3

Suplentes já representam 55% das vagas no Congresso…

Telma Pinheiro, última a assumir na Câmara

Nada menos que dez suplentes  – dois de senador e oito de deputado federal – já assumiram mandato na Câmara desde a posse dos eleitos, em 2011.

A última a garantir temporada de 121 dias em Brasília foi a suplente Telma Pinheiro (PSDB), que ocupará a vaga do companheiro de partido Pinto Itamaraty.

São 55% das vagas ocupadas por quem não foi eleito em 2010.

Dos dez suplentes que já assumiram, apenas Davi Alves Silva Filho, o Davizinho (PR), se efeitvou no mandato. Ele tomou posse definitiva em maio do ano passado, após a morte do eleito Luciano Moreira (PMDB).

Também ocupam vaga na Câmara Federal os suplentes Chiquinho Escórcio (PMDB), Costa Ferreira (PSC), Paulo Marinho Júnior (PMDB), Weverton Rocha (PPS), Ricardo Archer (PMDB) e Simplício Araújo (PPS).

No Senado, os suplentes são Edinho Lobão (PMDB) e Clóvis Fecury (DEM)…

Texto alterado às 14h26 para correção e acréscimo de informações
9

Raimundo Monteiro é a bola da vez para assumir na Câmara

Monteiro pode ter mandato temporário na Câmara

O suplente Raimundo Monteiro (PT) deve ser o próximo a assumir mandato na Câmara Federal, dentro da articulação do governo Roseana Sarney (PMDB) para dar vez aos aliados na bancada maranhense.

Ele é o atual primeiro suplente, após a posse de Ricardo Archer e Paulo Marinho Jr. (ambos do PMDB).

A ascensão de Monteiro à Câmara agradaria também à presidente Dilma Rousseff (PT), que ganharia mais um aliado.

Além disso, o novo deputado petista faria o contraponto ao também petista Domingos Dutra, que não é necessariamente um aliado do Palácio do Planalto.

Ainda não há informações sobre o deputado que se afastaria do mandato para dar vaga a Monteiro.

Mas como este blog nunca errou quando trata do assunto…

11

“Minha licença é sem vencimentos; vou atuar na campanha do PRB”, diz Cléber Verde…

Cléber Verde: dedicado integralmente à campanha

O deputado Cléber Verde (PRB) esclareceu hoje os termos de sua licença da Câmara Federal, semana passada.

– Tirei uma licença para tratar de assuntos particulares. Isso ignifica uma licença sem nenhum tipo de vencimento. Vou atuar diretamente na campanha do meu partido, o PRB, em todo o Maranhão – explicou Verde.

Segundo o deputado, o PRB terá 86 candidatos a prefeito 28 candidatos a vice-prefeito em todo o Maranhão, o que requer dedicação exclusiva da cúpula partidária.

– Vou visitar todo este Maranhão para garantir a eleição dos nossos prefeitos. Temos plena convicção das chances de vitória e não poderia ficar ausente da Câmara sem explicação. Por isso me licenciei – conta.

Na semana passada, Cléber Verde reuniu pré-candidatos do PRB em todo o estado, em um encontro no Hotel Soalre, na Avenida Litorânea, do qual participou o chefe da Casa Civil, Luís Fernando Silva.

Dentre os candidatos, nada meno que 58 interessados em disputar as vagas na Câmara Municipal de São Luís.

– Temos quadros suficientes para garantir uma chapa própria de candidatos a vereador. Vamos apoiar a candidatura de Washington (PT) na majoritária. Mas deveremos sair sozinhos na proporcional – explicou o parlamentar.

Cléber Verde ficará 121 dias afastado da Câmara Federal.

Em seu lugar, assumiu o suplente Ricardo Archer (PMDB)…

5

Maranhão tem 30 parlamentares recebendo no Congresso…

A bancada do Maranhão no Congresso Nacional é representada por 18 deputados e três senadores. Mas atualmente, o contribuínte do país paga salário a 30 parlamentares maranhenses.

São os 21 titulares e mais sete suplentes que exercem mandato temporário.

Pelas regras do Congresso, o parlamentar que se afasta para “tratamento de saúde” pode continuar recebendo a íntegra dos seus vencimentos. É o caso, por exemplo, de Ribamar Alves (PSB) e Cléber Verde (PRB).

Mas a Câmara também paga o mesmo salário aos suplentes que estiverem exercendo o mandato no período de licença dos “doentes”. Exemplo: Simplício Araújo (PPS) e Ricardo Archer (PMDB).

Já aqueles que se licenciam para assumir cargos nos governos federais ou estaduais, pondem optar pelo salário parlamentar – o que sempre fazem, já que o valor é maior que o de ministro ou secretário.

Neste grupo estão os senadores Edison Lobão e João Alberto de Souza (ambos do PMDB), além dos deputados Gastão Vieira (PMDB) e Pedro Fernandes (PTB).

Os suplentes de todos eles – Clóvis Fecury (DEM) e Edinho Lobão (PMDB), no Senado; Chiquinho Escórcio e Costa Ferreira (PSC), na Câmara – também recebem os vencimentos integrais.

De todas as licenças da bancada federal, apenas a de Edivaldo Holanda Júnior (PTC)  ainda não foi esclarecida – se para tratamento de saúde (o que garante o salário) ou para tratar de assuntos particulares (o que, em tese, suspende a remuneração).

De uma forma ou de outra, seu suplente, Weverton Rocha (PDT), recebe o salário integral de deputado federal.

E o povo brasileiro paga toda a conta…

12

Ricardo Archer assume vaga na Câmara Federal…

Ricardo, à equerda de Roseana, asumiu; Marinho assume terça-feira

O suplente Ricardo Archer (PMDB) assumiu ontem à tarde mandato de deputado federal, no lugar de Cléber Verde (PRB), afastado para tratar de assuntos particulares.

Hoje, Archer fez a sua estréia na tribuna da Casa, discursando na sessão da manhã.

Ricardo Archer é filho do ex-prefeito de Codó, Ricardo Archer (PMDB), e da ex-deputada estadual Cristina Archer (PTB) e estreou na política em 2010, como candidato a deputado federal.

Ele passa a ser o mais jovem representante da bancada maranhense no Congresso Nacional e um dos deputados mais jovens do país.

Além de Ricardo Archer, também deve assumir, já na semana que vem, o suplente Paulo Marinho Júnior (PMDB).

O deputado Alberto Filho (PMDB) confirmou ao blog que se licenciará, o que abrirá vaga para Marinho.

12

Alberto Filho vai se afastar da Câmara; Paulo Marinho Jr. assume…

Alberto abrirá vaga para Ricardo Archer

O deputado federal Alberto Filho (PMDB) vai tirar licença da Câmara a partir do próximo dia 5 de junho.

Sua licença abrirá vaga para o suplente Paulo Marinho Júnior, também do PMDB.

Paulo Jr. confirmado no mandato

Paulo Jr. ganhará mandato porque o suplente à sua frente, Ricardo Archer (PMDB), assumirá nesta quinta-feira a vaga do deputado Cléber Verde (PRB), que se licenciará do mandato para tratar de assuntos particulares e de saúde.

As trocas na Câmara concluirão a articulação política do governo Roseana Sarney (PMDB), que buscava dar uma oxigenada na bancada maranhense.

Com a entrada de Júnior e Archer, a bancada maranhense terá oito suplentes no exercício do mandato – doi senadores e seis deputados federais.

Mais de 1/3 dos 21 eleitos pela representação do Maranhão…

3

Ricardo Archer assumirá dia 30 mandato na Câmara…

 

Archer vai assumir vaga de Cléber Verde

O suplente de deputado federal Ricardo Archer (PMDB) assumirá dia 30, no lugar do deputado Cléber Verde (PMDB).

Verde vai assumir a secretaria de Pesca, numa articulação ndo governo Roseana Sarney (PMDB) com o Governo Dilma (PT), que tem estrutura semelhante no ministério.

Archer é filho do ex-prefeito homônimo de Codó e estréia na vida parlamentar com o mandato de deputado.

Com sua presença em Brasília o grupo liderado pelo seu pai se fortalece em Codó, sobretudo para as eleições municipais.

O suplente Paulo Marinho Júnior (PMDB) também deve assumirm mandato na Câmara.

Especula-se a licença dos deputados Sétimo Waquim (PMDB) ou José Vieira (PR)…

 

4

Suplentes já representam 1/3 da bancada maranhense…

 

População elege um e outro assume seu lugar

Nada menos que seis suplentes já ocupam as 21 vagas do Maranhão no Congresso Nacional

São dois suplentes de senador – Edinho Lobão (PMDB) e Clóvis Fecury (DEM) – e quatro suplentes de deputado federal: Chiquinho Escórcio (PMDB), Costa Ferreira (PSC), Weverton Rocha (PDT) e Simplício Araújo (PPS).

A turma vai aumentar em breve, com a chegada de Ricardo Archer (PMDB, no lugar de Cléber Verde (PRB), que deve assumir a Secretaria da Pesca.

Boa parte dos suplentes está no exercício do mandato em substituição a titulares chamados para cargos no Governo Federal ou Estadual.

Os dois suplentes de senador ocupam, respectivamente, as vagas de Edison Lobão (PMDB), ministro de Minas e Energia, e João Alberto de Souza (PMDB), secretário estadual de Assuntos Estratégicos.

Chiquinho Escórcio e Costa Ferreira estão na Câmara porque os titulares dos mandatos – Pedro Fernandes (PTB) e Gastão Vieira (PMDB) – ocupam, respectivamente, a Secretaria de Cidades e o Ministério do Turismo.

Weverton Rocha e Simplício Araújo são fruto de acordos políticos.

Candidato a prefeito de São Luís, Edvaldo Holanda Júnior (PTC) deixou a vaga em benefício do suplente pedetista; Ribamar Alves (PSB),por sua vez, abriu mão de quatro meses de mandato em favor do popular-socialista.

Caso se confirme a articulação política do governo Roseana Sarney (PMDB), em breve, mais um suplente deve assumir vaga na Câmara.

Trata-se de Paulo Marinho Júnior (PMDB), que pasará a ser a bola da vez após ascensão de Ricardo Archer.

Mas, para isso, algum outro deputado precisa “adoecer”…

3

Suplentes diminuem média de idade da bancada maranhense…

Bancada maranhense é remoçada na Câmara

Provavelmente de forma involuntaria, a sequência de mudanças na bancada federal maranhense no Congresso Nacional tem caído drasticamente desde às eleições.

Sobretudo com as mudanças operadas em sua administração pela governadora Roseana Sarney (PMDB).

Atualmente, são cinco membros da bancada – um senador e quatro deputados – com média de idade abaixo de 35 anos.

Compõem a bancada de jovens parlamentares no Maranhão o senador Clóvis Fecury (DEM) e os deputados Edivaldo Holanda Júnior (PTC),  Alberto Filho (PMDB), Weverton Rocha (PDT) e Davizinho (PR)

E a tendência é aumentar ainda mais o “remoçamento” da bancada, com a entrada de Paulo Marinho Júnior (PMDB) e – provavelmente – Ricardo Archer (PMDB).

Se confirmadas as duas posses, o número de parlamentares considerados jovens equivalerá a 1/3 da bancada.

A vantagem das mudanças é a oxigenação dos representantes na Câmara e no Congresso.

Se isso corresponder também em melhoria da atuação nas casas legislativas, menos mal para o Maranhão…

11

Comissão da Câmara desconfia da polícia no caso Décio e vem ao Maranhão investigar denúncias de negligência…

Dutra desconfia de negligência da Polícia

A Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados vem a São Luís nesta sexta-feira. Vai cobrar mais transparência da polícia nas investigações do assassinato do Jornalista Décio Sá.

– É muito estranho que, logo após o sepultamento, cessaram as notícias sobre esse crime. Nós não vamos deixar que caia no esquecimento – afirmou o presidente do grupo, Domingos Dutra (PT-MA).

Além de Dutra, vêm ao Maranhão os deputados Érica Kokay (PT-DF) e Severino Nunes (PSB-PE).

O silêncio da polícia e a falta de investigações sobre o caso Décio têm incomodado também a imprensa.

O sigilo decretado pela Secretaria de Segurança só serviu até agora para deixar a sociedade distante do que está acontecendo, mas pouca coisa avançou.

A polícia ainda continua ouvindo testemunhas do crime e até colegas de Décio, coisa que deveria ter sido feita já nos primeiros dias das investigações.

A Comissão da Câmara vão investigar denúncias de falha nas investigações, e até supostos erros propositais da polícia na captura de suspeitos.