0

Exército vai atuar na duplicação da BR-135, revela Pedro Lucas…

Deputado federal maranhense pediu informações ao DNIT, que confirmou a participação dos militares nas obras da rodovia, após rompimento de contrato com construtora

 

O deputado federal Pedro Lucas (PTB) revelou  em suas redes sociais a participação do Exército Brasileiro na obra de duplicação da BR-135, no Maranhão.

A obra vinha sendo feita pelo consórcio Serveng/Aterpa, que não atendeu as exigências e teve o contrato rompido unilateralmente.

– O Exército já está fazendo o plano de trabalho – destacou o parlamentar.

A informação a Pedro Lucas foi dada pela própria superintendência do DNIT no Maranhão. (Veja print)

O trecho Miranda-Caxuxa será iniciado pela empresa Souza Reis…

0

Bancada vai cobrar do DNIT continuidade da obra da BR-135…

Encontro, que discutirá a interdição dos trabalhos pelo Ministério Público, se dará na segunda-feira, após discurso do deputado federal Hildo Rocha, segundo o qual o órgão federal precisa ser passado a limpo

 

O deputado federal Hildo Rocha resolveu endurecer a cobrança ao Departamento Nacional de Infraestrutura do Transporte (Dnit), órgão responsável pela obra de duplicação da BR-135 e também pela manutenção de todas as rodovias federais do país.

– Nós vamos passar o Dnit a limpo. Essa duplicação custou meio bilhão de reais e a estrada cheia de problemas. Portanto, não era para estar na situação em que se encontra. Por isso, vou propor a fiscalização. O Dnit precisa ser passado a limpo – afirmou o parlamentar.

Em pronunciamento na tribuna da Câmara Federal o parlamentar anunciou que assim que a nova Comissão de Fiscalização for instalada ele irá apresentar uma Proposta de Fiscalização e Controle (PFC), com o objetivo de apurar possíveis irregularidades na aplicação dos recursos federais que foram aplicados na duplicação do primeiro trecho da obra entre a Estiva (São Luis) a Bacabeira.

– Esse pequeno trecho, de aproximadamente 40 Km, consumiu R$ 500 milhões de reais. É muito dinheiro para uma obra que em menos de dois anos já está danificada, quase toda esburacada, até a sinalização é precária. Isso tudo tem gerado insegurança, acidentes com mortes e vítimas com ferimentos graves – declarou Hildo Rocha.

As obras de duplicação da BR 135 estão paralisadas, atendendo determinações do Ministério Público. Hildo Rocha disse que a bancada federal fez uma reunião com o Dnit em Brasília, mas a questão não foi resolvida.

– Agora, vamos fazer outra reunião, dessa vez em São Luís, com o Dnit, DPU, Fundação Palmares e Governo do Maranhão para tentar um acordo no sentido de liberar os trechos para permitir a continuidade das  obras – explicou Hildo Rocha.

A reunião acontecerá na próxima segunda-feira, às 09:00 horas, na sede do Dnit, em São Luis.

0

Duplicação da BR-135: Hildo Rocha destaca da reunião com ministro da Infraestrutura…

Reunião que envolveu parlamentares eleitos e reeleitos da bancada federal e o governador em exercício Carlos Brandão teve avanços no que diz respeito ás obras da rodovia

 

O deputado federal Hildo Rocha, perseverante defensor da duplicação da BR-135, participou ontem de nova rodada de debates acerca da obra em que está paralisada em atendimento a recomendação do Ministério Público Federal (MPF) e também assuntos referentes a outras rodovias federais que cortam o Maranhão, entre as quais a BR-222, BR-226 e a BR-010.

Desta vez, o diálogo envolveu o novo ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas; parlamentares federais; deputados eleitos no pleito de outubro do ano passado, e o governador do Maranhão, em exercício, Carlos Brandão.

“A reunião foi muito boa, bastante produtiva. O ministro mostrou-se interessado em resolver as demandas referentes que foram debatidas durante o encontro” destacou Hildo Rocha.

Decisões

O parlamentar ressaltou três decisões resultantes da discussão:

“O ministro Tarcísio determinou ao diretor geral do Dnit que apresse as soluções pertinentes ao campo de atuação do órgão e solicitou ao governador em exercício, Carlos Brandão, parceria com a finalidade de resolver as questões de licenças ambientais de competência estadual que estão sendo contestadas pelo MPF. O governador em exercício, Carlos Brandão se comprometeu em ajudar. Acredito que o governo estadual irá colaborar pois a conclusão da duplicação da BR 135 interessa a todos nós maranhenses”, explicou Hildo Rocha.

Luta incessante

A atuação do deputado Hildo Rocha em defesa das rodovias federais do Maranhão é notável. Já no primeiro mês de mandato parlamentar, em fevereiro de 2015, o parlamentar fez o primeiro pronunciamento em defesa de melhorias nas rodovias federais que cortam o Estado.

Não ficou só no discurso. Hildo Rocha exerceu papel fundamental nas articulações que resultaram na aprovação de duas emendas de bancada que asseguraram recursos para a duplicação do primeiro trecho da duplicação da BR-135 (Estiva/Bacabeira) e a continuidade da obra, até Miranda do Norte.

Agora, o parlamentar trabalha para ajudar a resolver os entraves jurídicos e burocráticos que levaram à paralisação da obra. A reunião de ontem foi a quarta rodada de debates, em menos de 30 dias,  que o parlamentar participou em busca de soluções para o imbróglio.

Participaram da reunião: os deputados Hildo Rocha; Aluísio Mendes; André Fufuca; Juscelino Filho e Pedro Fernandes. Também participaram do ato o governador em exercício Carlos Brandão e os recém-eleitos:  Eduardo Braide; Bira do Pindaré; pastor Gildenemyr; Junior Lourenço; Márcio Jerry, Marreca e Eliziane Gama (senadora eleita).

0

Hildo Rocha teme que paralisação das obras da BR-135 provoque perda de recursos

Parlamentar está temeroso que paralisação das obras faça com que o Estado perca recursos destinados especificamente para a conclusão dos trabalhos, de suma importância para a economia local.

O deputado federal Hildo Rocha fez um alerta acerca das obras de duplicação da BR-135. De acordo com o parlamentar, por causa de um pedido do Ministério Público Federal (MPF), os serviços foram suspensos e o temor do deputado é que o estado do Maranhão perca os recursos – adquiridos por duas emendas de sua autoria – para a promoção desta obra de suma importância. 

O parlamentar enfatizou que já participou de duas audiências com a diretoria do Dnit com o objetivo de ajudar a encontrar soluções para o impasse. “Infelizmente a obra foi paralisada em atendimento a sugestão do Ministério Público Federal (MPF). Mas, nós não podemos perder essa obra que é de grande importância para o desenvolvimento do nosso Estado”, disse o deputado.

Geração de empregos

Hildo Rocha enfatizou que a duplicação da BR-135 irá dinamizar o complexo portuário de São Luis e contribuir para a geração de empregos. “Além de criar melhores condições para o complexo portuário de São Luís essa obra irá contribuir para a diminuição de acidentes e reduzir o custo do transporte realizado através daquela rodovia. Tenham certeza que o deputado Hildo Rocha continuará empunhando a bandeira da duplicação da BR-135”, afirmou o parlamentar.

 

0

Hildo Rocha destaca as principais realizações do seu primeiro mandato

Além de ser autor de expressiva produção legislativa, Hildo Rocha  foi relator de 205 Projetos de Lei; fez 754 pronunciamentos em plenário e 1.032 em comissões.

 

Em pronunciamento em sessão que marcou o encerramento das atividades de 2018, da Câmara Federal, o deputado Hildo Rocha destacou as realizações mais relevantes do seu primeiro mandato. Sobre a atividade parlamentar, Hildo destacou que apresentou 820 proposições (que abrange Projetos de lei; propostas de emendas à Constituição Federal; emendas a projetos de leis e mudanças nas propostas orçamentárias que tramitaram na Câmara e no Congresso)

Além de ser autor de expressiva produção legislativa, Hildo Rocha  foi relator de 205 Projetos de Lei; fez 754 pronunciamentos em plenário e 1.032 em comissões. Teve presença em todas as Sessões deliberativas e não deliberativas da 55a Legislatura da Câmara dos Deputados. Deixou de comparecer apenas quando viajou em missões oficiais da Câmara. Em quatro anos de mandato parlamentar, Hildo Rocha destinou ao Maranhão R$ 281 milhões de reais por meio de emendas e convênios com prefeituras, associações e sindicatos.

 

Projetos aprovados

Hildo Rocha destacou as propostas legislativas elaboradas por sua iniciativa e aprovadas na Casa. “Entre as propostas de minha autoria que se transformaram em lei, cito, como uma das mais relevantes, a Lei Complementar 157/2016 que reformula as normas de arrecadação e distribuição do Imposto Sobre Serviços (ISS). Por meio desse dispositivo, os tributos gerados por operações com cartões de crédito/débito, leasing, e planos de saúde, que antes beneficiavam apenas poucos municípios de São Paulo, passaram a ser distribuídos entre todos os 5.570 municípios brasileiros”, enfatizou Hildo Rocha.

 

R$ 6 bilhões de reais para os municípios brasileiros

Hildo também foi o responsável pela proposta que destinaria de tributos da ordem de R$ 6 bilhões por ano – de acordo com estudos da Confederação Nacional de Municípios (CNM) a cidades maranhenses. “É uma lei que muda bastante a vida dos municípios. Todos os 217 municípios maranhenses agora tem direito a receber dinheiro proveniente dessa fonte. São Luis, a capital do nosso Estado, será  o município mais beneficiado com os recursos desse tributo”, declarou Hildo Rocha.

O deputado ressaltou que a lei ainda não está totalmente efetivada porque a Federação Brasileira de Bancos (Febraban) entrou com recursos, no STF, e o Ministro Alexandre de Morais concedeu liminar que impede o repasse aos municípios que já se credenciaram para receber os recursos.

 

Comissões especiais

Membro titular de 23 comissões e suplente em 11, o parlamentar se destacou por encaminhar a sanção do relatório referente ao Projeto de Lei que regulamenta a criação do Conselho de Gestão Fiscal (CGF), que tramitava há 18 anos na Câmara Federal. No cargo de Presidente da Comissão da Reforma Tributária da Câmara, Hildo Rocha conseguiu a aprovação, do relatório do deputado Luis Carlos Hauly. “Depois de 3 anos e meio de intensos debates, conseguimos aprovar, por unanimidade, a proposta que simplifica todo o sistema tributário brasileiro; acaba com a guerra fiscal e também com a perversa regressividade que hoje força as pessoas mais pobres a pagar mais enquanto os ricos pagam menos”, explicou o parlamentar.

A perspectiva, segundo Hildo Rocha, é que o novo sistema tributário dificultará a sonegação, permitindo o ingresso de mais 500 bilhões de reais por ano, além de fazer com que o PIB brasileiro volte a crescer algo em torno de 5 a 6%/ano.

 

Orçamento 2019

Hildo Rocha propôs emendas de plenário ao orçamento de 2019, com a finalidade de elevar os recursos para a recuperação da BR-135, entre Miranda do Norte (MA) à Presidente Dutra (MA), para a conclusão da duplicação da passagem urbana da BR-010, no trecho urbano de Imperatriz e para a conclusão da biblioteca central da UFMA. “Lamentavelmente não foi possível aprovar as emendas conforme eu gostaria. Mas não irei desistir, irei lutar para, dentro da janela que ficou aberta, feitas por nós, tentar viabilizar mais recursos para as nossas rodovias federais”, garantiu Hildo.

 

Novo mandato

Hildo Rocha destacou ainda a forma como irá desempenhar o seu segundo mandato de deputado federal, que se iniciará no dia primeiro de fevereiro de 2019. “No primeiro mandato, representei, com dignidade, responsabilidade e muito afinco, o povo maranhense. Assim fiz, assim irei fazer no segundo mandato. Continuarei honrando o povo maranhense que novamente confiou na minha palavra, no meu compromisso de trabalhar firme em busca de melhores dias para a população do nosso Estado”, afirmou.

 

2

Hildo Rocha intensifica mobilização para destravar a duplicação da BR-135…

Segundo trecho da obra – entre Bacabeira e Miranda do Norte – está paralisada por desentendimento entre o DNIT e o Ministério Público, que determinou a suspensão dos serviços

 

Preocupado com a paralisação da duplicação do segundo trecho da BR-135, no perímetro entre Bacabeira e Miranda do Norte, os deputados federais  Hildo Rocha e Zé Reinaldo participaram de reunião com o diretor-geral do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), José da Silva Tiago, objetivando buscar entendimentos entre os órgãos envolvidos na divergência que impede a continuação do empreendimento.

Desentendimento está prejudicando Maranhão

Hildo Rocha explicou que o motivo da paralisação da obra decorre de questões referentes às  indenizações de áreas remanescentes de quilombos que serão impactadas pelas intervenções.

“Se nada for feito, se não buscarmos um diálogo, um entendimento com o Ministério Público Federal, órgão que determinou a paralisação, essas questão poderão se arrastar durante décadas impedindo que o Maranhão cresça, impedindo que a população passe a desfrutar de uma rodovia com melhores condições de trafegabilidade”, argumentou o deputado.

Persistência

Esta é a segunda vez que o parlamentar se mobiliza em busca de solução para o impasse. Em outubro deste ano, Hildo Rocha tratou do assunto, durante reunião com a diretoria do DNIT. Agora, o parlamentar ampliou a coleta de dados técnicos que servirão para embasar os debates que deverão acontecer em reunião com todos os membros da bancada federal maranhense.

“Nós, atuais deputados federais e senadores, lutamos incansavelmente para assegurar os recursos orçamentários e financeiros necessários para fazer a duplicação do primeiro trecho da BR 135, que já está praticamente concluído e também para a etapa final da obra, que vai até a cidade de Miranda do Norte. O que parecia impossível foi conseguido. Agora, não podemos permitir que por falta de entendimentos entre os órgãos públicos a obra permaneça paralisada, sob o risco de perdermos os recursos e consequentemente a duplicação da BR 135 até Miranda do Norte”, afirmou Hildo Rocha.

Outras demandas

Além da questão da paralisação da duplicação da BR-135, pauta principal do encontro, o deputado Hildo Rocha discutiu sobre demandas do município de Estreito, drenagem no trecho urbano da BR-230,  questões referentes à passagem urbana da cidade de Buriticupu, na rodovia 222, que precisa de intervenção do Dnit.

O deputado José Reinaldo falou também sobre a situação da BR-230 no trecho de Balsas, que está bastante danificada, necessitando urgentemente de serviços de restaurações.

“Por aquela rodovia federal passa boa parte dos grãos produzidos no Maranhão. Caso essa rodovia não seja restaurada trará grandes prejuízos para o nosso Estado”, assegurou o parlamentar maranhense.

3

Obras do segundo trecho da BR-135 começam em julho, afirma Sarney Filho

Acompanhado de colegas da bancada, deputado esteve reunido com representantes do DNIT, que garantiram a retomada do cronograma, sem atrasos

 

O deputado Sarney Filho (PV-MA) afirmou nesta segunda-feira (12) que as obras de duplicação da rodovia 135, no Maranhão, serão retomadas no dia 1º de julho, depois de uma reunião de parlamentares da bancada do Maranhão com o diretor-geral do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), Halpher Luiggi Mônico Rosa.

Acompanharam o deputado os senadores João Alberto (MDB), Edison Lobão (MDB), e os deputados federais, Hildo Rocha (MDB), João Marcelo (MDB), Julião Amin (PDT) e José Reinaldo (PSDB).

De acordo com Sarney Filho, a bancada estava preocupada com a possibilidade de um novo atraso no cronograma de obras, mas o diretor do DNIT garantiu que o governo federal cumprirá a sua parte, iniciando logo a construção do trecho que ligará Bacabal a Miranda do Norte, numa extensão de 60kms.

“O DNIT estava aguardando o término das chuvas para a retomada das obras, tão necessárias para atender uma rodovia que a cada ano tem recebido um tráfego maior, o que torna a situação cada vez mais crítica, com o registro de inúmeros acidentes”, afirmou.

O deputado Hildo Rocha, disse que este trecho da obra irá beneficiar a parte mais crítica da estrada, por onde escoa a produção de grãos da região.

“Nos últimos anos tem sido registrado o aumento de caminhões /ano na 135, por isso não podemos mais esperar”, afirmou.

0

Fábio Braga critica lentidão na conclusão das obras de duplicação da BR-135

Braga voltou a cobrar pela rapidez na obra da BR-135,

O deputado Fábio Braga (SD) criticou a lentidão da conclusão das obras de duplicação da BR-135, que por diversas vezes já foram paralisadas, causando prejuízos aos maranhenses.

Em discurso na tribuna da Assembleia Legislativa, Braga voltou a enfatizar que, ao longo desses anos, houve paralisações da obra, atraso e continuidade em efeito tartaruga e, quem mais padeceu foi a comunidade que vive no entorno da região, bem como os maranhenses que usam essa via de acesso para adentrar a cidade de São Luís, e também, para sair por essa rodovia.

O viaduto de Bacabeira foi liberado no início da semana

Já houve, inclusive, inaugurações de parte dessa duplicação, com a presença de autoridades do governo federal.

“Governos já entraram e já saíram e, outros, estão por sair, e essa obra nada de terminar. Faltam ainda 19 km dessa malfadada duplicação. Entendo que não deve ser mais permitido em governo nenhum, principalmente do Governo Federal, que uma obra se arraste durante tanto tempo causando tantos problemas à população e aos negócios maranhenses”, reclamou o parlamentar.

O DNIT liberou o tráfego para os veículos nas primeiras horas da manhã de segunda-feira, 19, amenizando um pouco os transtornos dos últimos anos. A operação contou com o apoio da Polícia Rodoviária Federal.

Para o parlamentar, no entanto, é fundamental a continuidade da obra…

3

“Penetra, mentiroso”…

Usurpando obra alheia e chegando com sua turma em festa para a qual não contribuiu em nada, o comunista Flávio Dino protagonizou o que de mais grosseiros existe em matéria de aparição pública, ontem, na BR-135

 

PITO PÚBLICO. Flávio Diono foi desmentido ao vivo por João Alberto, ao tentar inventar números para seu governo

Os termos acima foram usados pelo senador João Alberto de Sousa (PMDB), ontem, durante a inauguração da duplicação da BR-135, no trecho entre Estiva e Bacabeira. Ele se referia ao governador Flávio Dino (PCdoB), que, na cara dura, tentou tirar proveito da obra, toda feita pelo Governo Federal – com tentativas de boicote do próprio Dino.

Mas os adjetivos de João Alberto em relação ao comunista que ora ocupa o Palácio dos Leões não pararam por aí.

O senador chamou Dino também de mentiroso, por afirmar, em discurso, que cumpriu 92% de sua promessas de campanha, quando se sabe que apenas 22 das 65 promessas dele foram cumpridas, em parte.

Como uma espécie de penetra na festa montada pelo governo Michel Temer, responsável pela conclusão da obra, Dino levou para a BR-135 uma claque gigantesca, com o objetivo claro de fazer zoada e tirar proveito da obra.

GROSSERIA. Cleiton Noleto era o mais afoito entre os comunistas, enquanto as estradas maranhenses apodrecem sob sua responsabilidade

Gente como o secretário de Infraestrutura,  Clayton Noleto, que, grosseiro, gritava da plateia termos como “vagabundo” a quem ousasse tirar de Dino o que não lhe pertence.

Enquanto isso, outros auxiliares do governador comunista, como o gerente do Procon-MA, Duarte Júnior, ocupavam as redes sociais para afirmar, descaradamente, que era “o governo do Maranhão” que estava “inaugurando a BR-135”.

Foi assim que os comunistas que ora ocupam o Palácio dos Leões tentaram entrar na festa alheia.

Aliás, como Dino tem feito constantemente.

Talvez pelo fato de ter pouco dele a mostrar aos maranhenses…

Da coluna Estado Maior, de O EstadoMaranhão

7

A cretinice sem limites dos comunistas maranhenses…

Ao tentar se aproveitar de uma obra federal da qual ele próprio tentou tirar recursos, Flávio Dino e seus asseclas só merecem o adjetivo dado a ele pelo senador João Alberto: “vagabundo mentiroso”

 

“MENTIROSO, VAGABUNDO!”. Flávio Dino é desmentido de corpo presente pelo senador João Alberto, durante entrega da BR-135

A cretinice dos comunistas maranhenses parecem não encontrar limites no Maranhão.

O governador Flávio Dino e seus auxiliares mais diretos deram mostras na manhã desta quinta-feira, 11 – ao tentar se aproveitar da inauguração da duplicação da BR-135 –, que são capazes de qualquer coisa para se manter no poder.

O diretor do Procon-MA, Duarte Júnior, por exemplo, chegou ao ponto de afirmar nas redes sociais, que o “governo do Maranhão inaugurou a duplicação da BR”.

Pura cretinice.

CRETINICE. Duarte foi às redes para vender como do seu governo obra da qual o próprio Flávio Dino tentou tirar dinheiro

A duplicação da BR-135 é um projeto da bancada maranhense, que luta, desde a década passada; e que só chegou a esta etapa por causa da luta de alguns deputados federais, como Hildo Rocha (PMDB), Pedro Fernandes (PTB) e Chiquinho Escórcio (PMDB).

Flávio Dino, que agora usurpa a obra para apresentar como sua – já que nada tem de estruturante a mostrar em seu governo – chegou a tentar desviar para projetos de seu interesse pessoal recursos encaminhados à obra por emendas da bancada.

A cretinice comunista que assola o Maranhão mostra-se cada vez mais perniciosa.

E só merece o adjetivo de “vagabundo mentiroso”, gritado pelo senador João Alberto durante a inauguração.

É simples assim…