1

Lula e o Maranhão…

Manifestação de Sarney pela neutralidade do ex-presidente – somada à candidatura própria do PT ao Senado – contrariam a tese de adesão ampla e irrestrita do PT maranhense ao projeto comunista de Flávio Dino

 

ADMIRAÇÃO MÚTUA. Relação construída no contraponto político reforçou respeito entre Lula e Sarney

Na sexta-feira passada, em encontro de confraternização do PMDB maranhense, o ex-presidente José Sarney deu uma declaração que repercutiu interna e externamente sobre as eleições de 2018.

Sarney disse que gostaria de ter o apoio do também ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao seu grupo em 2018.

“Mas, se não for possível, eu desejo no mínimo a isenção na disputa estadual”, completou. (Leia mais aqui)

A declaração do ex-presidente, somada à decisão da corrente CNB, a maior do PT maranhense, de lançar a candidatura de Márcio Jardim ao Senado, reforça a tese cada vez mais evidente de que – a despeito dos petistas pendurados no governo Flávio Dino (PCdoB) – a aliança do partido com os comunistas não são favas contadas como imagina o Palácio dos Leões.

BASTA OLHAR A CARA DELE. Na verdade, o próprio Flávio Dino queria ter um Sarney em seu conselho político, como mostra esta imagem no Congresso

Lula tem relação burocrática com Flávio Dino; sem vibração, sem identidade emocional, apenas burocrática.

Diferente da relação que nutre com o ex-presidente José Sarney e com a ex-governadora Roseana Sarney, construída de embates e contrapontos, que moldaram a admiração mútua entre eles.

A mesma admiração atingiu petistas que compuseram o governo Roseana a partir de 2009 – e deram a ela o companheiro de chapa de 2010. Por todas essas circunstâncias da história, é exagero imaginar que Flávio Dino tenha Lula integralmente no palanque comunista em 2018.

Sobretudo pelo fato de este mesmo palanque esteve integralmente entregue ao PSDB há apenas quatro anos.

Da coluna Estado Maior, de O EstadoMaranhão

2

Petistas debaterão conjuntura eleitoral no Maranhão…

Principal corrente do partido, a Construindo um Novo Brasil – reunirá a militância para reforçar a importância da  candidatura de Lula e a política de alianças no estado

 

A  corrente Construindo um Novo Brasil (CNB), realizará neste sábado, dia 16, o Seminário Estadual da CNB – Maranhão, para discutir os rumos do Partido dos Trabalhadores nas eleições de 2018.

A CNB debaterá a importância da candidatura de Lula.

– A eleição sem o ex-presidente é uma fraude que não será tolerada pelo povo – afirma o deputado estadual Zé Inácio, um dos líderes da CNB no estado e um dos expositores do evento.

Durante o encontro, os petistas traçarão as estratégias necessárias para fortalecer a campanha de Lula no Maranhão, estado que sempre votou em massa com o PT nas eleições presidenciais.

O seminário será realizado no auditório Neiva Moreira, na Assembleia Legislativa do Maranhão, a partir das 8:30.

Programação

08:30 – Recepção e credenciamento dos participantes

09:00 – Abertura

09:30 – Mesa – O Brasil e o Maranhão que o povo quer.

Expositores:
– Zé Inácio (Deputado Estadual)
– Raimundo Monteiro (Membro do Diretório Nacional do PT)
– Mundico Teixeira (Membro da Executiva Estadual do PT/MA)

Coordenação:
– Ednalva Lima (Secretária Estadual de Mulheres do PT/MA)

10:30 – Debate

11:30 – A Juventude CNB – desafios e perspectivas.

Expositores:
– Bruno Cacau (Membro do Diretório Estadual do PT/MA e JPT/MA)
– Carlos Augusto (Membro da Executiva Municipal do PT São Luís e JPT/MA)

Coordenação:
– Camila Pedrosa (Diretora Nacional da UBES e JPT/MA)

12:00 – Debate

13:00 – Almoço

14:30 – A organização da CNB do Maranhão para as eleições 2018

Coordenação:
– Fernando Silva (Membro do Diretório Estadual do PT/MA)

15:00 – Debate

16:00 – Calendário de atividades e eleição da coordenação estadual da CNB

Coordenação:
– Jucelina Vale (Membro da Executiva Estadual do PT/MA)

17:00 – Encerramento

1

Roseana Sarney e o palanque de Lula no Maranhão…

Presença da ex-governadora na disputa de 2018 põe o ex-presidente em condição de neutralidade no estado, que pode evoluir para uma aliança contra o governador Flávio Dino se o PCdoB insistir na candidatura de Manuela D’Ávila a presidente

 

OUTRA RELAÇÃO. Veja o semblante de Lula na relação de campanha com Roseana…

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) teve pelo menos dois contatos neste fim de semana com a ex-governadora Roseana Sarney (PMDB).

A primeira ligação ocorreu ainda na noite de sexta-feira, 3, quando o petista soube da confirmação de que Roseana irá mesmo disputar a eleição de 2018.

Embora tenha reafirmado a intenção do PT de coligar-se com o PCdoB no Maranhão, Lula deixou claro à ex-governadora, que foi sua aliada durante todos os mandatos do PT – ainda que o PT não tenha estado com ela em 2002 e 2006 – que manteria uma relação cordial e respeitosa na disputa.

RELAÇÃO FORMAL. Com Dino, a relação é mais fria, burocrática

O outro contato de Lula aconteceu no domingo.

Segundo apurou o blog, o ex-presidente mostrou-se extremamente chateado com a decisão do PCdoB de lançar candidatura própria a presidente da República. Para Lula, esta decisão pode levá-lo a, no mínimo, uma neutralidade no Maranhão.

O governador Flávio Dino (PCdoB) também manifestou-se a Lula neste fim de semana.

Quis saber dele – antes da decisão comunista de entrar na disputa presidencial – qual sua posição em relação à candidatura de Roseana.

Mas esta é uma outra história…

1

Zé Inácio contrapõe Flávio Dino: “Lula é o nosso plano de A a Z”…

Em comentário no Twitter, parlamentar responde ao governador, que cogitou impossibilidade de Lula não ser candidato e defendeu que o substituto não precisa ser, necessariamente, do PT

 

O deputado estadual Zé Inácio (PT) reagiu fortemente, em comentários na rede social Twitter, à entrevista do governador Flávio Dino (PCdoB) ao jornal Valor Econômico..

– Lula é nosso plano de A a Z na disputa presidencial. Não há que se cogitar “outra candidatura”, muito menos a de Ciro Gomes (PDT) – rebateu Inácio.

Para ele, Ciro Gomes não representa a esquerda brasileira porque já foi do PMDB, PSDB e PPS.

Na entrevista ao valor Econômico, Dino chegou a cogitar uma impossibilidade de o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ser candidato e defendeu que o eventual substituto não seja, obrigatoriamente, do PT.

Para Zé Inácio, não há que se cogitar possibilidade de condenação de Lula nas instâncias superiores porque, segundo ele, a acusação contra o ex-presidente é “frágil e inconsistente desde a primeira instância”.

– Nas últimas sete eleições o PT sempre teve mais de 30% da preferência do eleitorado brasileiro. É o maior partido de esquerda do Brasil – frisou,citando nomes como o de Jacques Wagner, Wellington Dias, Gleisi Hoffmann e Fernando Hadad como opções a Lula.

E reafirmou: “Lula é o nosso plano Alpha”…

2

Governador de duas palavras…

Ao garantir para Lula que “o caminho é pela esquerda, contra a direita golpista”, e, em entrevista, afirmar que sua chapa “não pode ir apenas pela esquerda”, comunista Flávio Dino mostra que fala qualquer coisa em nome do poder

 

Dino, uma palavra hoje, outra amanhã

Definitivamente, o governador Flávio Dino (PCdoB), eleito sob o manto de uma mudança de paradigma em todos os níveis, cada vez mais demonstra estar preocupado apenas no poder pelo poder.

E para isso, faz qualquer negócio: diz e desdiz, nega o que disse, desmente a si mesmo e usa uma palavra para cada interlocutor, beneficiando-se de qualquer audiência.

Dino recebeu o ex-presidente Lula na semana passada, em busca do espólio da esquerda e do apoio do PT como substituto do tempo do PSDB em sua chapa. E para Lula, em um de seus discursos, disse, textualmente: “o caminho do Brasil é pela esquerda, contra a direita golpista”.

Nada mais natural no discurso de um governador que se elegeu por um partido historicamente de esquerda e que flerta com esse campo do espectro político desde que deixou de ser juiz federal, em 2006.

Mas o mesmo Flávio Dino que apontou o caminho da esquerda na presença do ex-presidente Lula, só precisou de uma semana para desmentir a si mesmo, e afirmar totalmente o contrário, para tentar justificar a presença do DEM em sua base.

“A chapa não pode ir apenas à esquerda. Aqui é eleição entre os Sarney e os não Sarney”, justificou.

Este é o Flávio Dino em estado puro, o mesmo que, em 2014, acendeu uma vela para Dilma e outra para Aécio Neves; o mesmo que tem o PSDB como vice e faz gracinhas para o PT.

Discurso de quem de tudo faz para manter o poder. Aceita quem quer.

Da coluna Estado Maior, de O EstadoMaranhão

1

Andrea Murad denuncia evento político em frente ao Palácio dos Leões…

Parlamentar ressalta haver indícios de uso do dinheiro público na festa com claro teor político promovido pelo governador Flávio Dino e pede investigação da Procuradoria-Geral de Justiça

 

Comício de Lula foi até transmitido pela rádio Timbira, bancada com dinheiro público

A líder da oposição, deputada Andrea Murad (PMDB), protocolou nesta segunda-feira, 11, uma representação na Procuradoria Geral de Justiça para que seja apurada denúncia sobre o uso da estrutura do governo no apoio ao evento político partidário promovido pelo PT no último dia 5 de setembro.

O evento aconteceu na frente do Palácio dos Leões que, segundo a parlamentar, serviu de “camarim” para lideranças políticas que acompanharam o ex-presidente Lula em ato visando as eleições 2018.

“Nada contra, absolutamente nada contra o ex-presidente Lula, mas me questiono, por que o governador Flávio Dino escolheu aquele local com fundo para o Palácio dos Leões. O Palácio servindo de camarim para o ex-presidente Lula e toda a comitiva. Mais precisamente para o governador Flávio Dino, candidato à reeleição em 2018, fazer ali aquela festa. Um governador que fala tanto das festas do passado e agora produz as festas para os seus aliados políticos. O governador Flávio Dino ofereceu jantar para o ex-presidente Lula e seus aliados, deu toda a estrutura do Palácio dos Leões para aquele evento político, que era para ser promovido pelo PT. Tudo bancado pelos maranhenses: jantar, garçom, toda a estrutura do Palácio servindo para aquele evento. Flávio Dino vive falando dos outros, mas ali promoveu uma verdadeira farra”, discursou Andrea.

Andrea quer que a Procuradoria-Geral de Justiça investigue o uso de dinheiro público no evento petista

A denúncia sobre o uso do Palácio dos Leões e da estrutura pública do governo foi denunciada por este blog nos posts “Flávio Disponibiliza estrutura pública para Lula…” e “Lula recebe Título de Cidadão em palanque…

Andrea Murad também questionou o uso da rádio pública, a Timbira AM, para transmitir ao vivo toda a programação do evento realizado pelo Partido dos Trabalhadores com o suporte do Governo Flávio Dino.

“Flávio Dino acabou de abrir uma brecha, não é? A partir do momento em que ele bota a Rádio Timbira, a rádio do governo para transmitir um evento partidário onde ele lança a candidatura de um Presidente da República e a dele próprio, ele está dando toda a brecha para nós pedirmos o mesmo. Eu quero saber se eu solicitar para o governador Flávio Dino um palanque ali para a minha reeleição, se eu também vou poder utilizar a estrutura do Palácio dos Leões. Eu quero também saber se a Rádio Timbira vai transmitir todo o meu evento. Isso é um verdadeiro absurdo. É vergonhoso! O governador Flávio Dino é um hipócrita, não tem mais moral para absolutamente nada”, disse a parlamentar.

4

“Povo do Maranhão quer voltar a viver bem”, diz Zé Inácio sobre Lula…

Deputado estadual que acompanhou a caravana do ex-presidente desde o Piauí ressaltou o legado dos governos do PT

 

Zé Inácio com Lula e Flávio Dino: “esperança do povo”

O deputado estadual Zé Inácio (PT) fez nesta quinta-feira, 7, um balanço do impacto da passagem do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva por São Luís.

O líder petista participou de ato público na última terça-feira, 5, na Praça Pedro II.

– Acompanhei a caravana desde o Piauí ao lado do Lula e das lideranças e vejo que o povo, o povo do Maranhão onde encerramos esse ato, jamais visto em nossa história quer continuar a viver bem, a ter acesso a saúde, a educação, a moradia, o que só foi possível no governo Lula e Dilma – disse Zé Inácio.

Durante o ato, Lula fez um desafio aos governantes brasileiros, para que todos sentissem o que é estar em meio ao povo.

– Queria que todo governante desse país fizesse caravana, que abraçasse essas pessoas com cheiro de poeira, com cheiro de sonho. Tenho pena do povo brasileiro. Me preocupa o que eles estão fazendo com o futuro de vocês, dos nossos netos, a gente não pode permitir que um jovem perca a esperança de entrar na faculdade, que uma mãe não possa sonhar em ter uma casa e uma profissão – declarou o ex-presidente.

O ato em São Luís encerrou a caravana de Lula pelos estados do Nordeste, iniciada em julho…

4

Um acinte à Justiça Eleitoral…

Ato político do ex-presidente Lula teve estrutura do Palácio dos Leões, palanque montado por empresa que tem contrato com o Palácio dos Leões e transmissão da rádio pública oficial do Palácio dos Leões; e tudo nas barbas da leniente do TRE e do Ministério Público

 

Lula foi bancado pela estrutura de Flávio Dino, ainda que o governador negue o uso do dinheiro público

Já no domingo, o advogado Abdon Marinho alertava para o abuso de autoridade e o desafio às instâncias judiciais que o governador Flávio Dino (PCdoB) estava promovendo ao disponibilizar toda a estrutura pública do Maranhão para uma festa de pré-campanha ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Agora já se sabe que Lula teve palanque montado por empresa que tem contrato com o Governo do Estado, transmissão do seu ato, ao vivo, pela rádio oficial do governo, a Timbira, e até jingle de campanha de campanha transmitido durante o ato público, o que caracteriza o caráter eleitoral do evento.

E não poderia ter dinheiro do contribuinte para bancá-lo.

O acinte do governador obriga Ministério Público e Judiciário a tomar um posicionamento claro, sob pena de caracterizarem-se submetidos ao poder comunista que ora ocupa o Palácio dos Leões. Num momento em que os braços da operação Lava Jato alcança até setores das mais altas instâncias judiciais, é de fundamental importância que tudo fique esclarecido aos olhos da população.

Militantes levados à praça do Palácio dos Leões por prefeitos alinhados ao governo comunista

Lula está condenado na primeira instância da Justiça – a mais de nove anos de prisão – exatamente pelo fato de o PT, seu partido, achar que estava acima do bem e do mal; e que poderia fazer qualquer coisa no Brasil e, ainda assim, estaria isento de culpa ou de cobrança.

Os petistas maranhenses – que tanto vêm defendendo o legado do PT – deram demonstração com a visita de Lula que não parecem preocupado em revitalizar a imagem da legenda.

E com a proteção de Flávio Dino – que já deu diversas demonstrações de autoritarismo no comando do governo – aí mesmo que se soltaram.

E a população, mais uma vez, pagou a conta…

3

Lula recebe Título de Cidadão Maranhense…

União da Direita Maranhense não conseguiu impedir judicialmente a homenagem e a honraria, concedida desde 2011 por iniciativa do então deputado Magno Bacelar, o Nota 10, foi entregue em palanque ao ex-presidente

 

Deputados Ana do Gás e Zé Inácio entregam o título ao ex-presidente Lula

Não adiantou a mobilização da União da Direita Maranhense.

O Título de Cidadão Maranhense concedido por iniciativa do ex-deputado Magno Bacelar, o “Nota 10” (PV), foi entregue nesta terça-feira, 5, em pleno palanque ao ex-presidente  Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

A festa política para Lula foi toda organizada para fortalecer também o governador Flávio Dino (PCdoB), inclusive com transmissão ao vivo pela rádio Timbira e uso da estrutura do Palácio dos Leões, na praça Pedro II, onde foi montado o palanque.

Na cara da Justiça Eleitoral…

0

Zé Inácio comenta visita de Lula a São Luís…

Zé Inácio continua a destacar a presença de Lula em São Luís

O deputado Zé Inácio subiu à tribuna da Assembleia nesta segunda-feira, 4, para destacar a caravana Lula pelo Brasil. O deputado seguiu acompanhando a caravana desde o Piauí até chegar à capital maranhense.

O parlamentar se disse feliz com o que viu durante o período em que acompanhou a caravana, o grande número de pessoas que tem ido as ruas e BR’s para receber o ex-presidente. Além de participarem em grande número dos atos que vem sendo realizados nas cidades visitadas.

Em São Luís, Lula deverá visitar o Porto do Itaqui na manhã do dia 5 e as 17hr haverá um grande ato aberto ao público, na praça Pedro II.

Caravanas de várias cidades do Maranhão já estão a caminho de São Luís para participar desse grande ato em defesa da democracia e pelos direitos do povo brasileiro.

Da Ascom/Ze Inácio