0

Eliziane volta a surgir como opção para a presidência do Senado…

Assunto trazido por este blog Marco Aurélio d’Eça ainda no primeiro semestre voltou á tona na imprensa nacional e maranhense nesta quinta-feira, 23, após o site O Antagonista anunciar que ela pretende reunir 15 senadoras em jantar na semana que vem

 

Eliziane Gama quer ser a primeira mulher no comando do Congresso Nacional com apoio da bancada feminina e do governo Lula

A senadora Eliziane Gama (PSD) voltou a figurar nesta quinta-feira, 23, como possível candidata a presidente do Senado Federal.

Este assunto foi trazido pela primeira vez em agosto, neste blog Marco Aurélio d’Eça, no post “Eliziane pode ser a primeira mulher a presidir o Senado”.

Nesta quinta-feria,23, o assunto voltou à tona após o portal O Antagonista, revelar que ela já pretende reunir 15 senadores em sua base de apoio em jantar na semana que vem.

Destacada parlamentar da base do governo Lula (PT), Eliziane pretende convencer o governo a apoiá-la como primeira mulher a presidir o Senado.

A eleição na Casa acontece somente em fevereiro de 2025…

0

O papel de Eliziane Gama no grupo Dino/Brandão em 2026…

Historicamente, senadora é uma das mais leais aliadas do ministro da Justiça desde a primeira eleição de ambos, ainda em 2006, e tem hoje, em nome de Dino, papel fundamental na articulação dos projetos do governo Lula no Congresso Nacional; mas tem passado ao largo das discussões sobre a sucessão do governador Carlos Brandão, quando será época de também renovar o mandato nas urnas

 

Dino cativou Eliziane ao longo de 17 anos de mandatos; e o homem torna-se totalmente responsável por aquilo que cativa

Pensata

A postura da senadora Elziane Gama (PSD) com o ministro da Justiça Flávio Dino é de absoluta lealdade ao longo dos 17 anos de carreira política de ambos; neste período, ela teve momentos de esplendor, mas também sofreu revezes em nome dele.

E nunca se afastou do projeto dinista, cumprindo um papel de aliada incondicional em todos os momentos da vida pública; foi assim em 2026, 2008, 2010, 2012, 2014, 2016, 2018, 2020 e 2022.

O titular deste blog Marco Aurélio d’Eça – que mantém relação de parceria com a senadora desde sua entrada na política, ainda em 2006, aliança anterior até mesmo à época de faculdade de Jornalismo, que ambos cursaram – por várias vezes criticou essa dependência política de Eliziane Gama em relação a Flávio Dino.

Em 2015, num destes momentos, Eliziane entra em conflito com Dino após pedir a saída da então titular da Cultura, Ester Sá Marques, registrado neste blog Marco Aurélio d’Eça no post “Crise na Cultura pode definir futuro de Eliziane no grupo de Flávio Dino…”

E, 2017, após novamente disputar a Prefeitura de São Luís sem o apoio de Dino – e vê o grupo do então governador massacrá-la na campanha – este blog Marco Aurélio d’Eça registrou outro momento de crítica, no post “Eliziane cada vez mais próxima de Flávio Dino…”

O atual é outro destes momentos.

O papel que Eliziane Gama cumpre para Dino no Senado Federal e no governo Lula (PT) – sacrificando sua própria relação institucional com a igreja Assembleia de Deus, já desgastada desde 2018 – é para ser levado em conta pela vida do ministro.

Mas a despeito dessa lealdade de Eliziane, Flávio Dino não parece incluí-la no projeto de poder para além de 2022.

Hoje novamente irmanado com o senador Weverton Rocha (PDT), tendo o vice-governador Felipe Camarão (PT) como opção – e sem querer se afastar definitivamente do governador Brandão (PSB) – Dino tem um palanque pronto para 2026 no Maranhão.

Nas conversas com interlocutores de Dino, de Weverton e de Brandão, este blog Marco Aurélio d’Eça faz sempre um questionamento quando se fala da chapa para 2026, que inclui Felipe Camarão para o governo, Weverton e Brandão como candidatos ao Senado, tendo o agora ministro André Fufuca (PP) como outra opção para a chapa.

– E o papel de Eliziane neste projeto, qual será?!? – pergunta o blog Marco Aurélio d’Eça em todas as conversas; e o próprio blog responde, para surpresa dos interlocutores:

– Seria natural que a senadora ocupasse a vaga de vice de Camarão, reunindo assim a chapa completa que esteve junta nas eleições de 2018.

Mas esta é uma outra história…

0

Bolsonaro e mais 60 enquadrados pela CPMI do Senado…

Relatora Elziane Gama apresentou nesta terça-feira, 17, o relatório com os crimes atribuídos ao ex-presidente da Repúblicas, pessoas ligadas a eles e outros investigados, que serão agora encaminhados ao Ministério Público para eventual denúncia à Justiça

 

Eliziane apresentou seu relatório nesta terça-feira, 17, com o enquadramento de Bolsonaro e mais 60 investigados

A senadora Eliziane Gama (PSD) cumpriu a promessa e enquadrou o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) em pelo menos cinco crimes, com base nas investigações da CPI do 8 de Janeiro.

Além de Bolsonaro, outras 60 pessoas foram enquadradas no relatório de Eliziane, apresentado nesta terça-feira, 17.

Eliziane se concentrou no entorno de Bolsonaro, incriminando também generais e coronéis do Exército, da Marinha e da Aeronáutica, além, de aliados e pessoas próximas ao ex-presidente.

O relatório será encaminhado ao Ministério Público, que decidirá se denuncia ou não Bolsonaro e os demais acusados, com base nas investigações do Senado.

Se quiser, o MPF pode optar por pedir mais investigações, o que, neste caso, a partir de agora, ficará sob responsabilidade da Polícia Federal.

O Ministério Público não tem prazo para oferecer a denúncia à Justiça…

0

Mesmo sob ameaça, Eliziane deve indiciar Bolsonaro…

Senadora maranhense é a relatora da CPMI do 8 de janeiro e está concluindo o seu relatório, que deve ser apresentado na próxima terça-feira, 17, enquadrando o ex-presidente em pelo menos cinco crimes

 

Eliziane Gama está concluindo o relatório da CPMI do 8 de Janeiro, que deve indicar Bolsonaro em cinco crimes

A senadora Eliziane Gama (PSD) está em fase final de conclusão do relatório da CPI do 8 de Janeiro; e já tem uma decisão tomada: o ex-presidente Jair Bolsonaro será indiciado em pelo menos cinco crimes.

O relatório deve ser apresentado na terça-feira, 17 e votado na quarta-feira, 18.

Na semana passada, Eliziane relatou ameaças sofridas pelo seu trabalho na CPMI do 8 de Janeiro; entre elas, o recebimento de uma caixa suspeita, que foi encaminhada à Polícia Legislativa do Senado.

O ex-presidente deve ser enquadrado nos crimes de Tentativa de Golpe de Estado, Atentado contra o Estado de Direito, Peculato, Corrupção de menores e Falsificação de Documentos Públicos.

0

Eliziane é a melhor senadora do Brasil…

Parlamentar maranhense, que é relatora da CPMI do 8 de Janeiro, foi eleita pelo site Congresso em Foco, tanto na votação de jornalistas que cobrem a política de Brasília quanto na avaliação do júri especializado, além de ficar entre os 10 melhores na votação popular, pela internet

 

Eliziane ficou em primeiro nas duas principais categorias e alcançou o sétimo lugar na votação popular de internet

A senadora maranhense Eliziane Gama (PSD) foi a principal vencedora do Prêmio Congresso em Foco, entregue nesta quinta-feira, 21, em solenidade na capital federal.

Além de vencer como melhor senadora na opinião de jornalistas que cobrem as atividades do Congresso Nacional, Elziane ganhou pelo júri especializado.

– Noite memorável em que recebi dois dos principais prêmios do Site Congresso Em Foco. Muita responsabilidade com essas premiações – agradeceu Eliziane.

Além da premiação de jornalistas e do júri especializado, Eliziane ficou entre os 10 melhores na votação popular, pela internet. (Veja a lista completa de premiados aqui)

Com mandato considerado de excelência desde o primeiro ano, em 2019, a senadora maranhense teve forte destaque em 2023 como relatora da CPMI do 8 de Janeiro.

Ela mostrou forte entusiasmo com a premiação…

0

Eliziane participará de audiência sobre produção de gás na Bacia do Parnaíba

Membro da Comissão de Meio Ambiente do Senado e da Frente Parlamentar de Recursos Naturais e Energias Renováveis, parlamentar acompanhará os debates entre prefeitos, membros da indústria, especialistas e comunidade no “Projeto Produção do Gás de Transição”, organizado pelo Serviço Geológico do Brasil no polo da UFMA em São Bernardo

 

Eliziane vê importância estratégica na produção de gás no Maranhão e vai estar em São Bernardo

A senadora Eliziane Gama (PSD) confirmou presença na audiência pública sobre Projeto Produção do Gás de Transição, que vai discutir a produção de gás na Bacia do Parnaíba e sua contribuição para a matriz energética brasileira.

Marcado para o próximo sábado, 16, o evento é organizado pelo Serviço Geológico do Brasil (SGB), e terá participação das prefeituras da região do Baixo Parnaíba; a audiência acontece no polo da Ufma em São Bernardo do Maranhão.

– Será um debate fundamental para as cidades que serão beneficiadas com o projeto. Essa é uma iniciativa que tem a perspectiva de contribuir com o impulsionamento e avanços socioeconômicos do Maranhão, gerando renda e emprego às famílias maranhenses, além de investimentos públicos e benefícios ambientais – destacou Eliziane Gama, que é membro da comissão de Meio Ambiente do Senado Federal e da Frente Parlamentar de Recursos Naturais e Energia.

De acordo com o diretor-presidente do SGB, Inácio Melo, a audiência pública reunirá especialistas, representantes governamentais, líderes da indústria e membros da comunidade para debate sobre os projetos do Serviço Geológico do Brasil (SGB) para a região e seus benefícios para desenvolvimento dos municípios do Maranhão.

– Nosso objetivo é discutir os avanços na produção de gás na bacia do Parnaíba a e sua relevância para a matriz energética do Brasil – afirmou.

0

Eliziane pode ser a primeira mulher no comando do Senado…

Nome da senadora maranhense passou a ser discutido pela bancada feminina da Casa, que considera emblemático ter uma mulher pela primeira vez no comando do Congresso Nacional

 

Eliziane Gama tem se destacado no Senado desde a posse, em 2019; e ganhou ainda mais projeção no governo Lula, agora como relatora da CPI do 8 de Janeiro

A senadora Eliziane Gama (PSD) é um dos nomes já discutidos para substituir o senador  Rodrigo Pacheco na presidência do Senado Federal.

A bancada feminina na Casa quer eleger a primeira mulher ao comando do Congresso Nacional, o outro posto que o presidente do Senado acumula no poder de Brasília.

A eleição no Senado acontece apenas em fevereiro de 2025, mas a antecipação se dá pela movimentação do MDB e do próprio PSD, que mostram interesse no comando da Casa.

Relatora da CPI do 8 de Janeiro, Eliziane Gama é aliada do ministro da Justiça Flávio Dino, que a levou para a base do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Este movimento amplia suas chances na disputa interna no Senado…

0

Eliziane anuncia acareações na CPI do 8 de janeiro…

Comissão volta a funcionar na semana que vem com novas oitivas e reconvocações para realização de audiências conjuntas com envolvidos nos ataques à sedes dos três poderes, em Brasília, no início de 2023

 

Eliziane volta a protagonizar as ações da CPI do 8 de Janeiro a partir da primeira semana de agosto

A relatora da CPMI do 8 de Janeiro, senadora Eliziane Gama (PSD), anuncia “dias intensos” na comissão a partir da próxima semana; e revela que deverá ocorrer acareações entre investigados.

– Nas próximas semanas, teremos reconvocações e acareações, de forma que possamos chegar aos autores intelectuais e aos financiados do 8 de Janeiro, um ato terrível contra a democracia brasileira – revelou a parlamentar.

Eliziane não cita nomes, mas já se sabe que um dos prováveis reconvocados é o tenente-coronel do Exército Mauro César Barbosa Cid, ex-ajudante-de-ordens do então presidente Jair Bolsonaro (PL).

Nas últimas semanas, a imprensa revelou intensa movimentação financeira nas contas de Mauro Cid, incompatíveis com os seus rendimentos de oficial do exército, o que levou a Polícia Federal a suspeita de lavagem de dinheiro.

Além das reconvocações, a CPMI ainda precisa analisar requerimentos de convocação de outros personagens, entre eles o ministro da Justiça Flávio Dino (PSB).

Ainda há uma intensa disputa na comissão em relação à chamada do ministro…

0

CPMI do 8 de janeiro vai pedir quebra do sigilo do ex-superintendente da PRF, diz Eliziane

Relatora da comissão, senadora maranhense diz que as equipes técnicas sob seu comando estão analisando documentos que comprovam, que Silviney Vasques mentiu durante seu depoimento; e pode, inclusive ser reconvocado a depor

 

Eliziane Gama trabalha durante o recesso para montar a agenda da CPMI a partir de agosto

A senadora Eliziane Gama (PSD) já não tem mais dúvidas: o ex-superintendente da Polícia Rodoviária Federal, Silviney Vasques, mentiu durante o seu depoimento à CPI do 8 de janeiro; segundo a parlamentar maranhense, documentos em análise pelas equipes técnicas da comissão confirmam a tentativa de Silviney de enganar a CPI.

– Nós estamos pedindo quebra [de sigilos] do ex-diretor da Polícia Rodoviária Federal, que claramente, de forma escrachada, mentiu nesta comissão – disse a relatora.

As equipes técnicas da CPI, sob o comando de Eliziane Gama, estão aproveitando o recesso parlamentar do Congresso Nacional para analisar documentos que chegaram à CPMI; a partir desta análise, a senadora irá definir os novos rumos dos trabalhos.

– Podemos pedir a reconvocação de pessoas, se for necessário, para novos esclarecimentos e, sobretudo, confrontar informações de quem já passou por lá prestando depoimento – afirmou a relatora.

Instalada no dia 25 de maio, a CPMI ouviu oito depoimentos e aprovou mais de 300 requerimentos, que vão desde convocações de testemunhas a pedidos de informação oficiais e quebras de sigilos para embasar os trabalhos.

Somente na última reunião do semestre, no dia 11 de julho, foram aprovados 90 pedidos como esses.

Os trabalhos serão retomados já na primeira semana de reabertura dos trabalhos no Congresso, marcada para 1º de agosto…

1

Não se pode cometer o mesmo erro de Bolsonaro, diz Eliziane, com crítica a Barroso

Senadora maranhense, que é relatora da CPI do 8 de janeiro classificou de “infeliz” a fala do ministro do Supremo Tribunal Federal durante congresso da União Nacional dos Estudantes, em que fez discurso com forte teor político contra o ex-presidente da República

 

Eliziane entende que manter o clima de guerra política é se igualar ao que se criticava no período de Bolsonaro

A senadora maranhense Eliziane Gama (PSD) classificou de infeliz a fala do ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal durante o congresso da União Nacional dos Estudantes (UNE), semana passada.

Durante o evento, na presença também do ministro da Justiça do governo Lula (PT), Flávio Dino (PSB), Barroso usou tom claramente político aos dizer que “nós derrotamentos o bolsonarismo para permitir a democracia e a manifestação livre de todas as pessoas”.

– Eu não sei em qual sentido o ministro Barroso estava fazendo essa colocação quando ele cita o nome ‘bolsonarismo’, mas eu acho que foi uma colocação infeliz, por conta da posição que ele tem – criticou Eliziane, que é relatora da CPI do 8 de janeiro  no Senado.

Para Eliziane Gama, não faze sentido fazer um discurso destes quando se criticava Bolsonaro exatamente por manter este clima de acirramento.

– A gente criticou muito isso no então presidente Bolsonaro, quando ele ficava totalmente fora dessa liturgia do cargo, quando ele não respeitava a posição que tinha em nível nacional, e a gente não pode sair cometendo esse mesmo erro – completou.