4

Dono de canil é denunciado por abandono de animais…

Dono do Green City, no Araçagy, Alex Itaboray é acusado por criadores, protetores de animais e ONGs de deixar cães abandonados, dar calote em fornecedores e vender animais doentes

 

Criadores e protetores de animais em frente ao canil, aguadando a chegada a polícia (Imagem: Biaman Prado/O EstadoMaranhão)

Criadores e protetores de animais em frente ao canil, aguardando a chegada a polícia (Imagem: Biaman Prado/O EstadoMaranhão)

Dezenas de protetores de animais, Organizações Não-Governamentais, criadores e policiais estiveram hoje na sede do canil  Green City, no Araçagy, em busca de informações a respeito do seu proprietário, Alex Itaboray.

Ele é acusado de abandonar o local, repleto de cães de várias raças, por estar sendo procurado por compradores, criadores e protetores de cães.

Animais de raça, como este, estavam confinados em espaços sem higiene

Animais de raça, como este, estavam confinados em espaços sem higiene

Os acusadores pretendem entrar com ação coletiva contra Alex, que é acusado de vender animais doentes e dar calote em fornecedores.

Cerca de 16 animais estavam abandonados na casa, que fica no bairro do Araçagy, sem cuidados médicos  sem higiene alguma.

Cachorros da raça Bulldog, Pequinês, ShiTzu, Sharpei estavam em condições de abandono.

Sem cuidados, até a piscina da casa virou foco do aedes aegipty

Sem cuidados, até a piscina da casa virou foco do aedes aegypti

De acordo com os donos da casa alugada ao canil, apenas um funcionário de Alex passava periodicamente para trocar água e comida dos animais, muitos já doentes.

Dos 16 animais recolhidos, nove já foram adotados.

O caso será registrado na Delegacia do Meio Ambiente…

11

Professora é acusada de jogar água quente em cachorro no Monte Castelo…

Mulher foi denunciada por maus tratos à Delegacia do Meio Ambiente e pode pegar até três anos de cadeia pela violência contra o animal

 

O animal ferido, abatido pela violência da agressão

O animal ferido, abatido pela violência da agressão

A professora Maria da Conceição Dias Nunes, moradora do Monte Castelo, foi denunciada à Delegacia do Meio Ambiente, por maus tratos contra animais.

Conceição simplesmente jogo água quente em um cachorro, se dizendo incomodada pela presença o animal em sua calçada.

Este é o relato dos moradores, que denunciaram o caso à Delegacia do meio Ambiente.

O animal, todo queimado, foi acolhido pelo dono de uma oficina mecânica na área e levado por moradores a uma clínica. As despesas superam os 2,2 mil.

Já em recuperação, o cão está protegido da agressora em uma oficina do bairro

Já em recuperação, o cão está protegido da agressora em uma oficina do bairro

Apesar das informações de que a DEMA foi desmobilizada pelo governador Flávio Dino, a população do Monte Castelo exige punição para a professora Maria da Conceição.

Detalhe: segundo relatos de moradores à DEMA, a professora não esconde de ninguém ser ela mesma a autora do fato…

Mais notícias sobre animais no blog Ei, Bichinhos!

P.S.: Por volta as 11h desta quarta-feira, 20, o blog recebeu a informação de que um filho da agressora decidiu assumir as despesas da clínica e o tratamento do animal, que foi resgatado por uma equipe do Corpo de Bombeiros

6

Não é só Flávio Dino! Márcio Jerry também debocha dos animais…

Lugar-tenente do governador e principal auxiliar do governo mostra todo o seu desdém no Twitter, e chega a ofender até mesmo profissionais do jornalismo, usando desvio retórico para chamar de “éguas da Mirante”

 

O deboches de Márcio jerry aos animais...

O deboches de Márcio jerry aos animais…

Não tem limites o desrespeito, o achincalhe e o autoritarismo do governo Flávio Dino (PCdoB) e dos seus auxiliares mais diretos.

Perseguidor e autoritário, Dino se impõe pelo medo, deixa claro que seu governo é para o seus, despreza animais e achincalha quem o questiona.

E seu companheiro de jornada e principal auxiliar, presidente do seu partido, jornalista Márcio Jerry, segue ipsis líteris sua cartilha.

Há dias, a Rede Globo e outros veículos de imprensa vêm mostrando suspeitas de maus tratos aos cavalos da Polícia Militar.

Mas, ao invés, de responder claramente o que está acontecendo, Dino e o seus preferem apelar para o deboche, tentando desqualificar o denunciante, e ridicularizando a própria condição do animal.

– O tema “éguas da Mirante” virou piada nas redes sociais – ironiza o companheiro de Dino.

Leia também:

Definitivamente, Flávio Dino parece detestar animais…

Dino decide que ração é produto de luxo e aumenta imposto…

Desmobilização da Delegacia de Meio Ambiente no governo Dino…

...E os cavalos da PM cada vez mais magros sem ração, que Dino disse ser supérflua

…E os cavalos da PM cada vez mais magros sem ração, que Dino disse ser supérflua

Desde sexta-feira, Jerry passa o dia no twitter – sua habitual trincheira – para debochar das reportagens da Globo, que denomina de “éguas da Mirante”.

Na defesa do companheiro, o super-secretário desrespeita todos os aspectos da boa convivência.

Mas sua atitude só reforça o fato que saltou aos olhos neste debate: o de que Dino e seu governo detestam os animais…

1

Mais uma do governo Flávio Dino contra os animais…

Os exemplos de desprezo contra os bichos vão se acumulando no perfil do governador comunista; agora a denúncia atinge os cavalos da Polícia Militar, que estariam sendo vítimas maus tratos

 

A imagens mostram cavalos magricelos e sem força alguma

A imagens mostram cavalos magricelos e sem força alguma

Desde a última sexta-feira, programas de alcance nacional do porte de Jornal Hoje e Bom Dia Brasil, da Rede Globo, denunciam o que seria uma ação covarde do governo Flávio Dino contra animais.

Mais uma, diga-se de passagem. (Veja outras aqui e aqui)

De acordo com imagens flagradas inicialmente pela TV Mirante, cavalos usados pela Polícia militar do Maranhão estariam sofrendo maus tratos na gestão do comunista.

Animais pastam no pátio seco à procura de comida, já que falta ração

Animais pastam no pátio seco à procura de comida, já que falta ração

As imagens foram feitas por um internauta,  e mostram os cavalo magros e abatidos.

Segundo o responsável pela filmagem, há dois meses falta ração no quartel da PMMA.

Não é de se estranhar, já que o próprio governador classificou de supérfluo este produto, aumentando os eu imposto.

O comando da PM negou os maus tratos, mas as imagens já ganharam o mundo.

E falam por si só…

2

Sebastião Uchôa critica Flávio Dino e alerta: “até a maldade vem e vai”…

Ex-delegado do meio Ambiente condenou o veto do governador comunista a artigos do Código de Proteção Animal, que deixará desguarnecida a luta de protetores  e organizações sociais no Maranhão

 

Uchôa é protetor e militante da causa animal no Maranhão

Uchôa é protetor e militante da causa animal no Maranhão

O delgado Sebastião Uchôa, ex-titular da Delegacia de Meio Ambiente, fez um desabafo neste fim de semana em seu perfil no facebook, contra o veto do governador a artigos do Código e Proteção Animal.

Se foi maldade ou orientação de “doentes” ou débeis na acepção da grandeza humana de seu (s) auxiliare (s), não sei. Mas o recado que lhes dou é : o mundo é redondo, nada é eterno, inclusive as maldades, tudo é cíclico, tudo vem e se vai, é só questão de tempo, pois o Pai de tudo é Maior, de forma que aqui se faz, aqui é a arena que se pagará débitos do passado e os novos contraídos,tenham certeza!”, pregou Uchôa.

O delegado foi o melhor titular da Delegacia do Meio Ambiente em toda a sua história, mas a especializada foi desmobilizada pelo governador comunista, que parece ter uma antipatia pessoal à causa animal.

Para Sebastião Uchôa, não há qualquer justificativa que explique o veto de Flávio Dino.

O delegado encerra seu texto com outra pregação;

– O pior que temos o dever de entendê-los e dizer em prece ao Pai: ” …perdoa, eles nãoo sabem o que fazem”, parafraseando o nosso irmao Jesus Cristo…

8

Definitivamente, Flávio Dino parece detestar os animais!!!

Depois de desmobilizar a Delegacia de Meio Ambiente, e de classificar ração como produto supérfluo, governador do Maranhão veta os principais artigos da Lei Estadual de Proteção Animal, exatamente aqueles que garantiriam mais efetividade nas ações

 

Evitar crueldades como esta é a missão da causa animal, que Flávio Dino parece detestar

Evitar crueldades como esta, flagrada ontem, é a missão da causa animal, que Flávio Dino parece detestar

Ele já classificou ração animal como coisa supérflua, de luxo, como deixou claro em seu projeto para aumentar o imposto do produto. (Releia aqui)

Ele também acabou com a Delegacia do Meio Ambiente, tirando o titular Sebastião Uchôa, e praticamente fechando a especializada, que nunca mais fez absolutamente nada pelos animais. (Entenda aqui)

O governador mostra desprezo pelos animais

Governador mostra desprezo pelos animais

Agora, o governador Flávio Dino (PCdoB) dá mais um golpe contra os animais maranhenses.

Ele simplesmente vetou três artigos da Lei Estadual de Proteção Animal, de autoria do deputado Roberto Costa (PMDB), criada no final do ano passado pela Assembleia Legislativa.  (Conheça aqui)

E vetou os artigos mais importantes: os que criavam a Delegacia Especializada em Proteção Animal, o Conselho Estadual de Proteção Animal e o Fundo Estadual de Proteção Animal.

Detalhe: nenhum dos artigos traria impacto à administração estadual.

A decisão – pessoal ou orientada, tanto faz – mostra que, definitivamente, o comunista Flávio Dino não gosta mesmo de animais.

E quem não gosta de animais, bom sujeito não é…

3

Wellington volta a cobrar reativação do Centro de Zoonoses…

marc eloO deputado Wellington do Curso (PPS) voltou a cobrar, na Assembleia, a reativação do Centro de Vigilância de Zoonoses, mantido pela Prefeitura de São Luís e fechado desde o início da gestão da secretária Helena Duailibe na Saúde.

Mais uma vez, ocupamos a tribuna desta Casa para solicitar a reativação da Unidade de Vigilância em Zoonoses. Apesar da importância dessa solicitação, até hoje não obtivemos posicionamento algum por parte da Gestão Municipal e, tampouco, alguma obra que sinalize a reativação da UVZ. Essa é a 8ª vez que solicitamos a reativação da UVZ, solicitação essa permeada por grande clamor social. A solicitação aqui feita não é minha, mas sim dos ludovicenses que ficam revoltados ao ver os mais de 15 mil animais abandonados e andando pelas ruas de nossa cidade. Além disso, temos o perigo à saúde, lembrou.

O deputado enfatizou a preocupação sobre a questão.

O Ministério da Saúde realizou uma coletiva para tratar sobre os casos frequentes de microcefalia no Nordeste. Paralelo ao iminente surto da doença e a sua relação com o Zika vírus, temos ainda os casos de calazar, leptospirose, além de doenças causadas pelo Aedes Aegypti. Apesar de tal realidade, infelizmente, a Prefeitura de São Luís, de forma negligente, omite-se dos cuidados básicos que evidenciariam a preocupação necessária quanto à saúde pública. Indo na contramão da prevenção, estamos com uma cidade que tem o acúmulo de lixo como realidade e não tem sequer uma Unidade de Vigilância em Zoonoses, relatou.

3

A morte da Delegacia do Meio Ambiente…

Por Lêda Lima*

[LUTO]:

Lamento informar aos companheiros Protetores, Colaboradores, Simpatizantes e Amigos da Causa Animal, que o único órgão público que tem a OBRIGAÇÃO de salvar ANIMAIS em situação de MAUS-TRATOS, a DEMA, acabou, morreu, não existe mais!!

Ela foi morrendo aos poucos, pelo descaso, pela negligência do governador, pela omissão da sociedade, pela falta de amor da humanidade.

A Delegacia de Meio Ambiente, a DEMA, morreu!!

Ela não atende mais as denúncias de maus-tratos! Não atende aos telefones!
E humilha quem ousa ir pessoalmente fazer a denúncia lá!!

O prédio existe, as funções estão lá, mas nada mais funcional!!!

Então, quero deixar registrado aqui meu LUTO!

E aqui vão algumas orientações para os Protetores que tentarem ir fazer denúncias de maus-tratos lá:

PROTETOR O QUE FAZER DIANTE DA RECUSA DAS AUTORIDADES POLICIAIS EM ATENDER DENÚNCIAS DE MAUS TRATOS CONTRA ANIMAIS.

O agente policial que se negar a registrar ou a atender uma ocorrência de maus-tratos ou abusos contra animais poderá ser responsabilizado por crime de “PREVARICAÇÃO”, previsto no Art. 319 do Código Penal (retardar ou deixar de praticar, indevidamente, ato de ofício, ou praticá-lo contra disposição expressa de lei, para satisfazer interesse ou sentimento pessoal).

Persistindo a recusa, não deixem de denunciá-los, telefonando, enviando emails ou mensagens para os órgãos abaixo, com o máximo de informações possíveis sobre os policiais (pode ser feito anonimamente e até virtualmente):

I – Corregedoria de Polícia;
II – Ministério Público Estadual (por lei é parte interessada em causas ambientais);
III – Comando Geral da Polícia Militar;
IV – Comando do Batalhão onde trabalham os PMs;
V – Chefia de Polícia Civil do Estado:
VI – Secretaria Estadual de Segurança Pública;
VII – Governo do Estado (Gabinete, Chefia da Casa civil e/ou militar);
VIII – Delegacias de Polícia (denúncia de crime de Prevaricação praticada por agente policial).

✔ Para tanto, anote o nome do agente, horário, local e número da viatura e/ou delegacia onde teve o atendimento recusado. Poste, detalhadamente, no Facebook as circunstâncias do fato, bem como as informações dos policiais para que todos nós possamos denunciar o caso para os órgãos acima.

✔✔ Os agentes da Secretaria Municipal de Meio Ambiente podem e devem atender essas denúncias. Eles possuem poder para fiscalizar, multar e apreender animais vítimas de abusos e maus-tratos. Portanto, NÃO depende exclusivamente da autoridade policial. Incomode o secretário de meio ambiente de sua cidade.

Ele ocupa cargo público e recebe um bom salário justamente para dar conta dessas demandas, que é um bom salário justamente para dar conta dessas demandas.

É dever e obrigação dele!

*Do blog Ei, Bichinhos!
3

Um desabafo pelos animais…

causa

Por Lêda Lima

A ‪#‎CausaAnimal‬ entrou na minha vida há um bom tempo. E durante todo esse tempo, eu tenho me desdobrado para ajudar alguns animais; no começo sozinha, depois com pessoas maravilhosas que nutrem o mesmo amor por esses bichinhos tão puros e inocentes.

Somos um grupo de VOLUNTÁRIOS que trabalha por AMOR, sem pagamentos, sem benefício algum, a não ser a satisfação de assistir ao MILAGRE da vida, renascendo em cada ANIMAL resgatado.

Nos pedem ajuda todos os dias… muitas pessoas ligam pedindo resgate para animais que foram atropelados, tiveram ninhadas ou estão muito doentes… e isso acontece todos os dias…

Essas pessoas, na maioria das vezes, pedem socorro, mas não querem ajudar em nada, ou quase nada…

Não têm como levar na clínica, não podem ajudar a pagar a conta, não podem comprar remédios, não podem ceder nenhum espaço em casa…

Existem algumas pessoas que nos ajudam com o Lar Temporário, só que esses “abrigos” estão sempre lotados, porque a demanda é grande.

Não recebemos ajuda do Poder Público, nem de Bill Gates, nem de Obama, nem de nenhum magnata do petróleo. A ajuda que recebemos é de nós mesmas e de alguns poucos amigos queridos, que com sacrifício tiram um pouco do que recebem, para ajudar um ANIMAL.

Já pegamos muito sol na cabeça vendendo lanches na Litorânea, desde às 14:00h. Imaginem a dor de cabeça que ficamos depois que saímos de lá?

Abdicamos do tempo com a nossa família para realizar AÇÕES no fim de semana para conseguir algum dinheiro.

Já realizamos BAZAR, confecções de CAMISAS… E com esse dinheiro castramos, vacinamos, pagamos tratamentos de vários animais.

Não conheço nenhum PROTETOR que tenha dinheiro sobrando, justamente porque nunca sobra, sempre falta.

Portanto, o dinheiro não cai do céu, temos que trabalhar muito pra conseguir! Todo mês estamos no vermelho e por isso usamos do nosso próprio dinheiro pra pagar muitas contas de clínicas.

Protetor só vive no vermelho!

Esse lugar, esse “abrigo” que você pensa que nós temos, só existe no seu imaginário.

Eu já ouvi muito “se vc der um espacinho pra ele na sua casa, eu fico dando a ração”… Que tipo de casa, você imagina que vive um PROTETOR?

Quero informar a você que a nossa casa é igualzinha a sua! O cachorro faria sujeira e bagunça na sua casa? Ele faz na nossa também.

Seu marido não gosta? Quase nenhum marido morre de amores, mas garanto que com jeitinho, você consegue, pelo menos por um tempo. Se não conseguir, peça ajuda a alguém, mas mantenha o sustento desse animal que você olhou nos olhos e sentiu a sua súplica.

Um ANIMAL não precisa só de ração! Ele precisa de vacinas, remédios, banhos, controle de carrapatos. Precisa de um lugar confortável com uma caminha de preferência, nem que seja só um paninho no chão para dormir. Esse animalzinho precisa de material de limpeza, pra manter o ambiente dele sempre asseado.

Quem resgata animais, não tem super poderes. É igualzinho a você!

Trabalha fora ou em casa, estuda, tem família, tem problemas emocionais e financeiros. É uma pessoa normal que tem todos os deveres e direitos iguais a qualquer pessoa.

De onde você tira que o seu tempo é mais precioso do que o nosso?

Já resgatamos animais atropelados, animais com câncer, animais paraplégicos, fêmeas paridas, animais com calazar…

Nossas contas nas clínicas não são baratas! O atendimento não é de graça não!

Ser Protetor não é profissão! É missão! E missão voluntária!

Por isso deve ser respeitada como tal, porque é feita apenas por amor!! Por esse mesmo AMOR que muitas pessoas dizem ter, mas que acaba no momento que atinge o seu tempo e seu bolso!

“Tudo vale a pena quando a alma não é pequena…”

Mais sobre animais em Ei, Bichinhos!

0

Roberto Costa e o Código de Proteção Animal…

Roberto Costa: defesa animal e proteção

Roberto Costa: defesa animal e proteção

A Assembleia Legislativa aprovou esta semana, o projeto de Lei nº 253/2015, de autoria do deputado estadual Roberto Costa (PMDB), criando o primeiro Código de Proteção Animal do Maranhão.

O projeto faz alterações na lei 10.169/2014, também de autoria do parlamentar. 

Quero aqui agradecer a participação das ONGs e entidades envolvidas com  a causa,  que nos ajudaram a realizar melhorias no novo texto da lei, de modo que atendesse a todos os anseios, no sentido de solucionar os problemas que envolvem os animais abandonados nas ruas de todo o estado”, afirmou o parlamentar.

Sancionada em dezembro de 2014, a Lei 10.169 define a Política Estadual de Proteção aos Animais, estabelecendo normas para a defesa e preservação da fauna no Maranhão. E trata, basicamente, sobre equilíbrio entre desenvolvimento socioeconômico e preservação ambiental; maus tratos, punições, tração animal; métodos de abate, matadouros e afins.

O novo Código amplia agora o conceito de proteção animal sob a perspectiva de desenvolvimento de uma política de saúde pública. Para isto, a lei estabelece que sejam realizadas parcerias com instituições de ensino, além do fomento à criação de consórcios entre municípios voltados à proteção e defesa dos direitos dos animais.