem aqui vem.

Muitos não moram aqui e têm poucas ligações com o Maranhão – vivem na Ponte área Rio/Brasília.

A outra parte, por sua vez, torce pelo “quanto pior, melhor”; por que, para ela, o que importa é o desgaste do governo – e as próximas eleições.

Os que sobram são aqueles que sequer sabem o que estão fazendo no Congresso Nacional.

E por causa deles – deputados e senadores – a Infraero e o DNIT debocham do povo do Maranhão.

Simplesmente por que este povo não pode contar com seus representantes.

Eles têm os próprios interesses a cuidar…

8

O estranho silêncio de Edivaldo Júnior…

Edivaldo Jr: absolutamente mudo sobre eleição

De todos os nomes já postos para a disputa eleitoral em São Luís, o deputado Edivaldo Holanda Júnior (PTC) é a figura mai enigmática.

Parlamentar de excelente oratória, boa articulação de bastidores e, sobretudo, bom de voto, ele se escondeu atrás do mandato desde que assumiu na Câmara Federal.

Apesar de discutido como opção em todos os grupos – de João Castelo (PSDB) a Roseana Sarney (PMDB); de Flávio Dino (PCdoB) a Roberto Rocha (PSB) – Edivaldo Júnior jamais deu qualquer entrevista sobre sucessão municipal aos jornalistas maranhenses.

Inclusive neste blog, as matérias relacionadas ao parlamentar eram sempre extraídas da agenda da Câmara ou copiadas de outros blogs – e nunca sobre o tema eleição.

É estranho que um pré-candidato com tanta força político-eleitoral continue escondido mesmo diante de tanta polêmica em torno do seu nome.

Mas é o estilo Edivaldo Holanda Júnior.

Que vai fugindo do debate, em absoluto silêncio público.

Deixando que outros falem por ele…

18

Preso ou morto…

Dutra: É só o que sai da sua cabeça...

Oportunista como sempre, o deputado federal Domingos Dutra (PT) quer fazer média com os moradores do Vinhais Velho e decidiu acampanhar na região, com objetivo de impedir a execução da Ordem Judicial de Desapropriação da área.

E de lá garante que só sai preso ou morto.

Mais de 70% dos moradores já concordaram com a desapropriação, para continuidade das obras de construção da Via Expressa – obra que beneficiará centenas de milhares de outros ludovicenses.

Os demais moradores discutem apenas detalhes de preço e pagamento, mas concordam com a importância da obra.

Mesmo assim, o proselitista Dutra tenta usar “comunitários” – e infiltrados – com interesses políticos pessoais.

A desapropriação de áreas de interesse público é uma praxe em grandes obras, como a Via Expressa.

Dutra, no entanto, sabe da importância da nova avenida para São Luís e tenta impedi-la, por achar que ela dará benefícios políticos ao grupo da governadora Roseana Sarney (PMDB).

Pura canalhice oposicionista…

6

Chiquinho Escórcio faz agradecimento pessoal a eleitores…

Escórcio: proximidade com o eleitor...

O deputado federal Chiquinho Escórcio (PMDB) está desde a semana passada em um périplo pelo interior do Maranhão. Ele visita cada uam das bases eleitorais de sua votação em 2010.

Volto para agradece a confiança do eleitor. E pretendo repetir isso ano após ano, até o final do meu mandato. É a minha forma de aradecer ao eleitor por esta confiança – explicou o parlamentar, primeiro suplente no exercício do mandato.

Geralmente, os parlamentares só visitam suas bases em épocas de eleições – deles ou de aliados. Alguns, sequer fazem isso, deixando o contato com o eleitor para cabos eleitorais remunerados.

Da escola do falecido senador Alexandre Costa, e acostumado ao corpo-a-corpo com o eleitor, Chiquinho Escórcio diz que gosta deste contato com o povo, que  fortalece sua prática política.

Nestes encontros sequer falamos de política. Eu agradeço às lideranças e populares, a gente conversa, se diverte, joga bola; faz uma verdadeira confraternização. “A ‘molecagem’ é grande!” – brinca o parlamentar, usando um dos seus mais tradicionais bordões.

Chiquinho Escórcio obteve 53.547 votos nas eleições de 2010, boa parte deles vinda das regiões Sul e Tocantina.

Ele pretende voltar a cada um dos municípios neste período de férias.

E agadecer voto por voto conquistado nas urnas…

4

Eleito no Maranhão, Davizinho encaminha emendas para o DF…

Davizinho: eleito aqui, trabalha por lá...

O deputado davi Alves Silva (PR), eleito pelo Maranhão, destinou R$ 600 mil em emendas parlamentares para o Distrito Federal. Pior: metade deste dinheiro ele encaminhou a uma entidade investigada pela Polícia Federal.

A Fundação Universa recebeu R$ 300 mil destinados por Davizinho. A entidade é ligada a Dalmo Queiroz, preso no ano passado, acusado de desvio de verba no Minsitério do Turismo.

 

Para Dutra, do Maranhão só servem os votos...

É estranho que um deputado maranhense destine vebas de suas emendas para outro estado, ams Davizinho não é o único.

O deputado Domingos Dutra (PT) também destina todas as suas emendas para os estados do Piauí, Tocantins e Distrito Federal.

Alega que os prefeitos maranhenses, ligados ao esquema Sarney, não cuidarão do direito do dinheiro.

Esquecem Dutra e Davizinho que votos neles foam exatamente para que eles pudessem mudar a realidade das coisas do Maranhão.

Na próxima vez, deveriam pedir votos nestes estados…

Leia também: O que Dutra fez pelo Maranhão?”

3

Maranhão já tem 1/3 de suplentes na bancada federal…

Clóvis Fecury assumiu em setembro

Nada menos que sete dos 21 parlamentares que compõem a bancada federal do Maranhão – deputados e senadores – não foram eleitos em 2010.

São cinco suplentes de deputado federal que assumiram ao longo de 2011 e dois suplentes de senador exercendo mandato no Senado.

Deles, apenas Davi Alves Silva Filho, o Davizinho (PR), foi efetivado, após a morte do eleito Luciano Moreira (PMDB).

No Senado, dois dos três senadores a que o Maranhão tem direito são suplentes.

Edinho Lobão (PMDB) ocupa a vaga do pai, minsitro de Minas e Energia, Edison Lobão (PMDB). Clóvis Fecury (DEM) está no lugar do secretário de Projetos Especiais do estado, João Alberto de Souza (PMDB).

Na Câmara, são quase 30% de suplentes. 

Simplício: último a entrar

Chiquinho Escórcio (PMDB) e Costa Ferreira (PSC) ocupam, respectivamente, as vagas do ministro do Turismo, Gastão Vieira (PMDB), e do secretário estadual de Cidades, Pedro Fernandes (PTB).

Weverton Rocha (PDT) está no lugar de Carlos Brandão, presidente regional do PSDB.

O último a compor o time de reservas em campo é o suplente Simplício Araújo (PPS). Ele assumiu o mandato de Ribamar Alves (PSB), licenciado para tratamento de saúde.

Os demais 14 membros da bancada foram eleitos em 2010…