2

Mais do que tentar proibir, Ministério Público precisa investigar gastos com shows no interior…

Artistas nacionais são contratados com valores que chegam a R$ 700 mil em cidades sem estrutura financeira para bancar os eventos; é preciso abrir uma linha de investigação sobre as negociações por trás destes espetáculos

 

Xand Avião Wesley Safadão tiveram shows milionários questionados judicialmente pelo Ministério Público no interior maranhense

Em menos de uma semana, o Ministério Público pediu à Justiça a suspensão de pelo menos dois shows de peso no Maranhão.

Em Vitória do Mearim, a prefeitura iria contratar, por R$ 500 mil, o forrozeiro Wesley Safadão, mas a Justiça suspendeu o evento; já em Bacabal, a festa de aniversário da cidade está marcada para este fim de semana, com Xand Avião, ao custo de R$ 750 mil.

Mas, além de proibir os eventos, o Ministério Público deveria ir mais a fundo e investigar como se dá a relação entre as prefeituras e os produtores de shows no interior maranhense.

Shows, Festas, espetáculos teatrais, feiras e diversos outros tipos de eventos são vendidos a peso de ouro a prefeituras, muitas vezes com a chamada “tabela cheia”, ou seja, preço quase três vezes mais alto que o usual.

Trata-se de um “investimento” a fundo perdido, já que que os shows são de graça e não têm qualquer retorno financeiro ao município.

Mas se o MP puxar a corda, achará o fio da meada deste esquema…

0

‘Natal da Nossa Gente’ é oficialmente aberto em Ribamar

Foi realizada a abertura oficial do Natal da Nossa Gente, no município de São José de Ribamar. Na ocasião, a prefeitura realizou um cortejo com desfile do Papai Noel, com saída do bairro Outeiro, parada no Cruzeiro e finalizando na praça da Matriz.

Na programação, orquestras, grupos teatrais e projeção do vídeo mapping, chamaram a atenção e fizeram a festa dos participantes, que se encantaram com o show pirotécnico no céu da cidade.

Além disso, houve a visita na casa do Papai Noel, no Centro de Cultura, onde ficará aberto para visitação até o dia 6 de janeiro.

O Natal da Nossa Gente teve abertura oficial feita pelo prefeito Dr. Julinho, que falou da importância do momento.

“Quero agradecer a Deus e a presença de todos os envolvidos neste momento gratificante, com a bençao de Deus. Que esse clima natalino nos proporcione paz, alegria, felicidade, nos afastando dessa pandemia e que traga fraternidade”, destacou o prefeito.

Participaram do encontro vereadores, secretários municipais, representantes do santuário, parlamentares e a comunidade em geral.

1

Flávio Dino mantém omissão sobre festas de reveillon privadas e prejudica negócios

Secretário de Cultura cancelou agenda de eventos públicos durante a festa de fim de ano, mas o secretário de Saúde prega dia e noite que é preciso controlar o período pré-carnavalesco, enquanto Dino diz que só vai tratar do tema em meados de janeiro

 

Não vai ter reveillon, mas vai ter carnaval? Não vai ter nem reveillon, nem carnaval? Sem respotas claras do governo, a programação turística fica comprometida no Maranhão

Na semana passada, pelo menos duas festas grandes de reveillon em hotéis e clubes de São Luís publicaram nota para reafirmar a realização do evento.

As notas são reflexo da falta de alinhamento de discurso do governo Flávio Dino (PSB), que cancelou os eventos públicos na virada do ano, mas nada disse sobre os eventos privados.

O problema é que, enquanto o secretário de Cultura Anderson Lindoso reafirma o cancelamento do reveillon do governo, o secretário de Saúde, Carlos Lula, prega em suas redes sociais que todos os eventos de reveillon e carnaval devem ser cancelados, por causa da variante ômicron, do coronavírus.

Sem um discurso uníssono, as dúvidas ficam na cabeça do cidadão e as vendas de pacotes para os hotéis tendem a cair, o que levou à publicação das notas.

Na última sexta-feira, 3, Flávio Dino voltou a dizer que só vai tratar do carnaval em janeiro, por que a gesta se dá apenas no início de março.

Sem essa garantia do que ocorrerá, promotores e foliões ficam perdidos.

E a tendência é o esvaziamento da festa…

1

Abrasel critica lockdown em bares e restaurantes de São Luís…

Presidente da representação maranhense da associação que congrega o setor diz que endurecimento das medidas do Governo do Estado – que vai liberar auxilio de R$ 1 mil para bares e R$ 600 para artistas – transforma a cultura e o entretenimento em vilões da pandemia de CoVID-19

 

Bares e restaurantes terão que fechar as portas, de novo, a partir da próxima segunda-feria, 15, por causa das medidas contra a CoVID-19…

O presidente da representação maranhense da Associação Brasileira de Hotéis, Bares e Restaurantes, Gustavo Araújo, criticou nesta sexta-feria, 12, o endurecimento das medidas de funcionamento do setor em São Luís. 

Em entrevista coletiva na manhã de hoje, o governador Flávio Dino (PCdoB) anunciou que bares e restaurantes terão que fechar as portas, por uma semana, a partir da próxima segunda-feira, 15.

Na avaliação de Gustavo, essa medida torna o setor de entretenimento e cultura em vilões da pandemia de CoVID-19.

– O que a Abrasel não entende é com base em quê as autoridades decidiram transformar bares e restaurantes em vilões da pandemia – questionou o representante da entidade setorista, em entrevista à rádio Nova FM.

Gustavo Araújo vê injustiça em transformar bares e restaurantes em vilões da pandemia

Para amenizar os prejuízos para bares, restaurantes e artistas que tocam na noite, Fla´vio Dino anunciou auxílio de R$ 1 mil para as empresas do setor e R$ 600 para artistas da Grande São Luís.

O auxílio de R$ 600 para artistas pode-se somar ao auxílio anterior, de R$ 1,5 mil, este abrangendo todo o estado.

As medidas do governo entraram em vigor a partir da segunda-feira, 15.

Até lá, valem as medidas que estão em vigor até o domingo, 14…

5

Flávio Dino anuncia fogos, mas silencia diante de pressão do MP a festas

Governador chama a população para queima de fogos na virada do ano, mas nada diz sobre a cobrança de promotores que querem fiscalização do Executivo em eventos privados; queda de braço cria clima de tensão e leva a cancelamento de festas

 

As manifestações do Ministério Público contra a realização de reveillon traz de volta à baila o temido e ameaçador promotor Cláudio Guimarães

Faltando três dias para o reveillon, o clima é de tensão e expectativa nas casas de eventos, bares e restaurantes que já anunciaram a realização de festas na virada do ano, diante da pressão do Ministério Público por fiscalização do governo.

Embora se mantenha em silêncio diante da cobrança do MP – mas com a decisão da Vigilância Sanitária de fiscalizar as festas – o governo Flávio Dino (PCdoB) já foi às redes sociais para anunciar locais de queima de fogos promovida pelo Executivo, o que, obviamente, atrai aglomerações.

Ainda não há nenhuma decisão judicial ou decreto governamental sobre o reveillon, mas as manifestações públicas de promotores de Justiça têm gerado instabilidade na organização das festas, inclusive com queda na venda de entradas e pacotes de fim de ano.

E a ameaça dos órgãos de fiscalização têm levado ao cancelamento de várias destas festas…

0

PM vai fiscalizar postos para evitar aglomerações no fim de semana…

Força-tarefa policial agirá em conjunto com o próprio Sindicato dos Combustíveis para evitar as tradicionais festas de som automotivo características das lojas de conveniências que funcionam em toda a Grande São Luís

 

As festas de som automotivo são características das lojas de conveniências de postos de combustíveis; e geram intensa aglomeração durante a madrugada

Uma operação da Polícia Militar atuará em postos de combustíveis da Grande São Luís a partir desta sexta-feira, 10.

O objetivo é coibir a realização das chamadas festas de som automotivo, que marcam as noites de fim de semana em vários postos da Ilha.

A ação foi pedida pelo próprio Sindicato dos Postos de Combustíveis, após constatação de várias aglomerações desde que o governo Flávio Dino (PCdoB) decidiu liberar o funcionamento de bares, restaurantes e similares.

Na última quinta-feira, 9, o professor-doutor da Universidade Federal do Maranhão, Antonio Augusto Moura da Silva, alertou para um aumento considerável nos números da coVID-19 nas últimas duas semanas, exatamente após a liberação dos estabelecimentos, que incluem as conveniências.

Para ajudar na represssão ao som automotivo, os empresários foram orientados a retirar mesas das áreas externas das lojas de conveniência durante a madrugada; a reunião de grupos será restringida e a lei que proíbe venda de bebidas alcoólicas entre as 2h e as 6h da manhã será aplicada.

 Quem desobedecer está sujeito á prisão e a multas de até R$ 50 mil.

3

Bares e restaurantes terão lotação e horários restritos em São Luís…

O Protocolo Específico para Bares, Restaurantes e Afins, editado pelo Governo do Estado – e que ainda está em fase de adequação – estabelece, além das medidas gerais já divulgadas, redução do número de frequentadores e mesas de quatro lugares com dois metros de distanciamento uma das outras; o funcionamento só pode ir até a 0h00

 

Os bares precisarão seguir restrições quanto à lotação e ao distanciamento entre clientes para voltar a funcionar a partir de sábado, 27

Com autorização para reabrir a partir do próximo sábado, 27, bares, restaurantes e afins em São Luís terão que seguir um protocolo rígido de funcionamento, além das medidas que já vinham sendo adotadas pela população em geral.

Segundo o Pacto de Protocolo Especifico firmado entre o Governo do Estado e os representantes do segmento, além de máscaras pelos clientes será obrigatório o uso de Face Shield (Proteção acrílica) pelos atendentes.

A lotação terá que ser reduzida e as mesas – dispostas a dois metros uma das outras – só poderão comportar quatro pessoas.

– Nós já havíamos fechado o pacto com as entidades do setor, mas houve novas sugestões que foram encaminhadas à Vigilância Sanitária para reavaliação; ainda hoje teremos o protocolo final – explicou ao blog Marco Aurélio D’Eça o secretário-chefe da Casa Civil, Marcelo Tavares.

O pacto firmado inicialmente ao qual este blog teve acesso, orienta evitar ao máximo a formação de filas, com adoção de senhas e agendamento para organizar o atendimento;

– Se houver necessidade de filas, o distanciamento precisa ser de 2 metros entre as pessoas, com marcação destacada no chão – diz o documento. (Veja imagens abaixo)

A circulação interna também deve obedecer a distância mínima de dois metros, além das medidas de higiene e proteção já definidas desde o início da pandemia.

Outra modificação se dá quanto ao horário de funcionamento; os bares, lanchonetes e restaurantes deverão seguir os seguintes horários:

Almoço: das 11h às 15h;

Lanches: das 10h às 00h;

Jantar: das 18h às 00h

Já nas padarias o funcionamento se dará entre 6h e 20h.

Não há restrições previstas quanto à adoção de música ao vivo, desde que sigam as recomendações de distanciamento e de lotação.

Veja abaixo o Protocolo Específico para Bares, Restaurantes e Afins:

4

Fechamento de bares gera efeito dominó na noite de São Luís

Segmento é ignorado nas discussões sobre retomada das atividades econômicas pós-pandemia, o que acaba prejudicando também profissionais como garçons e artistas da noite, sem perspectivas de receitas

 

Os bares continuam sem perspectiva de voltar a abrir em São Luís, o que gera uma reação em cadeia, prejudicando garçons, atendentes e artistas da noite

Editorial

Um dos segmentos mais ignorados no debate sobre a retomada econômica pós-pandemia no Maranhão é, especificamente, o de bares.

Empreendimento que depende exclusivamente de sua rede física – já que não tem característica de drive thru ou de delivery – um bar precisa também de garçons e de animação para garantir o lazer à noite.

Mas fechados – e com altos alugueis para honrar – acabam por prejudicar também os profissionais de atendimento e os artistas da noite, ambos dispensáveis no atendimento virtual.

O pior é que os bares devem ser os últimos a voltar a funcionar, já que não se enquadram em nenhum tipo de serviço essencial.

Os restaurantes podem fazer entregas em casa ou funcionar para retirada na loja; os depósitos e lojas de conveniências seguem abertos para compra de bebidas e afins, que podem ser consumidas em casa.

Mas quem vai pedir petisco e cerveja em seu bar preferido para receber em casa? 

Os bares funcionam como um atrativo físico por si só. Seu ambiente, sua luz, sua música e sua bebida é que levam as pessoas a frequentá-lo.

E essa experiência não pode ser virtual. 

Milhares de artistas que vivem exclusivamente de suas apresentações em bares estão em dificuldades financeiras desde o fechamento das atividades.

Milhares de garçons estão esperando o retorno das atividades para poder trabalhar em ambientes físicos.

Mas não há nenhuma discussão conhecida sobre a reabertura deste segmento, que movimenta milhões por ano apenas em São Luís.

São três setores interdependentes, que se juntam nesta pandemia numa espécie de abraço de afogados.

E muitos, sequer, terão condições de voltar ao final da crise…

0

Sunrise na elegância do Blue Tree Towers…

A mais duradoura e animada festa de Réveillon de São Luís terá três ambientes, dois palcos, 15 atrações e dez horas de música em uma das mais belas regiões do Calhau

 

O belo resort da rede Blue Tree, com vista deslumbrante, será palco do Reveillon do Amanhecer no Calhau

Uma das mais vitoriosas festas de fim de ano realizadas em São Luís, o Sunrise ou Réveillon do Amanhecer, está em novo endereço. O público dará as boas vindas a 2020 na área externa do Blue Tree Towers Hotel, no Calhau, de frente a Baía de São Marcos, ou seja, com a mesma energia que marcou as edições anteriores, no Iate Clube de São Luís.

Aplaudido como o mais duradouro e animado, o evento, que terá três ambientes, dois palcos e uma praça de alimentação, será embalado por 15 atrações e dez horas de música. O público brindará a chegada do novo ano nos setores Arena, Camarote, Front e Lounge (com open food). Haverá, ainda, as suítes, demarcadas dentro da área do Front.

Um dos palcos, dispostos no setor Arena, será o Eletro Funk, que receberá Diógenes, Crasy Monkeys, Amanda Tavares, Habibe e Blemes.

No palco principal se apresentarão Michael Wesley, Os Parças, Thalles Lessa, Avine Vinny, Luís Marcelo & Gabriel e Bruno Shinoda, além do DJ Arsênio Filho. O Sunrise também receberá Adriano Sound.

Michael Wesley será uma das atrações do palco principal do Sunrise, que terá três ambientes e dois palcos

Segundo o diretor da Pororoca Produções, que realiza o evento, a festa será das mais agradáveis e dançantes, assumindo, a partir deste ano, uma atmosfera mais elegante.

“O espaço do Blue Tree é maravilhoso e adequa-se perfeitamente à nossa proposta e, com certeza, contribuirá para manter o padrão do Réveillon do Amanhecer, considerado o mais duradouro e divertido de todos aqui em São Luís”, disse Ricardo Pororoca.

0

Em homenagem a Edivaldo, Ivaldo Rodrigues encerra Festa da Juçara..

Secretário Municipal de Abastecimento representou o prefeito no encerramento do evento, que mobilizou milhares de pessoas em sua 50ª edição, no Maracanã

 

O prefeito Edivaldo Júnior (PDT) recebeu homenagem no encerramento da 50ª Festa da Juçara, no Maracanã.

Ele foi representado pelo secretário municipal de Abastecimento, Ivaldo Rodrigues (PDT).

– Tive a honra de representar o prefeito Edivaldo, que foi homenageado pela Associação de Amigos do Parque da Juçara – ressaltou Ivaldo.

Em sua 50ª edição, a Festa da Juçara mobilizou milhares de pessoas nos dias de festa, atraindo também turistas de várias parte do país.