0

Gastão Vieira vai promover live com Tabata Amaral…

Nesta terça-feira (16), às 17h, o deputado federal Gastão Vieira (PROS/MA) realizará uma live com a deputada federal Tabata Amaral (PDT/SP). No debate, os caminhos da educação na pandemia. Assuntos como a volta das aulas presenciais e vacinação dos profissionais também serão abordados.

Tabata é hoje uma das jovens lideranças políticas de maior destaque, que assim como o deputado Gastão, luta ativamente pela educação no Brasil.

“Convido a todos para participarem desse momento de troca de ideias com a deputada Tabata Amaral. Sua participação é indispensável, pois iremos debater pontos importantes do nosso país, com destaque para a educação em tempo de pandemia”, disse o parlamentar.

Para participar do bate-papo, basta acessar o link abaixo:
https://bit.ly/3tYqjtD

4

Lideranças maranhenses contra a liberação de armas

Em 24 horas, além do governador Flávio Dino, a senadora Eliziane Gama, o suplente de deputado federal Simplício Araújo e o deputado estadual Zé Inácio manifestaram-se contra o decreto do presidente Jair Bolsonaro que afrouxa regras para compra de armas no Brasil

 

Foi péssima entre as lideranças políticas maranhenses a repercussão do decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro afrouxando as regras para venda de armas no país.

Além do governador Flávio Dino (PCdoB), que criticou Bolsonaro nas redes sociais, também se manifestaram a senadora Eliziane Gama (Cidadania), o secretário Simplício Araújo (Solidariedade), que é suplente de deputado federal, e o deputado estadual Zé Inácio (PT).

– Apresentamos projeto de Resolução para criar a Frente Parlamentar pelo Desarmamento. Vamos propor um amplo debate c/ a sociedade civil , órgãos de segurança e parlamentares para mostrar que liberar armas não é solução para garantir segurança ao cidadão – destacou Eliziane Gama.

Simplício criticou Bolsonaro por focar no decreto de armas em pleno aumento dos números dos casos de CoVID-19 e lançamento a postura do presidente contra a vida.

O mesmo argumento usou o deputado estadual Zé Inácio, que usou números para comparar o interesse de Bolsonaro pelo armamento da população, em detrimento dos números da CoVID-19.

– No Brasil faltam vacinas e sobram armas. Sem vacina, já são 239.259 mortes por CoVID-19. Com mais armas foram 42.892 mortes violentas em 20-20, 5% mais que em 2019. O Brasil que Bolsonaro prioriza é sem vacina e com mais armas, que já somam 324.881 mortes – afirmou o parlamentar petista.

As críticas a Bolsonaro pela prioridade nas armas e descaso com a pandemia de CoVID-19 ecoam também por todos os estados brasileiros.

1

André Fufuca é principal articulador maranhense no Congresso, aponta Estadão

O jornal O Estado de São Paulo produziu um infográfico relacionando quem foram os parlamentares que coordenaram a construção da eleição de Arthur Lira para a Câmara e Rodrigo Pacheco para o senado.

Entre, senadores, deputados, ministros que formam a tropa, o único maranhense é o deputado federal André Fufuca, presidente do Progressistas no Maranhão.

Não é a primeira vez que André Fufuca se destaca dos demais parlamentares maranhenses em termo de articulação em Brasília. Em 2017 e 2019, foi o único dos 21 parlamentares maranhenses que foi eleito para a mesa diretora do Congresso Nacional.

Enquanto alguns passam a imagem de grandes articuladores sem articular nada, Fufuca sem fazer alarde nenhum, mostra como se faz política de verdade.

3

Eduardo Bolsonaro diz que Flávio Dino tenta vitimizar criminosos no MA

O deputado federal Eduardo Bolsonaro afirmou em um vídeo gravado para as redes sociais do deputado Edilázio Júnior, que o governador Flávio Dino trabalha para “vitimizar” criminosos no estado do Maranhão.

A declaração do parlamentar ocorreu ontem durante a agenda de compromissos do presidente da República, Jair Bolsonaro, na cidade de Alcântara.

Eduardo Bolsonaro disse ter se mostrado surpreso com a notícia de gasto de dinheiro público durante a Pandemia da Covid-19, para a construção de cabines para visitas íntimas em 11 presídios estaduais.

“Fala pessoal estou aqui no Maranhão, deputado Edilázio aqui comigo e eu queria perguntar para ele que história é essa de o governador Flávio Dino ter criado motéis para presos. Confesso que a primeira vez que vi achei que fosse fake news, mas depois começou a replicar em várias outras fontes”, questionou o parlamentar do RJ.

Edilázio confirmou o gasto de quase R$ 1,5 milhão para a construção das cabines e chamou a atenção para o fato de que há duas semanas um Tenente-Coronel da Polícia Militar foi assassinado na porta de sua residência, na capital, sem que houvesse qualquer ato de solidariedade à família da vítima, por parte do chefe do Executivo.

“O Tenente-Coronel que era muito querido por praças e oficiais foi assassinado na porta de casa e não houve uma nota sequer, ou qualquer ato de solidariedade por parte do governador. Em compensação, esses vagabundos que mataram o policial vão ter agora visita íntima bancada pelo governador Flávio Dino”, disse Edilazio.

E completou: “E tem mais: hoje nós temos 1.700 concursados da Polícia Militar, todos já com o curso de formação, preparados para servir, temos o menor efetivo policial do país, e o governador nunca chamou nenhum”, enfatizou.

Foi então que Eduardo Bolsonaro concluiu, que no Maranhão, o chefe do Executivo trabalha para vitimizar criminosos.

“Então quer dizer que para o policial assassinado e a família dele, nada. Para o preso, direito a sexo, visita íntima e motel da melhor qualidade. Pessoal só para explicar para vocês: comunista acha que bandido é vítima da sociedade. É por isso que vocês não entendem, mas o governador trata o bandido como se ele fosse vítima”, disse.

3

Deputado quer barrar “motéis de Flávio Dino” na Justiça

Aluísio entende que os custos dos módulos íntimos propostos por Flávio Dino são incompatíveis coma realidade econômica do estado

Após a reprovação popular da construção de cabines íntimas para presidiários durante a pandemia pelo Governo Flávio Dino, o Deputado Federal Aluísio Mendes (PSC-MA) decidiu impedir a ação. Os custos da construção da obra que foi popularmente batizada de “os motéis de Flávio Dino” chegam a um milhão e meio de reais.

A ação de Aluísio Mendes na Procuradoria Geral da República questiona a prioridade, moralidade e eficiência da contratação, demonstrando que em plena pandemia a secretaria evita medidas preventivas para realizar ações que podem potencializar  a proliferação do contágio.

Para Mendes a lei do FUNPEN “demonstra que em vez de se construir verdadeiros “motéis” para encontros íntimos dos detentos, que são um risco à própria população carcerária, em face de gerar riscos de contágio, podem ser feitas construções, adequações e aperfeiçoamentos nas unidades prisionais para enfrentarem a pandemia, melhorando-se às práticas de distanciamento dos detentos e fazendo adequações nas instalações de saúde das unidades prisionais.”

Aluísio ainda afirmou já ação  que “em vez de tamanho gasto ser realizado para “cuidar” dos encontros íntimos dos presos, deveria, pela lei, serem realizadas políticas públicas de efetiva proteção das vítimas dos crimes”.

Pedindo ao Procurador Geral da República para “viabilizar o investimento de tais valores na compra de vacinas e insumos para proteger a vida dos maranhenses no enfrentamento da pandemia ou, em sendo adotado entendimento de direcionamento exclusivo dos recursos ao sistema carcerário, que os recursos sejam direcionados para a compra de vacinas para os profissionais que trabalham no sistema carcerário e detentos.” 

0

Após agenda com Bolsonaro, novo superintendente da Codevasf é empossado

Ao lado do deputado Aluisio Mendes, Celso Dias já esteve também reunido com o presidente da Câmara de Deputados, Arthur Lira (PP-AL)

 

A Superintendência da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco (Codevasf) volta a ser comandada pelo ex-superintendente Celso Dias. A decisão foi tomada pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) após reunião em Brasília.

O presidente da Câmara de Deputados, Arthur Lira, também esteve reunido com Dias. Nas duas situações Dias foi acompanhado pelo deputado federal, vice-líder do governo e líder do PSC na Câmara Federal, deputado Aluísio Mendes (PSC-MA).

Durante a reunião foram destacadas o reforço de ações conjuntas e parcerias entre a companhia e os prefeitos, parlamentares e lideranças políticas no estado.

“O que foi discutido foi efetividade nas ações do governo federal e facilidade no acesso da Codesvasf por gestores municipais e possíveis parceiros em prol de melhorias à população do Maranhão”, afirmou Celso Dias.

Os presidentes Bolsonaro e Arthur Lira, solicitaram de Dias isonomia no tratamento aos parlamentares. Segundo Lira, é importante que o ocupante do cargo seja hábil na contemplação das demandas de todos os parlamentares do estado.

“Em minha primeira passagem prezei pelo bom relacionamento com todos os parlamentares. É claro que essa será uma situação a ser mantida”, afirmou Dias.

O deputado Aluísio Mendes saudou o novo superintendente da Codevasf. “Ele já traz a experiência de um belo trabalho na companhia. Com certeza irá atender às exigências do presidente de proporcionar a liderança adequada que a Codevasf necessita no estado neste momento”, ressaltou Aluísio.

A 8ª Superintendência Regional da Codevasf, cargo que irá ser assumido por Celso Dias, abrange as bacias hidrográficas dos rios Munim, Mearim, Parnaíba, Pericumã, Tocantins, Turiaçu e todas as demais bacias hidrográficas do Estado do Maranhão.

Com atuação assegurada por lei nos 217 municípios do estado, o principal objetivo é contribuir para a melhoria da vida e desenvolvimento socioeconômico do estado. A atuação se dá por meio da execução direta ou de parcerias com os municípios.

3

Vacinação e auxílio emergencial são metas de Gastão em 2021

Em 2021, o deputado federal Gastão Vieira (PROS) irá defender pautas relacionadas à saúde, educação e economia. Segundo o parlamentar, é preciso entender que a pandemia ainda não acabou e que suas consequências continuam atingindo os brasileiros.

Segundo o parlamentar, seu trabalho será focado na solução dos problemas enfrentados pelo povo, especialmente os que se agravaram durante a pandemia.

“A minha primeira prioridade é o combate a Covid-19. Até o momento estamos vacinando devagar e temos uma enorme dificuldade em obter a vacina. O Brasil não produz nada de matéria-prima para produzi-la. Portanto, os empregos estão destruídos e as pessoas precisam entender que a economia só vai voltar a funcionar efetivamente quando grande parte estiver vacinada. A segunda prioridade é o retorno do auxílio emergencial. As pessoas recebiam R$ 600 reais, deixaram de receber, mas a pandemia ainda não foi embora”, destacou.

Para finalizar, o parlamentar ressaltou a necessidade de uma Reforma de Estado a fim de combater à corrupção pública e destinar mais verbas para atender as demandas da sociedade.

“E minha última prioridade é a Reforma do Estado para acabar com os privilégios, com os custos. Fazer com que esse país tenha capacidade de investir em postos de saúde, nas escolas, nas universidades”, concluiu.

8

Eliziane Gama garante apoio à CPI da CoVID-19

A senadora Eliziane Gama (Cidadania) assinou o Requerimento de instalação da  CPI que pretende investigar crimes cometidos pelo governo federal durante a pandemia da covid-19.

O autor da proposta é o senador Randolfe Rodrigues, que já conseguiu 27 assinaturas e esperar aumentar para 30.

A comissão pretende apurar todas as situações protagonizadas pelo governo Jair Bolsonaro que levaram ao aumento e descontrole da pandemia de coronavírus no Brasil.

Veja abaixo as assinaturas já garantidas:

1. Randolfe Rodrigues
2. Jean Paul Prates 
3. Alessandro Vieira 
4. Jorge Kajuru 
5. Fabiano Contarato 
6. Alvaro Dias 
7. Mara Gabrilli 
8. Plínio Valério 
10. Leila Barros
11. Humberto Costa 
12. Cid Gomes 
13. Eliziane Gama 
14. Major Olimpio 
15. Omar Aziz 
16. Paulo Paim 
17. Rose de Freitas

18. Rogério Carvalho
19. Otto Alencar
20. Renan Calheiros
21. Eduardo Braga
22. Rodrigo Cunha
23. Lasier Martins
24. Zenaide Maia
25. Paulo Rocha
Jean Paul (repetido)
Leila Barros (repetido)
26. Styvenson
27. Acir Gurgacz

0

Gastão Vieira discute ações para o Maranhão com Ministro de Desenvolvimento Regional

O deputado federal Gastão Vieira (PROS) e o presidente do PROS/São Luís, Ricardo Lins, estiveram reunidos hoje, em Brasília, com o Ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho.

Durante o encontro, o ministro pediu o apoio de Gastão Vieira no projeto que pretende implementar um sistema de irrigação no Maranhão, aproveitando as águas dos rios Araguaia e Tocantins.

“Na conversa com Rogério Marinho ele me explicou que a ideia é fazer o aproveitamento,  ali naquela nossa região que vai de Carolina para cima, da água que vem do Rio Araguaia para se juntar com a do Rio Tocantins. Isso pode resolver o problema da falta de água para irrigação das plantações naquela região também para a sobrevivência dos  maranhenses que dependem da lavoura. Então o que pudermos fazer na Câmara dos Deputados para que esse projeto se concretize, iremos fazer”, disse o deputado.

No encontro, o deputado Gastão Vieira também conseguiu alternativas de apoio do ministro para ações em vários municípios maranhenses.

“Mesmo sem a definição do orçamento 2021, o ministro sinalizou o apoio,  tanto através  da Codevasf,  quanto do Ministério. Então é  aguardar essa aprovação do orçamento,  para confirmar o que poderá ser disponibilizado para o Maranhão”, finalizou.

0

André Fufuca ganha força com Arthur Lira no comando da Câmara Federal

A eleição do deputado federal Artur Lira fortalece diretamente o Progressistas, partido do próprio Lira. André Fufuca, presidente da legenda no Maranhão e único deputado federal da sigla no estado, sai fortalecido diretamente na eleição.

A ascensão de Lira deve consolidar Fufuca como uma das principais lideranças do Maranhão com prestígio em Brasília.Nos últimos tempos Fufuca tem se destacado por um jeito discreto de fazer político. Geralmente longe dos embates comuns em tempos de polarização, o parlamentar não se envolve em polêmicas e é conhecido por não cultivar inimigos ou adversários.

Na articulação política o parlamentar também tem destaque. Fufuca foi um dos deputados federais que mais elegeu aliados nas eleições municipais de 2020.  Com a eleição de Lira, é indiscutível que a influência política de Fufuca deve crescer ainda mais.